Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Planejar é preciso

Uma das reuniões que Passos teve com a equipe no começo do governo/Divulgação

Colunista Edinei Wassoaski comenta reportagem do JMais sobre os 100 primeiros dias de governo Passos

 

Na segunda-feira, 10, os prefeitos completaram 100 dias de gestão. Em Canoinhas, o JMais publicou reportagem levantando aspectos do estilo de governar de Beto Passos (PSD) e decretando que o mandato tem sido de muito planejamento e pouca ação. A crítica pode ser encarada de modo negativo em um primeiro momento, mas desde quando planejamento fez algum mal? Pelo contrário, planejar é preciso para se evitar problemas e imprevistos. Está certíssimo o prefeito em planejar. Ocorre que o tempo é curto e a paciência do eleitor mais curta ainda.

 

     Sobre infraestrutura, a grande chaga canoinhense, Passos alega que fez um trabalha intensivo no interior, inclusive trabalhando em finais de semana. De fato, relato de internautas que comentaram a reportagem não deixa dúvidas: “O que fizeram no interior agora, não fizeram em 15 anos”, afirmou uma leitora. De fato, o interior estava abandonado e contribuiu decisivamente para a derrota de Beto Faria (PMDB). Passos não deve esquecer, no entanto, que a maior fatia da população está no centro. O equilíbrio no atendimento para as áreas urbana e rural será o segredo de uma boa gestão na área.

 

    Como bem pontuado pela vereadora Zenici Dreher (PR), esses cem primeiros dias foram de “apagar incêndios”, pelo menos na área da saúde pontuada por reagentes vencidos, remédios em falta e computadores “zerados”. Há, ainda, a falta de escola para os alunos do Loteamento Aparecida e a crise do sobreaviso médico.

 

    Quem acompanhou os vídeos diários de Passos no Facebook relatando como um repórter as mazelas do Município, não deixando muito claro o que faria para melhorar a questão, certamente quer ver, em breve, o prefeito protagonizando vídeos nos quais explique o que fez para solucionar os problemas.

 

 

Bons indícios

Um dos setores menos atingidos pela crise é o que oferece serviços e produtos para animais de estimação. Levantamento do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC apurou que no ano passado houve um crescimento de 10,3% na abertura de novas clínicas, hospital, consultório e pet shops. O número de estabelecimentos subiu de 1.821 para 2.010.

A PROPÓSITO: A força do agronegócio brasileiro favorece também a produção de ração pet. A marca catarinense DalPet, de Itajaí, com fábrica em Três Barras, cresceu 18% em 2016 frente a 2015. A empresa atua em quase todo o Brasil e exporta para mais de 10 países. Além disso, está negociando para abrir mercado em mais 10 países, disse o executivo de comércio exterior, Ilson Dias Junior, ao jornal Diário Catarinense.

 

 

BEM EXPLICADO

Prefeito Beto Passos (PSD) conversa com o gestor esportivo Jocimar Jubanski e o presidente da Fundação Municipal de Esportes, Daniel Pinto, durante a fase municipal dos Jogos Escolares. Jubanski destaca o investimento na base. Hoje são 14 escolas esportivas, ano passado eram três.

 

 

 

Coletivo na berlinda

O Município de Canoinhas notificou extrajudicialmente o Coletivo Santa Cruz por causa da dificuldade em contratar com a Fazenda Pública. A empresa é a única que presta serviços de transportes urbanos em Canoinhas, mas está sem certidões negativas junto à Receita Federal, o que inviabiliza qualquer contrato com o poder público.

O Município deu 90 dias para o Coletivo regularizar sua situação sob pena de interrupção do serviço.

A PROPÓSITO: Canoinhas nunca realizou uma concorrência para explorar o serviço de transporte público e desde a década de 1970 o Coletivo vem operando de modo informal . A situação gerou condenações, depois revogadas, aos prefeitos Orlando Krautler e Leoberto Weinert. Há dois anos a Justiça considerou que não seria necessário processo licitatório para o serviço.

 

 

TREINANDO

Vereador Paulo Basílio (PMDB) participou em Florianópolis do maior evento do Sul do país na área do legislativo municipal, o 3º Congresso Sul-Brasileiro de Vereadores. “Qualificação é fundamental para enfrentar os novos desafios da gestão pública e para melhor atender a população”, destacou o vereador, na foto com o presidente da Gestão Pública Online, Noel Baratieri.

 

 

RÁPIDAS

BALANÇO: Beto Passos (PSD) concede entrevista coletiva sobre os 100 dias de governo na terça-feira, 18.

 

BALANÇO 2: Luiz Shimoguiri (PR) também deve conceder entrevista na semana que vem pare apresentar as dívidas da administração passada.

 

R$ 2,2 BILHÕES: é para quanto vai o Fundo para financiar partidos em 2018 caso passe a reforma política.

 

COINCIDÊNCIA…: PMDB e PSD estaduais fizeram reuniões no fim de semana.

 

… OU NÃO: o discurso é o mesmo: “Queremos candidatura própria”.

 

41%: dos brasileiros ouvidos por pesquisa Ibope admitem que falta recursos para a Previdência. Em fevereiro eram 35%.

 

R$ 18 BILHÕES: foi quanto custaram as bandeiras tarifárias de energia elétrica desde que foram criadas, há dois anos.

 

R$ 1,6 MILHÃO: foi a conta de água do Palácio da Alvorada em 2016. Foram consumidos 65,4 milhões de litros, o suficiente para abastecer 1.200 pessoas.

 

53: ciclistas morreram e 641 ficaram feridos só nas estradas que cortam Santa Catarina entre 2015 e 2016.

 

AGORA É QUE SÃO ELAS: A despeito da situação em Canoinhas, que tem quatro vereadoras, eleitores catarinenses votam menos em mulheres que a média dos brasileiros para cargos parlamentares. Das 50.018 candidatas em 2016, 7.824 foram eleitas.

Deixe Seu Comentário