Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Greve dos caminhoneiros exprime grito de revolta do povo

Paralisação na BR-280, em Canoinhas/Biluka/JMais

Edinei Wassoaski fala sobre as paralisações em pontos de bloqueio nas rodovias de todo o País                

 

Em entrevista à rádio 98FM na quarta-feira, 23, líderes do movimento que bloqueia a passagem de caminhões pela BR-280, em Canoinhas, agradeceram a empresários e pessoas da comunidade em geral que têm levado alimentos e agasalhos para eles. Todos, segundo eles, dizem que os caminhoneiros, neste momento, representam toda a sociedade que cansou de pagar impostos extorsivos em troca de quase nada.

 

 


    Se um extraterrestre pousasse hoje em Canoinhas poderia estranhar movimento tão intenso nas barreiras da cidade. Quem mora aqui, no entanto, sabe que essa mobilização é o estopim de anos de descaso do governo com a região.

 

 

     Dos R$ 4 e alguma coisa que se paga hoje pelo litro da gasolina, 45% vão para pagar ICMS (29%) e Cide (16%). A Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide-combustíveis) foi instituída pela Lei 10.336/2001 com a finalidade de assegurar um montante mínimo de recursos para investimento em infraestrutura de transporte. Quem mora aqui e depende da SC-477, que liga Canoinhas a BR-116, quer saber para onde vai a Cide que paga. Ah, mas o tributo é federal. Como disse certa vez Leonel Brizola, “as pessoas vivem nos municípios”. O sentido de Brasil e Santa Catarina é abstrato. A estrada esburacada que o cidadão arrisca sua vida todos os dias fica em Canoinhas ou em Major Vieira.

 

 

    De mãos atadas, o Governo se revira para tentar achar uma solução que acabe com os protestos. Não encontra porque concentra todos os impostos, gasta muito e gasta mal. Ao tentar cortar tributos vê que algo do péssimo serviço que presta precisa sofrer cortes.

 

 

   Que esse episódio sirva para as autoridades políticas refletirem sobre o quão danoso é concentrar os tributos em Brasília. Imaginem se a fábula que rende a Cide, só dos motoristas de Canoinhas, ficasse nas mãos do prefeito Beto Passos (PSD)? Com o povo de olho, teria ele coragem de desviar o recurso para outra pasta ou ele, como um dos mais interessados em resolver as encrencas da SC-477 e da SC-120, já não teria resolvido essas duas pendengas?      

 

 

 

Resposta de Pike

Vice-prefeito Renato Pike (PR) afirma que sua relação com o prefeito Beto Passos (PSD), a despeito do publicado na coluna passada, não está no limite. Diz que as eventuais divergências são discutidas sem maiores sobressaltos e que a saída de Vivianne Collares do governo se restringe única e exclusivamente a vontade dela, baseada em questões pessoais.

Passos não soltou um “a” sobre a questão.

 

 

 

Reunião esvaziada

Depois de duas horas de espera, quem foi acompanhar a inauguração do sistema integrado da Defesa Civil na sexta-feira passada, desistiu. Governador Pinho Moreira (MDB) simplesmente não apareceu para a transmissão em rede com todas as regionais. Depois soube-se que ele fez a inauguração sem transmissão.

 

 

“O nome Leoberto já está presente na região”

do pré-candidato a deputado estadual, Leoberto Weinert (MDB). Ele vê com otimismo a penetração de seu nome de Porto União a Campo Alegre

 

 

TROCA DE COMANDO

Reinaldo de Lima Jr (E) foi empossado na segunda-feira, 21, como presidente da Associação Empresarial de Canoinhas (Acic), em substituição a Alfredo Scultetus, o Gugo, que deixa a direção da entidade depois de dois mandatos. Jr colocou como prioridades dar continuidade ao trabalho iniciado por Gugo e valorizar os núcleos da Acic e o Observatório Social, fundado pela entidade.



 

Sem concursados

O custo elevado da folha de pagamento impedirá novas nomeações de concursados em 2018 pelo Estado. A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) impede gastos acima de 49% da receita do Estado com o salário dos servidores. Neste momento, segundo o governador Eduardo Pinho Moreira, o valor pago ao funcionalismo atingiu 49,18%. Em maio, o valor da folha fechará em R$ 1,18 bilhão. Com isso, Pinho Moreira não vê como ocorrerem contratações de concursados até julho. Pela legislação eleitoral, entre julho e dezembro ficam impedidas nomeações. Elas só podem ser feitas a partir de janeiro do ano que vem, com a posse dos eleitos.

 

 

NOVA FACE DO ELEITOR: Espantoso analisar como o perfil do eleitor brasileiro mudou nos últimos dez anos. A população com mais de 60 anos supera a dos jovens entre 16 e 24anos em 2018. Os dados são do Datafolha.

 

 

MDB em movimento

Sob o comando do vereador Paulo Basílio (Canoinhas), a JMDB/SC tem percorrido o Estado inteiro, organizando o segmento e levantando as demandas dos jovens emedebistas. O projeto “Juventude Democrática” pretende passar pelas 36 regionais e extrair os anseios do jovem catarinense.

 

RÁPIDAS

FICA PRA PRÓXIMA: A inauguração da estação de tratamento de esgoto de Canoinhas, que aconteceria hoje, foi adiada mais uma vez. Desta vez, o motivo é a paralisação dos motoristas.

 

EFEITO REFORMA: Sindicato Intermunicipal dos Professores de SC decidiu fechar as unidades de Mafra e Canoinhas, Tijucas, Caçador e Videira. Alega dificuldades financeiras com o fim do recolhimento do imposto sindical.

 

BOA NOTÍCIA: Levantamento do Governo do Estado mostra que com a Lei Seca houve recuo no número de mortes no trânsito de SC. Foi de 34,1 para cada 100 mil habitantes para 25,6.

 

DESDÉM: Para o pré-candidato ao Governo, Gelson Merisio (PSD), Canoinhas pouco importa. Ele visitou todas as regionais do Estado participando de sabatinas com jornalistas. Na região, veio a Mafra e pulou para Caçador. Nenhum jornalista de Canoinhas foi convidado.

 

CIVIL: Canoinhas perdeu o delegado Flavio Silva Jr, mas ganhou outros dois: Alan Pinheiro de Paula cuida da DPCO, enquanto Wellington Bossi da DPCAMI.

 

80 MIL: proposições foram feitas pelos congressistas brasileiros em 30 anos. 57 mil são projetos de lei.

 

2: casos envolvendo ex-prefeitos de SC desceram para segunda instância.

 

ADIADA: Reunião do MDB regional que aconteceria neste sábado, 26, em Canoinhas, foi adiado para junho por causa dos bloqueios nas rodovias.

 

PERGUNTA PERTINENTE: 

Quando começa a segunda etapa de instalação do saneamento básico em Canoinhas?

 

Deixe Seu Comentário