Vereadores pedem informações sobre castrações de cães e gatos em Canoinhas

Filhotes abandonados no ano passado em Canoinhas/Divulgação

Também foi encaminhado ao poder executivo anteprojeto de Lei sobre regulamentação do controle de animais domésticos no município

 

 

CÃO E GATO

Vereadores Camila Lima (MDB) e o presidente da Câmara, Coronel Mario Erzinger (PR), encaminharam requerimento solicitando informações ao poder executivo municipal e Secretaria de Saúde para apresentação de número das castrações de cães e gatos que foram realizados nos anos de 2016 até setembro de 2018, com a possibilidade de especificar a quantidade de machos e fêmeas que foram castrados.


 

 

Hoje apenas um médico veterinário trabalha no programa de castrações. Camila sugeriu que o hospital veterinário da UnC Canoinhas faça uma parceria com o Município para agilizar o trabalho, mas, segundo ela, falta diálogo com a Universidade.

 

 

POSTO

Vereador Chico Mineiro (PR) explicou porque está faltando médico no posto de saúde Ervino Treml, localizado no bairro Salto d’Água Verde. O posto foi inaugurado neste ano.

 

 

Chico disse que a médica que estava atuando no posto passou recentemente em outro concurso público na cidade de Indaial, que fica mais próximo da sua cidade natal. “A médica então optou por pedir exoneração do cargo e a Secretaria de Saúde tem 15 dias para contratar outro profissional da área para atuar no posto”, explicou.

 

 

 

SUBESTAÇÃO

A Câmara de Vereadores de Canoinhas recebeu ofício da Celesc, respondendo ao requerimento encaminhado pelo presidente da Câmara, Coronel Mario Erzinger (PR), que solicitou informações sobre a capacidade instalada da subestação de Canoinhas, e também sobre a nova subestação da localidade de Rio da Areia.

 

 

Conforme ofício, para subestação Canoinhas, atualmente estão previstas duas etapas de obras, sendo que a primeira está em fase de contratação e consiste na instalação de um transformador de força 13,8/34,5 kV.O valor da primeira etapa é de R$ 2,3 milhões, com a previsão de conclusão em dezembro deste ano.

 

 

Já a segunda etapa consiste na instalação de um transformador de força 138 kV/ 13,8 kV 20/26 MVA e reforma do setor 138 kV com a substituição de equipamentos. Esta segunda etapa está em elaboração de edital com valor do investimento aproximado em R$ 4,5 milhões, com previsão de conclusão em novembro de 2019.

 

 



Sobre a obra da subestação do Rio da Areia de Baixo, ela está na etapa de montagem eletromecânica, sendo que o transformador de força foi entregue pela empresa Weg no dia 20 de setembro. “A etapa de construção civil está 95% concluída e a previsão de conclusão é para dezembro deste ano ainda”, explica no ofício o presidente da Celesc, Cleverton Siewert.

 

 

Já na rede de distribuição, estão previstos investimentos na ordem de R$ 4,6 milhões, obras nos alimentadores que terão o objetivo de abastecer e de escoar a energia vinda da SE Canoinhas/Rio da Areia de Baixo.

 

 

O investimento total nas obras para Canoinhas e região, totalizam R$ 11,4 milhões.

 

 

 

RECURSO NEGADO

Uma das empresas que participou da licitação para fazer o estudo do estacionamento rotativo de Canoinhas recorreu do resultado. A DAC Serviços de Estacionamento teve o recurso negado e agora a empresa licitada deve iniciar os trabalhos.

 

 

 

 

INCONFORMADO

O deputado federal Cabo Daciolo (Patriota-RJ) pediu nesta quarta-feira, 10, à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, a anulação do primeiro turno das eleições e a adoção do sistema de cédulas. O parlamentar, que concorreu à Presidência da República, aponta que no último domingo, 7, “inúmeras denúncias de mau funcionamento” e de “adulteração de grande contingente de urnas” surgiram em todas as regiões do País.

 

Daciolo encerrou o primeiro turno da eleição presidencial em sexto lugar, com 1,3 milhão de votos (1,26% do total), à frente do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) e da ambientalista Marina Silva (Rede).

 

 

O PRIMEIRO

Ivan Naatz e o presidente do partido, Guaraci Fagundes/PVSC – Divulgação

Pela primeira vez em 30 anos de história em Santa Catarina, o Partido Verde elegeu um deputado no Estado. A votação de Ivan Naatz, de Blumenau, foi menor que de muitos outros candidatos, mas o quociente eleitoral leva a legenda de forma inédita para a Assembleia Legislativa.

 

Deixe seu comentário:

Top