Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Vinte municípios de SC registraram ocorrências por causa das chuvas

Bombeiros de SC atendem várias ocorrências ligadas às chuvas/Divulgação/CBMSC

Em Major Vieira faltou luz nesta quinta-feira, 11.  Os dados da Defesa Civil apontam 485 desalojados, cinco desabrigados, 3.751 afetados e 937 residências atingidas

 

As chuvas das últimas 48 horas causaram ocorrências em 20 municípios catarinenses, conforme o último relatório da Defesa Civil, divulgado às 16h30 desta quinta-feira, 11. A situação mais crítica é em Florianópolis, onde já choveu  mais de 300mm, volume que supera a média climatológica do mês de janeiro. Somente na estação de Carijós, no Norte da Ilha, o total de chuva ficou em 400mm. Já em Imbituba, no Sul do Estado, até São Francisco do Sul, no Litoral Norte, o acumulado supera os 100mm. Nas demais regiões do Litoral, o total de chuva nestes três dias ficou entre 30mm e 50mm.

 

 


As ocorrências como alagamento e deslizamentos de terra foram registrados nos municípios de Lauro Muller, na região da Serra do Rio do Rastro, Imbituba, Florianópolis, Braço do Norte, São José, São João Batista, Biguaçu, São Francisco do Sul, Penha, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Bombinhas, Navegantes, Taió, Camboriú, Porto Belo, Governador Celso Ramos, Tijucas e Palhoça. Os dados da Defesa Civil apontam 485 desalojados, cinco desabrigados, 3.751 afetados, 937 residências atingidas, dois mortos, um ferido e dois desaparecidos.

 

 

A meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues informou que o maior volume de chuva foi registrado na madrugada desta quinta, 11, em Florianópolis, com totais em torno de 150mm. “Nesta sexta-feira, a chuva começa a diminuir. No sábado e domingo, a previsão indica sol. Toda essa chuva é favorecida pela evaporação do mar, que está aquecido, e os elevados índices de umidade do mar que são transportados para as cidades litorâneas”, explicou.

 

 

ATUAÇÃO DA DEFESA CIVIL

Nesta quinta-feira, 11, as equipes municipais da Defesa Civil realizam o levantamento de dados. As equipes de emergência ficaram de prontidão durante a noite para atender a população, caso fosse necessário. Durante a noite, a Defesa Civil do Estado emitiu alerta para o Litoral catarinense para o risco de alagamentos e deslizamentos. Foram usadas as plataformas tradicionais, como as redes sociais, site e SMS.

 

 

O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, disse que a população precisa ficar alerta. “Estamos trabalhando com bastante informação e atuando de todas as formas para administrar os possíveis riscos ocasionados pelas chuvas. Vamos continuar monitorando, informando e prestando toda assistência possível”, afirmou.

 

 

Na manhã desta quinta, os coordenadores regionais da Defesa Civil SC auxiliam as equipes municipais e orientam sobre os procedimentos necessários.

 

 

FALTA DE LUZ

Mafra é a terceira regional com maior número de unidades consumidoras sem energia. Na região de Papanduva, a cidade de Major Vieira ficou sem luz nesta quinta-feira, 11. A energia já foi restabelecida. A previsão para a região de Canoinhas, onde choveu 33 milímetros nas últimas 24 horas (entre quinta e sexta), é de melhora gradual do clima no fim de semana. O jornal  Diário Catarinense chegou a listar Canoinhas entre as cidades que teriam registrado ocorrências por causa da chuva, mas os bombeiros informaram que nada relacionado a chuvas foi atendido nas últimas horas. Nas redes sociais foram divulgadas fotos de enxurradas em alguns pontos do centro. As enxurradas, no entanto, não causaram prejuízos.

 

 

Dados Registrados SDC/SC – 11/01/18 – 08h30min

Maiores acumulados nas últimas 12 horas

Florianópolis – Carijós 243 mm



Florianópolis – Santo Antonio de Lisboa 189 mm

Florianópolis – Itacorubi 173 mm

Penha – 152 mm

São Francisco do Sul – 146 mm

Florianópolis – Centro – 124 mm

Balneário Camboriú – 113 mm

Itapema – 145 mm

Camboriú – 112 mm

São José – 93 mm

Barra Velha – 81 mm

Maiores acumulados nas últimas 48 horas

Florianópolis – Carijós 400 mm

Florianópolis – Santo Antonio de Lisboa 324 mm

Florianópolis – Centro 311 mm

Florianópolis – Itacorubi 309 mm

Governador Celso Ramos – 241 mm

Palhoça – 217 mm

São José – 216 mm

Antônio Carlos – 181 mm

Penha – 180

Itapema – 176 mm

Biguaçu – 167 mm

Navegantes- 166 mm

São Francisco do Sul – 154 mm

Balneário – 153 mm

Deixe Seu Comentário