Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Mafra inaugura ala para exames e cirurgias cardíacas

População precisava se deslocar para outros centros como Joinville e Curitiba                         

 

O Hospital São Vicente de Paula, de Mafra, inaugura nesta terça-feira, 20, o Serviço de Cardiologista Intervencionista e Hemodinâmica, que permitirá a realização de exames e procedimentos de cateterismo e angioplastia, bem como de cirurgias cardiovasculares.

O setor preenche um vazio assistencial da região, já que até então a população precisava se deslocar para outros centros como Joinville e Curitiba.

Para implantar esta novo serviço do HSVP foram investidos cerca de R$ 2,5 milhões em edificações, instalações especiais e equipamentos. Parte dos recursos são provenientes de convênio com o Ministério da Saúde por meio de emenda do deputado federal Mauro Mariani (PMDB), outra parcela de recursos próprios do hospital e parte de doações da comunidade na Conta de Luz.



“É um grande ganho social, pois os familiares também sofrem com os deslocamentos para longas distâncias, além do sofrimento da doença”, lembra Mariani.

O governador Raimundo Colombo (PSD) bem como o secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing confirmaram presença.

O diretor do hospital, Dário Clair Staczuk, comemorou a inauguração da ala, onde já foram feitos nove procedimentos com sucesso. “O aparelho vai beneficiar 400 mil pessoas de 13 cidades da região, de Monte Castelo a Porto União. Hoje, o paciente espera até dois anos na fila para ter acesso ao equipamento”, frisa.

A ala irá contar com um quadro gabaritado. O hospital capacitou funcionários – enfermeiros, técnicos em enfermagem e técnicos em radiologia – para trabalhar na área, bem como contratou uma equipe médica específica e com experiência para realizar os atendimentos, tanto eletivos como de urgência e emergência.

Após a cerimônia de inauguração da ala haverá uma visita ao canteiro de obras da UTI coronariana, prevista para ser inaugurada no 2º semestre de 2017, e que contará com 10 leitos para dar suporte e retaguarda aos serviços ora implantados. A  construção e equipamentos dessa UTI está sendo financiada com recursos do Governo do Estado de SC, por meio do programa “Pacto por SC”.

Deixe Seu Comentário