Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Muito planejamento e poucas ações: 100 dias de Beto Passos no poder

Uma das reuniões que Passos teve com a equipe no começo do governo/Divulgação

Assessoria do prefeito responde a questões levantadas pelo JMais, a partir de informações prestadas por todos os setores da prefeitura; Beto Passos quer reunir imprensa em coletiva no dia 18 

 

Há uma certa tradição por parte da imprensa de dar 100 dias de trégua para qualquer governante. Nestes 100 primeiros dias nada se critica, apenas se observa. Seguindo essa cartilha não formalizada, o JMais elenca a seguir algumas promessas de Beto Passos (PSD) durante a campanha vitoriosa a prefeito de Canoinhas e questões que surgiram nos últimos dias como problemas para sua gestão. O que importa aqui é quais ações o prefeito tem tomado para resolver problemas e colocar em prática suas promessas de campanha.

 

As questões foram respondidas pela assessoria de imprensa da prefeitura a partir de informações colhidas em todos os setores da administração municipal, sob supervisão de Passos. De modo geral o que se observa é um planejamento que parece construir-se com uma meta clara, o que já é um avanço, porém, poucas ações efetivas foram tomadas. As que foram tomadas, no entanto, são marcantes e parecem promissoras. A primeira de todas, a abertura da prefeitura em horário comercial deixou muita gente que depende dos serviços públicos, satisfeita. O trabalho da Secretaria de Obras em fins de semana também pode ser apontado como fato novo e positivo. Há, no entanto, respostas vagas para questões que exigem respostas efetivas como a retomada de obras de pavimentação, as melhorias prometidas na saúde que ao invés de avançarem recuaram com a falta de medicamentos no início do ano e o escândalo dos reagentes vencidos no Laboratório Municipal. Abaixo as questões levantadas pelo JMais. Entrevista coletiva no próximo dia 18 deve esclarecer mais dúvidas sobre esse início de gestão de Passos.

 

 

Obras de pavimentação herdadas do governo passado estão paradas. Por quê? Falo especificamente das ruas Rodolfo Scheide e Bernardo Olsen. Aquele ultimato aos empreiteiros não funcionou?

As obras estão sendo retomadas aos poucos. A empresa responsável pelas obras da Rodolfo Scheide é a Cazamusa. Neste ano detectamos problemas no projeto de drenagem e por isso pedimos a paralisação em quatro quadras (entre a Willibaldo Hoffmann e Erna Schumacher), pois se não houvesse essa correção os problemas de alagamentos poderiam se agravar com a pavimentação. Estes problemas precisam ser corrigidos para que a obra seja feita.

Sobre a Bernardo Olsen, a última revisão de projeto solicitada pelo engenheiro da Caixa está sendo enviada para aprovação e ficaremos no aguardo da liberação da Caixa para retomar a obra.

 

 

 

Sobre o programa de atividades físicas para idosos. Por que parou?

A prefeitura cedia professor para a Associação da Terceira Idade de Canoinhas (Ática) e esta parceria encerrou no final do ano passado. Estamos trabalhando para resolver esta questão porque é nosso compromisso zelar pela terceira idade oferecendo condições saudáveis e de lazer para que possam desfrutar dignamente dessa etapa de suas vidas.

 

 

 

Sobre a promessa de entregar remédios em casa. Algum avanço?

Sim. Comitiva da prefeitura foi até Rio do Sul conhecer o funcionamento do projeto para inspirar o modelo canoinhense que já está sendo trabalhado pela Secretaria de Saúde. As agentes de saúde já fizeram levantamento das pessoas acima dos 65 anos que usam medicamento contínuo. A minuta do projeto de lei será apreciada já na próxima reunião do Conselho Municipal de Saúde. Mais detalhes serão dados pelo prefeito durante entrevista coletiva marcada para o próximo dia 18.

 

 

 

Agendamento de consulta pela internet. Algum avanço?

