Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Mudanças no trânsito de Canoinhas não deram certo

Ações frequentes em Canoinhas visam conscientizar sobre prudência no trânsito/Arquivo

Colunista Edinei Wassoaski critica mudanças que concentraram trânsito no centro                                                                

 

Prefeito Beto Passos (PSD) já sinalizou que não concorda com o atual sistema do trânsito no centro de Canoinhas. Está certo. As mudanças implementadas em setembro passado não deram certo. Quem precisa transitar pelo centro nos horários de pico (12h, 13h e 17h) sabe bem do que estou falando.  O engarrafamento nos principais cruzamentos sempre foi crítico, mas o que as alterações implementadas em setembro fizeram agravaram a situação. Desde então, quem desce do Jardim Esperança sentido Campo d’Água Verde, obrigatoriamente tem de cair no centro, passar pela mais movimentado cruzamento da cidade (Getúlio Vargas com Francisco de Paula Pereira) para então entrar na rua Guilherme Prust, que dá acesso à avenida Expedicionários. Antes, tinha um acesso exclusivo pela Eugênio de Souza.

Esse, talvez, tenha sido o maior erro da mudança que na sua totalidade não é de toda ruim e tem na abertura do calçadão seu ponto mais positivo. Mas houve erro no sentido da abertura. Ao invés de as duas vias abertas convergirem para a rua Major Vieira, deveriam ter o sentido contrário, facilitando o fluxo de motoristas desesperados por uma vaga de estacionamento. Não precisariam dar a volta no quarteirão para cair na Vidal Ramos ou na Francisco de Paula Pereira.

Ademais, as mudanças não foram aprovadas pela população, como mostrou enquete do JMais. Motoristas de táxi ouvido pela coluna também reprovam as mudanças. Acham que precisam dar voltas antes desnecessárias, o que onera o cliente.

A lei agora assegura amplo debate sobre alterações no trânsito. Resta saber, portanto, quando teremos nova mudança que, de fato traga melhor fluxo para quem transita no centro.

 

 A PROPÓSITO: Prefeito Beto Passos (PSD) precisa ordenar, com urgência, que a Secretaria de Obras reveja as placas de sinalização instaladas no Município. São várias as esquinas sem indicação de preferencial. Em contrapartida, há esquinas onde há excesso de placas. Os dois motoristas têm de parar e decidir na base do cavalheirismo quem passa primeiro.

 

 

E a Cultura?

Não foi intenção da coluna ofender quem trabalha pela cultura canoinhense, especialmente quem passou pelos governo passados como foi o caso da sempre competente Viviane Bueno e do empresário Eike Bach. Ocorre que as condições políticas falam mais alto e eles não foram considerados para continuar nos cargos. Dessa forma, em pasta com poucos notáveis, resta mesmo a indicação política. Contentar a base também é uma função crucial do prefeito.

 

 

Meia volta, volver

A Câmara de Vereadores de Bela Vista do Toldo revogou o decreto legislativo que rejeitava as contas do prefeito Adelmo Alberti (PSDB) relativas a 2010. As contas devem ser reapreciadas, mas agora com uma composição bem mais favorável ao prefeito, que quase ficou inelegível por causa desse episódio.

 

 

Fujam para a colina

O fato de o Almirante Barroso ter se tornado uma escola de ensino médio integral levou à fuga de alunos da instituição. Consequentemente, o Santa Cruz não tem mais onde colocar tantos alunos. Os ex-Almirante se recusam a estudar o dia todo. Alegam que usam o contraturno para trabalhar e fazer cursos técnicos.

 

PERGUNTA PERTINENTE:

Não é contraditório tratar de remédio em casa sem remédio na farmácia básica?

 

 

ENTRE AMIGOS

Deputado Darci de Matos, vice-prefeito Renato Pike, vereador Paulo Glinski, governador Raimundo Colombo e prefeito Beto Passos durante partida de futebol na chácara de Darci na sexta-feira passada.

 

 

 

 

Tem alguém aí?

Foi-se o tempo em que os moradores da região tinham a visão do policial rodoviário amigo, tão bem construída pelos militares estaduais quando administravam a SC-280. Desde que os federais assumiram a rodovia, até insulfilm colocaram no vidro do posto para não serem vistos. O telefone do posto agora cai em uma central em Florianópolis que, na manhã de segunda-feira pelo menos, informava que não havia ninguém no posto de Canoinhas. E se acontece um acidente?

Dia desses nem a Polícia Militar conseguiu contato com os PRFs. Tiveram de estacionar duas viaturas em frente ao posto e buzinar.

 

 

 

 

Pinho Moreira e Mauro Mariani em reunião do PMDB catarinense realizada na semana passada. O partido está certo de que terá candidato próprio ao governo, resta saber quem.

 

 

 

 

A gente fica angustiada, mas aos poucos vamos resolvendo”

da secretária de Planejamento de Canoinhas, Viviane Collares, sobre a burocracia que torna lenta qualquer ação da prefeitura

 

 

 

 RÁPIDAS

MÁ VONTADE: Muitos dos policiais rodoviários que cuidam do posto de Canoinhas têm de vir de Mafra para cá todos os dias, o que não deve lhes agradar muito não.

 

0,5%: do orçamento é quanto a prefeitura de Canoinhas investe em cultura.

 

DOBRADINHA: Enquanto Gelson Merísio (PSD) e Mauro Mariani (PMDB) ensaiam candidaturas, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes é apontado como virtual vice de Udo Döhler.

 

DESTINO: O governo ainda não definiu o destino dos 1.084 policiais militares que pretende chamar em breve, mas já adianta que o objetivo é atender a demanda das grandes cidades do Estado.

 

 

SAÚDE: Laboratórios que prestam serviço ao Governo para fazer exames do Estado todo, em Florianópolis, podem suspender o serviço a qualquer momento. Motivo: pagamento atrasado.

 

3 MILHÕES de novas ações trabalhistas deram entrada no ano passado em todo o Brasil. Número que faz do país o campeão mundial em processos dessa natureza.

 

 

5%: deve ser o percentual de aumento do preço dos remédios aprovado para abril.

 

EDUARDO CUNHA: É o grande vilão da Lava-Jato para os brasileiros, aponta pesquisa nacional realizada pela Paraná Pesquisas.

Deixe Seu Comentário