Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Quem quer herdar último ano de governo de Colombo?

Edinei Wassoaski analisa cenário com a intenção de Raimundo Colombo de renunciar                           

 

Deu na coluna de Moacir Pereira no Diário Catarinense: a situação financeira do Estado de Santa Catarina é mais grave do que indicam as informações sobre dívidas milionárias que se acumulam com fornecedores e empresas contratadas para prestação de serviços. Salários de servidores já estariam ameaçados. A Secretaria da Fazenda estaria raspando o tacho para pagar o 13º salário deste ano.

Diante deste cenário, Raimundo Colombo (PSD) abafa a realidade como pode até abril de 2018, quando pretende deixar o Governo para se dedicar à campanha de retorno ao Senado.

 

 

     Ainda no Diário Catarinense, mas na coluna de Cacau Menezes, saiu a informação de que Pinho Moreira (PMDB) não deve assumir o Governo. Ele também entraria na disputa por uma das duas vagas que SC terá aberta no Senado na disputa do ano que vem. Dessa forma, o deputado estadual Aldo Schneider (PMDB) assumiria o cargo máximo da política estadual. Acordo no começo deste ano definiu que Silvio Dreveck (PP) dividiria os dois anos de mandato como presidente da Assembleia com Schneider.  Ainda de acordo com o colunista, os peemedebistas não desembarcariam do Governo, o que lança dúvida sobre a já anunciada disputa entre PSD e PMDB na disputa pelo próximo Governo.

 

 

     Das tuas informações, fico com a primeira, que certamente impacta na segunda. O Estado caminha para a falência e ninguém quer pegar esta bomba nas mãos em pleno ano eleitoral.

 

 

     Em busca de um bode expiatório, Colombo subestima a inteligência dos peemedebistas, em boa dose responsáveis pela sua bem-sucedida carreira política.

 

A PROPÓSITO: Raimundo Colombo acaba de completar a marca de três anos e meio sem colocar os pés em Canoinhas. Em junho de 2014 percorreu a região por causa das enchentes. Depois disso visitas só para Mafra.

 

 

Primeira pesquisa

O Grupo RIC publicou a primeira pesquisa eleitoral para o Governo do Estado. Além de despertar a curiosidade, pouco de efetivo a pesquisa aponta. Paulo Bauer (PSDB) lidera com média de 30% dos votos porque é o nome mais fresco na cabeça do eleitor, considerando que é o único nome proposto até agora que disputou a eleição passada. Espiridião Amin (PP), por ser eterno candidato, também vai bem, superando Bauer quando colocados em confronto direto. Se serve para algo, a pesquisa aponta que Mauro Mariani (PMDB), com 11% das intenções, e Gelson Merísio (PSD), com 8%, precisam gastar ainda muita sola de sapato para estadualizar seus nomes.

 

 

Mário presidente

Ao que tudo indica a eleição para a mesa diretora da Câmara de Canoinhas será uma das mais tranquilas dos últimos anos. Célio Galeski (PSD), apontado pela coluna como possível empecilho para a eleição de Coronel Mário (PR) como presidente, declarou nesta semana: “Volto para a Câmara em dezembro, mas meu candidato a presidência é o Coronel Mário”.

 

 

“Tudo que é estadual parece estar indo para o buraco”

da vereadora Telma Bley (PMDB), comentando o fechamento de repartições estaduais em Canoinhas como o escritório da Fazenda e o posto do Hemosc

 

 

NA ESTRADA

Leoberto Weinert (PMDB) segue costurando sua pré-candidatura para a Assembleia. Na sexta-feira, 24, se reuniu com militantes pés-vermelhos de Bela Vista do Toldo. Os peemedebistas fecharam apoio também a Carlos Chiodini na disputa à Câmara federal e Mauro Mariani a governador. O anúncio foi feito durante reunião no Pesque e Pague São Pedro, na região central do município.

 

 

Advogado de Facebook



Presidente da Câmara de Vereadores de Irineópolis, Sérgio Binder (PP), não gostou de ver exposto pelo advogado Ricardo Beninca no Facebook a relação de gastos da Câmara com diárias. Relatou uma série de benefícios que ele teria conseguido para a cidade fruto de suas viagens. Só Binder gastou R$ 21,4 mil em diárias neste ano. Entre as ofensas a Beninca, o chamou de “advogado de Facebook que não tem mais o que fazer.”

No meio dos impropérios soltou a pérola sobre a publicação dos gastos da Câmara na internet: “Determinei que assim seja feito, porque tem gente que não divulga, aqui se vê sim”.

Nenhum político determina transparência. É lei e se for contrariada, o Município pode deixar de receber recursos federais.

 

NA VIBE: Prefeito Beto Passos (PSD) faz selfie para mostrar a multidão que se reuniu na rua Major Vieira para o show de abertura do Natal da Paz. Este é terceiro ano que a abertura da programação natalina é marcada por desfile, a primeira vez com show nacional gratuito. Enquanto os governantes competirem para ver quem oferece o melhor para a população, todos ganham.

 

 

Médicos indignados

Médicos que operam no Hospital Santa Cruz emitiram nota se dizendo indignados com o fato de nenhum representante da classe ter sido eleito para compor o grupo de conselheiros do HSCC. Dos 85 sócios aptos a votar, 69 compareceram. A votação foi secreta.

Em nota, o HSCC afirma que a eleição ocorreu “conforme estatuto vigente, seguindo todas as normas nele estipuladas e primando pela total transparência.”

 

 

RÁPIDAS

AH TÁ: Gelson Merisio (PSD) escreveu artigo criticando a segurança pública de SC. Faz isso na maior cara de pau, como se não fosse governo e não tivesse presidido a Alesc nos últimos anos.

 

FALANDO NISSO: Merisio anda dizendo que está tranquilo com a pré-candidatura de João Rodrigues (PSD). “Vamos para o voto democraticamente”, afirma.

 

15,6%: foi o índice de crescimento do número de microempreendedores individuais em SC neste ano.

 

28%: foi quanto subiu o preço da gasolina desde 30 de junho.

 

20%: é a variação para menos do salário das mulheres em relação ao dos homens em SC, aponta Ministério do Trabalho.

 

54.990: autoridades – praticamente a população de Canoinhas – tem direito a foro privilegiado no Brasil.

 

R$ 4 MILHÕES: é a média de quanto custa toda a estrutura das Assembleias Legislativas do Brasil por lei aprovada.

 

SOBERBA: Ada de Luca, secretária de Justiça e Cidadania de Colombo, é uma das pessoas mais indigestas do governo. Enlameada na Operação República Velha, ainda não se explicou.

 

 

 

PERGUNTA PERTINENTE: 

Raimundo Colombo (PSD) tem coragem de fazer campanha em Canoinhas em 2018?

 

Deixe Seu Comentário