Sim, inclusive com treinamento para alguns profissionais no dia 3 de abril. Neste sábado, dia 8, a equipe de informática vai instalar cabo de rede e internet, fazer manutenção de computadores na Policlínica com foco também neste agendamento. Estamos buscando meios para estruturar as unidades fisicamente e também com mão de obra. Para isso estamos abrindo processo seletivo para contratação emergencial de médicos para suprir as necessidades. Estas contratações nos renderão aproximadamente mil consultas por mês.

 

 

 

Cirurgias eletivas patrocinadas pelo município. Algum avanço?

Sim. Estamos realizando cirurgias eletivas desde janeiro com recursos ordinários e com recursos do Ministério da Saúde.

 

 

Desenvolvimento econômico. Há perspectiva de novas empresas?

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Turismo está passando por uma transformação. A pasta, que também é responsável pela emissão das notas do produtor rural, adota hoje uma nova metodologia de trabalho: os agricultores estão recebendo atendimento personalizado e humanizado com a reorganização do tempo de espera para a retirada das notas que agora gira em torno dos 10 minutos. Boa parte da arrecadação do nosso município é oriunda da agricultura. A gestão municipal reconhece isso e vai garantir que os agricultores recebam um tratamento especial. Para assegurar a melhoria constante dos serviços prestados, periodicamente vem sendo realizado uma pesquisa de opinião com os usuários do setor.

A geração de emprego e renda e a busca por novos investimentos são compromissos assumidos pela atual gestão e prioridade da secretaria de desenvolvimento econômico. Historicamente a preocupação única em trazer para nossa cidade novas empresas fechou os olhos dos administradores para questões internas fundamentais para o desenvolvimento econômico da cidade. Hoje, talvez por ingerência ou desorganização, a cidade não possui nenhum imóvel público cadastrado no setor de patrimônio, por isso o prefeito determinou que seja realizado um levantamento amplo de todas a áreas públicas, trabalho que envolve  as  secretarias de Desenvolvimento, Planejamento e o setor de tributos. O objetivo é criar o mapa do desenvolvimento do nosso município determinando como e para onde cada empresa pode ser direcionada. Até então isso era impossível. Outra importante medida é a revisão de todas as leis de incentivo, inclusive com algumas notificações já encaminhadas. Muitas áreas destinadas ao desenvolvimento estão abandonadas ou com a finalidade do projeto de incentivo desviada. A determinação do prefeito é que todas as áreas sejam revistas e no caso do descumprimento do propósito, imediatamente disponibilizadas para políticas de desenvolvimento.

Outra medida adotada foi a reabertura do portal turístico e nomeação de um diretor de turismo que está trabalhando para desenvolver o turismo no município. Pensar no desenvolvimento vai muito além do investimento externo, o objetivo é fomentar o desenvolvimento endógeno de toda a nossa cidade. Explorando as nossas características e as características da nossa economia é possível explorar um modelo focado na especialização flexível de nossas empresas, agregando valor aos nossos produtos e serviços. Temos uma excelente mão de obra, temos um bom hospital e ótimos centros de ensino. A organização e a implantação de um novo modelo de desenvolvimento são as bases para a atração de novos investimentos.

Com relação às novas empresas, uma série de conversas foi iniciada. A perspectiva é boa, mas a Administração mantém as negociações em sigilo. No passado, a vinda de possíveis empreendimentos que acabaram não se concretizando gerou frustração e decepção em nossa população e não iremos cometer o mesmo erro.

 

 

 

Na área habitacional, há perspectiva de mais casas populares?

Sim. O Governo Federal confirmou esta semana à Secretaria de Habitação a retomada de obras e contratações de imóveis do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e por isso mantemos nosso plano da construção das 600 unidades para o Município. Além disso, ainda este ano deve ser lançado o edital para a construção de 21 casas no Campo d’Água Verde. De acordo com o secretário Célio Galeski, 18 famílias serão retiradas de área alagável do Vila Verde e relocadas ao lado das casas construídas pela Defesa Civil. Outras três serão retiradas da rua Nenê Pereira também.

 

 

 

Déficit de vagas nos CEIs. O que está sendo feito a respeito?

