Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Pesquisa mostra que eleitor catarinense está desiludido

Leia nova coluna de Edinei Wassoaski

 

O jornal Diário Catarinense publicou ontem pesquisa do Instituto Mapa que mostra que 88,4% dos eleitores catarinenses acreditam que exista corrupção dentro da prefeitura e da Câmara de Vereadores de sua cidade. Esse percentual aumenta quando se cita estruturas estaduais (90,8%) e federais (96%). Culpa da Lava-Jato? Pode ser, mas não só. De modo geral, o eleitor brasileiro está desiludido com a política e o dado não é nenhuma novidade. Corrupção virou sinônimo de política. Curioso é saber o quanto dessa desilusão deve repercutir nas eleições de outubro.

A pesquisa, que também ouviu eleitores aqui da nossa região, mostra que apenas um em cada quatro eleitores lembra-se de todos os candidatos nos quais votou em 2014. O dado é estarrecedor, mas é bom lembrar que eleição municipal é diferente. Dificilmente os canoinhenses se esqueceram por qual dos dois Betos optou em 2012. A questão é se essa pesquisa aponta um exato retrato da percepção do canoinhense. Saberemos se isso confere, claro, se Faria não for eleito. Bom dizer que por aqui, até que se prove o contrário, não há qualquer indício de irregularidade na condução do Município. Mas se atrelarmos a política como uma coisa só, o que muitos brasileiros fazem constantemente, nenhum dos Betos poderia se eleger. Faria é do PMDB e Passos foi atrelado até bem pouco tempo ao PT (hoje está no PSD), portanto, nenhum dos dois vai poder encher a boca para repudiar a corrupção entranhada nos dois partidos.

Curiosa, aliás, essa próxima eleição em Canoinhas. Como que alheios à realidade nacional, a política canoinhense parece ter parado no tempo, lá em outubro de 2012, e que agora estamos prestes a ter um segundo turno.

Mesmo com toda a reviravolta política no País, Canoinhas não criou novas lideranças, capazes de contestar o atual sistema político. Sem entrar em mérito de competência, alguns nomes como o do vereador Renato Pike (que não sabe para que lado vai) e do Coronel Mário Renato Erzinger (pré-candidato a vereador), no entanto, nos dão uma fagulha de esperança de um mínimo de renovação em outubro próximo.

 

>>>> A pesquisa do Mapa perguntou, também, qual o interesse dos catarinenses pelas eleições de outubro. 63,4% responderam ter algum grau de interesse: 17,4% muito interessados e 17,2% muito desinteressados.

 

 

coluna menorO secretário regional Ricardo Pereira Martin tem corrido contra o tempo nos últimos dias para entregar convênios para prefeitos que fazem parte da Agência de Desenvolvimento Regional de Canoinhas (ADR). Isso porque só tem até 1º de julho para isso. Aí começa o período eleitoral e não dá mais. Na foto, Martin entrega R$ 150 mil para o prefeito de Três Barras, Elói Quege (PP). No mesmo dia entregou R$ 170 mil para Porto União.

 

 

coluna maiorDeputados Silvio Dreveck (PP), Kennedy Nunes (PP) e Gelson Merísio (PSD) com Beto Passos, Wilmar Sudoski e Osmar Oleskovicz (todos do PSD) na quarta-feira, 15, na Assembleia, logo depois da sessão que sabatinou o secretário de Saúde João Paulo Kleinubing sobre a desesperadora falta de recursos para a pasta no Estado.

 

 

Bom para os dois lados

Governo e oposição estão bem atendidos pelo Governo Estadual em Canoinhas. Nesta semana o gerente administrativo e contábil da ADR, Rui de Carvalho, pediu exoneração e o gerente de políticas socieconômicas, rurais e urbanas, Luis Shimoguiri, deixou o cargo para se dedicar às eleições.

Dessa forma, agradou-se a gregos e troianos. O irmão do prefeito Beto Faria (PMDB), Paulo Rocha Faria Jr, o Nuna, foi alçado ao cargo antes ocupado por Rui. Já Márcio Passos, irmão de Beto Passos (PSD), vai ocupar o cargo vago por Shimoguiri. “Onde há governo, situação eu sou”, poderia muito bem dizer o governador Raimundo Colombo.

 

Enquanto isso



… em Major Vieira, o vice-prefeito Adilson Lisczkovski abandonou o prefeito Orildo Severgnini. Deixou o PMDB e se filiou no PSDB. Quer disputar a prefeitura com o antes aliado.

Severgnini, por sua vez, não se abalou e corre atrás de um vice de respeito. Já articulou com PR e DEM. Diz ter pelo menos seis pré-candidatos a vice. Uma pesquisa deve direcionar qual dos nomes seria o mais simpático ao eleitorado.

Narciso Woichikoski, eterno candidato do PT, ainda não decidiu se entra na disputa.

 

   “A Petrobras é a madame mais honesta dos cabarés do Brasil”

do homem-bomba da Lava-Jato, Sérgio Machado, afirmando que há casos piores no governo, citando órgãos ligados à Saúde e à Educação

 

 

RÁPIDAS

SC-303: Moradores das imediações da rodovia se reúnem nesta segunda, 20, às 14h, com o secretário regional Ricardo Pereira Martin para tratar das obras de melhoria da rodovia.

 

NA INTERNET: O TRE-SC lançou o Portal do Eleitor para centralizar informações, a emissão de certidões, e que funcionará como um canal eletrônico de comunicação entre a Justiça Eleitoral e os eleitores.

 

NO AGUARDO: Tem gente enxergando além de uma bela obra social no loteamento de 400 casas do bairro Piedade prestes a ser inaugurado. Só não querem parecer estraga-prazeres. Depois da inauguração um conjunto de irregularidades deve ser apontado.

 

CORREÇÃO: Aliás, como muito bem me lembra o historiador Fernando Tokarski, não existe bairro Aparecida em Canoinhas. O nome correto é Piedade.

 

63,7 MIL: é o número de mesários que estão sendo convocados para trabalhar nas eleições de outubro em SC.

 

146,6 MIL: é o número de eleitores com título cancelado porque não fizeram o cadastro em sete cidades catarinenses onde as eleições ocorrem por meio de urnas biométricas neste ano.

 

MAIS MALEÁVEL: Já está com o governador Raimundo Colombo o projeto que transforma a Fatma em instituto.  Na prática, a mudança enfraquece o órgão.

Deixe Seu Comentário