Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

População de Irineópolis discute Plano Plurianual Participativo

Ellen Colombo/Divulgação

Moradores de todas as localidades e dos bairros apresentaram propostas durante ciclo de plenárias do Plano Plurianual Participativo (PPA-P)

 

Mais de 400 pessoas deram suas sugestões para compor o Plano Plurianual Participativo (PPA-P) 2018-2021. O ciclo de debates contou com nove reuniões realizadas com moradores de Irineópolis entre os dias 3 a 12 de abril.

 

O PPA é um planejamento de investimentos que a prefeitura faz para aplicar o dinheiro público dentro de período de quatro anos. Em todas as audiências públicas realizadas em Irineópolis, várias medidas foram consideradas fundamentais para o desenvolvimento do município. Entre elas estão o apoio à agregação de valor e renda para atividades agrícolas, o apoio ao turismo rural e piscicultura no município, geração de empregos, ampliação de eventos esportivos, recreativos e culturais, também foram apontadas melhorias nas áreas da saúde, infraestrutura e segurança.

 



A maioria dos encontros contou com a participação do prefeito Juliano Pozzi Pereira e de secretários da equipe de governo. Todas as plenárias contaram com a participação do vice-prefeito, Luiz Padziora e da chefe de gabinete do executivo, Circe Neppel Sfair e foram comandadas pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Guido Tretto.  Para ele, o destaque deste ciclo de plenárias foi a participação da população na construção coletiva. Afinal, esta foi a primeira vez que a Administração de Irineópolis organizou debates para desenvolver o Plano Plurianual. “Um momento histórico com participação e envolvimento da sociedade e órgãos do governo, feito com as mãos entrelaçadas com as comunidades, bairros, cidade e todas as secretarias municipais.Vamos preservar as conquistas e aprofundar os avanços”, destacou Tretto.

 

Nas reuniões foram debatidas as propostas de demandas para serem incorporadas ao orçamento da prefeitura. Os debates foram divididos por regiões de abrangência e compostos por representantes de segmentos diversos, como agricultores, lideranças comunitárias, juventude, representantes de associações, entre outros. Agora a Administração tem até o dia 30 deste mês para enviar as demandas para aprovação da Câmara de Vereadores. A iniciativa visa buscar o apoio da sociedade para construir o plano de metas e ações a serem executadas nos próximos quatro anos.

 

 

 

Deixe Seu Comentário