Situação caótica da SC-477 é debatida na Assembleia Legislativa de SC

Divulgação

Nesta semana, prefeitos da região iniciaram uma operação tapa-buracos na rodovia

 

 

Deputado estadual Mauricio Eskudlark (PR) criticou na sessão desta quarta-feira, 8, da Assembleia Legislativa, as condições de trafegabilidade da SC-114, que liga Taió a Salete, no Alto Vale do Itajaí, e da SC-477, que liga Canoinhas a BR-116.


 

 

“Na SC-114, de Taió a Salete, o leito está em uma situação precária e na SC-477, de Canoinhas a Major Vieira, passei lá no fim de semana, realmente está em uma situação lastimável, a população não aguenta mais”, reclamou Eskudlark.

 

 

O representante do Partido da República ainda destacou as condições de trânsito da rodovia que liga Garuva a Itapoá, no Norte do estado.

 



 

“Está na mesma situação, mas com problemas mais localizados, sei que não é problema do Pinho Moreira, isso é herança do Raimundo Colombo, só que a população não pode esperar a troca de governo”, indicou Eskudlark.

 

 

Antonio Aguiar (PSD) apoiou o colega, mas ponderou a responsabilidade do atual governador. “Depois de um ano se tornou compromisso deste governo, que libere recursos para fazer a operação tampão na SC-477”, sugeriu Aguiar.

 

 

O Governo diz que deve abrir licitação para uma obra de reforma da SC-477 no valor de R$ 36 milhões, o que ainda não aconteceu.

 

Nesta semana, prefeitos da região iniciaram uma operação tapa-buracos na rodovia.

Deixe seu comentário:

Top