Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Polícia Militar recupera R$ 400 mil roubados de banco de Papanduva

Dinheiro recuperado foi entregue na tarde desta quinta na Delegacia de Polícia Civil/Fotos: Biluka

Dinheiro foi deixado pelos bandidos durante fuga por matagal na localidade tresbarrense de São João dos Cavalheiros

 

A Polícia Militar de Canoinhas, com apoio de guarnições de Mafra, Três Barras, Papanduva e Porto União, conseguiu recuperar R$ 400 mil do dinheiro roubado da agência da Caixa Econômica Federal de Papanduva na madrugada desta quinta-feira, 9. Há, ainda, dinheiro espalhado dentro da agência, que aguarda uma equipe da Polícia Federal para periciar o local.

 

Até a madrugada desta sexta-feira, 10, policiais fizeram buscas aos bandidos, que durante fuga se embrenharam em um matagal na localidade tresbarrense de São João dos Cavalheiros. Nenhum suspeito foi localizado.

 

Os bandidos atacaram o quartel da Polícia Militar de Papanduva por volta das 2h30 da manhã desta quinta. Ao mesmo tempo, outra parte da quadrilha arrombava e explodia o cofre central da agência da Caixa Econômica da cidade.

 

 

Durante a fuga em uma caminhonete Toyota Hilux os bandidos foram surpreendidos pela viatura do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT). Houve troca de tiros com os policiais durante a perseguição. Marcas de tiros na caminhonete do PPT mostram a ação dos bandidos. Os policiais revidaram e, acreditam, tenham ferido um dos bandidos, porque sangue foi encontrado no mato. Além do dinheiro, que estava dentro de um dos carros abandonados pelos bandidos, os policiais encontraram 100 miguelitos, espécie de pregos usados para jogar na rua a fim de furar os pneus de viaturas que viessem a persegui-los. Ainda foram encontradas várias munições calibres 762 e 556, um cilindro de oxigênio, luvas e bataclavas, além de quatro artefatos explosivos.

 

Policiais do Bope estiveram em Canoinhas nesta quinta para desativar quatro bananas de dinamite, deixadas pelos assaltantes. Duas estavam na agência da Caixa e as outras duas estavam na caminhonete abandonada pela quadrilha.

Deixe Seu Comentário