Várias pastas da prefeitura estão trabalhando para receber as crianças do Residencial Nossa Senhora Aparecida. Com esta ação já teremos diminuição na fila e abertura de novas vagas. No entanto, temos novidades relacionadas à abertura de novas vagas que serão anunciadas na coletiva de imprensa do dia 18.

 

 

 

Revisão do Plano de Cargos e Salários do Magistério. Algum avanço?

Sim. A Secretaria começou a ouvir os professores. Aliás, tivemos importantes avanços na área da Educação no tocante aos professores. Pela primeira vez houve uma distribuição transparente de aulas para os professores efetivos na rede. Não foi algo impositivo, mas um processo de escolha realizado com os professores por meio de resolução. Este processo será explicado na coletiva de imprensa do dia 18. Outra marca importante destes 100 dias é o acesso da comunidade à secretaria.

 

 

 

Mudanças no trânsito. Haverá? Quais? Quando?

Sim. Temos novidades que serão apresentadas na coletiva de imprensa do dia 18.

 

 

 

O que tem sido feito para melhorar condições de estradas e atendimento médico no interior?

Tivemos muitos avanços para o interior. A prefeitura tem chegado a lugares que até então não chegava. Por exemplo: uma via em Marcílio Dias há mais de 20 anos não recebia manutenção. E assim encontramos muitos outros locais que há mais de uma década não recebiam obras. Trabalhamos inclusive aos finais de semana para garantir um pouco de dignidade para quem vive no interior. Encontramos muitas estradas abandonadas. Na coletiva do dia 18 apresentaremos balanço de tudo o que foi realizado e as localidades que foram percorridas e como conseguimos garantir o transporte escolar.

Sobre o atendimento médico: está mantido médico uma vez por semana e estamos estruturando uma unidade básica central/urbana para que nos outros dias seja referência também aos que vivem no interior.

 

 

 

Alguma aquisição para melhorar o trabalho da Secretaria de Obras?

Sim, o Município comprou bastante cascalho, usado especialmente no interior. Também graças a uma força tarefa encabeçada por Beto Passos e Pike, conseguimos a liberação da pedreria do Rio do Pinho que desde junho do ano passado estava interditada. Esta foi uma grande conquista para o município.

 

 

 

Nas áreas de esporte e lazer, houve avanço? Qual(is)?

Sim, muitos avanços que serão apresentados no dia 18. Estamos investindo nos canoinhenses com a ampliação das escolinhas e dos espaços onde elas são oferecidas. Na segunda, dia 10, inicia a fase municipal dos Jogos Escolares de Santa Catarina. Ano passado apenas três escolas participaram e este ano temos a adesão de 14 unidades. Os jogos ocorrem nos ginásios do Almirante e do Sagrado. A Fundação Municipal de Esporte e Lazer já tem calendário para 2017 que também será apresentado na coletiva da próxima terça-feira.

 

 

 

E na área de cultura?

Tivemos uma importante exposição nestes primeiros cem dias: “Claro Gustavo Jansson: o fotógrafo do Contestado”. A mostra de nível nacional foi sucesso e encerrou com música no dia 30 de março. Mais de mil pessoas prestigiaram o trabalho da Rosa Maria Tesser. A Fundação Cultural Helmy Wendt Mayer já está trabalhando no calendário que será apresentado no dia 18.

 

 

Assistência Social

Na área de Assistência Social, a partir de um reordenamento interno e de visão sobre o papel da Assistência, iniciamos nova fase nas políticas públicas da área. E prova disso foi a realização dos eventos alusivos ao “Dia Internacional da Mulher”. Oferecemos oficinas em diversas áreas, mas especialmente na área jurídica e da saúde nos Cras – descentralizando as atividades do Dia da Mulher antes voltadas apenas ao Centro. Quase 800 mulheres participaram das atividades durante aquela semana que culminou com evento especial no dia 11 de março, no Centro. No dia 18 de maio, novo evento será realizado pela secretaria: será o dia de lutar contra a violência infanto-juvenil.

 

 

 

 

 

Deixe Seu Comentário