Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

PMs catarinenses tiveram reposição salarial menor que do ES

Edinei Wassoaski alerta para necessidade de o Governo do Estado rever política salarial da Polícia Militar                                                        

 

A crise de segurança pela qual passou o Estado do Espírito Santo diz muito sobre Santa Catarina. Nosso Estado pode ser a próxima vítima. Caberá ao cidadão que confia na Polícia Militar decidir quem é a vítima, nesse caso. Pode ser o próprio cidadão, que ficará a mercê da bandidagem caso os parentes de PMs catarinenses tomem atitude semelhante aos parentes do ES, ou os próprios PMs.

Levantamento divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo mostra que episódio semelhante tem potencial para acontecer em Santa Catarina. Segundo o jornal, em 19 Estados pesquisados, o salário inicial da categoria aumentou nos últimos cinco anos, mas ficou abaixo da inflação em pelo menos oito deles. O mais alarmante: Santa Catarina está abaixo do Espírito Santo e só ganha do Ceará e da Bahia. Entre 2012 e 2017 a inflação aumentou 34%, mas os salários dos PMs catarinenses cresceram 20%. Se comparado ao melhor Estado para se trabalhar como policial militar em termos salariais, a diferença é gritante. O Rio Grande do Sul proporcionou aumento de 166% nos últimos cinco anos aos seus PMs.

Nada justifica o PM deixar a população desprotegida. Teria de haver uma alternativa no caso do ES. Porém, todos sabem, no Brasil as coisas só funcionam a força, infelizmente.

Para evitar que vivamos cenário semelhante em SC, é preciso que não somente os PMs, mas a sociedade em geral, cobre do Estado uma política menos cruel com os militares. Isso inclui revisar aposentadorias precoces com salários exorbitantes para uma pequena casta de superiores. Certamente a gordura que dá pra cortar das aposentadorias pode muito bem pagar um salário justo aos tantos soldados PM que arriscam suas vidas todo dia e que, certamente, estão fartos dessa situação e que podem, compreensivelmente, se sentirem inspirados pelos PMs do Espírito Santo.

 

      

A PROPÓSITO: Governador Raimundo Colombo está de olho na melhoria dos números da arrecadação para autorizar a chamada de mais 500 PMs ainda neste ano. Hoje, 1.053 aprovados em concurso aguardam a convocação..

 

 

E a Cultura?

Quem critica a nomeação do maestro Luizinho para a Fundação Cultural de Canoinhas deve-se perguntar: quais os notáveis da cultura canoinhense? Não existem! Historicamente atividades culturais foram deixadas de lado. Se algum canoinhense se dedicou ao setor, foi fora daqui.

 

 

No Pronto Socorro

No fim de semana passado o vice-prefeito Renato Pike (PR) passou mal e foi parar no Pronto Atendimento. Segundo ele, não foi reconhecido, o que o deixou satisfeito já que foi muito bem atendido. “E não porque era o vice-prefeito”, frisa.

 

 

Santo de casa

Uma equipe do Hospital Albert Einstein, de São Paulo (SP), considerando referência internacional, esteve no Hospital Santa Cruz para fazer a transferência de um paciente há duas semanas e ficou surpresa com a estrutura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HSC. Os médicos que acompanharam o paciente elogiaram o hospital.

 

PERGUNTA PERTINENTE

E a Ferrovia do Frango?  Foi enterrada junto com o Governo Dilma?

 

 

EM BRASÍLIA

Prefeitos Jean Carlo Medeiros (Monte Castelo), Adelmo Alberti (Bela Vista do Toldo) e Beto Passos (Canoinhas) com o senador Dalírio Beber (PSDB). A Capital foi tomada por prefeitos nesta semana em busca de emendas parlamentares ao orçamento.

 

 

 

 

 

Emendas e mais emendas



Prefeito Beto Passos (PSD) passou a semana em Brasília acompanhado do secretário de Habitação Célio Galeski e da vereadora Telma Bley (PMDB). Voltou satisfeito. Diz que conseguiu R$ 150 mil do deputado João Rodrigues (PSD); R$ 200 mil de Marco Tebaldi (PSDB); R$ 200 mil do senador Paulo Bauer (PSDB) e a garantia do deputado Décio Lima (PT) de que o Governo Federal vai ajudar na construção do novo CEI do Bairro Piedade.

É bom lembrar que emenda não é garantia de dinheiro na conta.

 

 

FORA

Chiquinho da Silva articula sua saída do PMDB. O novo endereço partidário deve ser o PR do vice-prefeito Renato Pike. Os dois se reuniram nesta semana na prefeitura.

 

 

 

Talvez o CEI tenha de esperar um pouco”

do vice-prefeito Renato Pike (PR), afirmando que o aumento repassado para o sobreaviso médico pode tirar dinheiro do projeto de construção de um CEI no Bairro Piedade
 

 

 

 RÁPIDAS

SOBREAVISO: Com a aprovação do aumento do sobreaviso médico cabe agora à população exigir o cumprimento do serviço tanto no Hospital Santa Cruz quanto no PA.

 

ALARME FALSO: O Estado não pretende fechar a Escola Manoel da Silva Quadros. Havia intenção de fechar uma turma por ter poucos alunos, mas o Governo voltou atrás.

 

58 ANOS: é a média de aposentadoria no Brasil. Nos EUA essa média é de 66 anos.

 

21%: dos aposentados brasileiros contribuíram por ao menos 25 anos, mínimo exigido pela proposta do Governo a ser apreciada pelo Congresso.

 

 

75 MIL: pessoas foram afastadas do mercado de trabalho em 2016 por sofrer de depressão.

 

22,6%: foi o aumento no número de dependentes do Bolsa-Família que haviam deixado o programa até 2011, mas que voltaram a depender dele em 2016.

 

 

US$ 345 MILHÕES: é quanto a Celesc busca financiar junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para melhorar o fornecimento de energia no Estado.

 

COMEÇA A CORRIDA: Enquanto o PMDB começa a se articular, o PSD lançou na semana passada em Chapecó, Gelson Merísio como pré-candidato ao governo.

 

 

 

Deixe Seu Comentário