Programa de Erradicação às Drogas forma 915 estudantes em Canoinhas

Alguns dos formandos do Proerd em Canoinhas/Sérgio Teixeira/Divulgação

Formatura foi dividida em dois dias nesta semana

 

 

Um evento dividido em dois dias para poder atender a quantidade de crianças que participaram somente em Canoinhas é o que aconteceu nesta semana em Canoinhas. Trata-se do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).


 

 

No total, 915 crianças de diversas escolas do município e do Estado participaram do curso no ano de 2018, e tiveram a oportunidade de receber os seus certificados em grande cerimônia realizada terça e quarta-feira (4 e 5) no ginásio da Escola Sagrado Coração de Jesus.

 

 

O presidente da Câmara, vereador Coronel Mario Erzinger (PR) participou da cerimônia de entrega dos certificados e premiações aos alunos destaques no Programa. Também estiveram presentes o prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD); diretor da empresa Cia Canoinhas, Elpídio Fabris, além dos diretores e familiares dos formandos.

 



 

“Tenho orgulho em ter feito parte da instituição Polícia Militar por mais de 30 anos e ver o quanto esse projeto muda a vida das crianças e suas famílias. Um grande exemplo de trabalho que dá certo há muitos anos”, destacou o vereador e presidente da Câmara, Coronel Mario Erzinger.

 

PROERD

Com a missão de “Capacitar crianças, adolescentes e adultos para resistirem às drogas e à violência, através de ações de polícia ostensiva de caráter educacional, realizada por policiais militares habilitados, em instituições públicas, privadas e comunitárias, integrando Polícia Militar, família e escola para a valorização da vida e a construção de uma sociedade mais justa, sadia e feliz” (planejamento estratégico 2009) o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) vem, a cada ano, atingindo índices que tem chamado a atenção de muita gente.

 

 

Ao longo dos 20 anos de existência em Santa Catarina foram muitos os avanços do programa.

 

Especialmente o relacionado com a quebra de paradigma, tornando policiais militares altamente treinados para atuarem nas mais diversas situações, inclusive em confrontos armados, adquirirem, após um novo treinamento, a capacidade de serem educadores sociais e serem capacitados a mudar comportamentos de crianças.

Deixe seu comentário:

Top