Passos diz que Município contratará empresa para auxiliar pasta de Obras

Adriane Hess/ Assessoria de Imprensa Câmara de Vereadores

Prefeito de Canoinhas falou sobre educação, lombadas, ponte e busca por verbas federais e estaduais                                                                                                           

 

Prefeito Beto Passos (PSD) participou da primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de 2018 na noite desta segunda-feira, 6. O chefe do Poder Executivo fez balanço sobre as atividades de 2017 e comentou sobre as prioridades para este ano. Durante sua fala, disse que o Município está contratando serviços de empresas terceirizadas para auxiliar a Secretaria de Obras. Ele não detalhou como se dará essa contratação.

 

Passos lembrou que 2017 foi um ano difícil: sem material e com máquinas sucateadas. “Ainda assim conseguimos chegar em locais que há 20 anos não recebiam manutenção. Não deixamos os alunos sem irem para a escola e os produtores rurais não tiveram prejuízo por causa das estragas. Todos conseguiram escoar a produção”, frisou.


 

 

Ele agradeceu os colaboradores da pasta que trabalharam aos finais de semana: “o secretário Gil conquistou a sua equipe que dedicou muito amor aos canoinhenses deixando o conforto de seus lares e de suas famílias aos finais de semana para trabalharem pela população”.

 

 

VERBAS

Ainda sobre o ano que encerrou, falou da frustração do corte de verbas: “fomos à Brasília no início do ano passado e voltamos com a garantia de que iríamos receber R$ 3 milhões. O presidente Michel Temer cortou as verbas e ficamos somente com pouco mais de R$ 1 milhão. Era recurso que investiríamos para desafogar as filas das cirurgias e exames”, afirmou.

 

 

EDUCAÇÃO

Sobre a Educação, Passos anunciou que os alunos que frequentam a rede pública municipal receberão material didático de excelência: “se não tiver qualidade superior ao usado pelas escolas particulares, pelo menos será igual”, garantiu. Temas relacionados às secretarias do Meio Ambiente e da Assistência Social também foram pautados.



 

 

LOMBADAS

Antes de sua fala, os vereadores cobraram a instalação de redutores de velocidade. O prefeito falou ainda sobre a dificuldade na contratação de empresa fornecedora de massa asfáltica: “fizemos dois processos licitatórios e não apareceu empresa interessada. Agora estamos tentando pela terceira vez. Não fizemos ainda as lombadas nas ruas já pavimentadas por causa disso”, justificou.

 

 

 

PONTE DO RIO DO TIGRE

Beto Passos também informou sobre os entraves em relação à ponte do Rio do Tigre. As obras da ponte foram interrompidas pela Celesc porque a máquina que colocará as estacas corria o risco de alcançar na rede elétrica ocasionando acidentes e interrompendo a transmissão de energia para os moradores locais. “A companhia vai realocar a linha para que o trabalho seja retomado. A estrutura da ponte já está pronta para ser instalada”, disse.

 

Antes da fala de Passos, o vice-prefeito Renato Pike (PR) e a secretária de Saúde Zenici Dreher usaram a tribuna. Zenici colocou a Secretaria de Saúde à disposição da Câmara. “Qualquer dúvida quero vir aqui para esclarecer, na tribuna”, disse. Ela também falou sobre os planos para 2018 também.

 

 Pike lembrou que a Administração do Município está trabalhando incansavelmente: “inclusive aos finais de semana resolvendo problemáticas do Município”, ressaltou.

Deixe seu comentário:

Top