Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Confronto entre Polícia e quadrilha em Três Barras termina com a morte de três

Local da operação/Divulgação

ATUALIZADA ÀS 8h54 DE 1/11/14

A Polícia Civil por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas e a Polícia Militar evitaram na madrugada deste sábado, 1º de novembro, a explosão de um caixa eletrônico de um banco em Três Barras, Norte do Estado. A ação resultou na morte de três criminosos, dois feridos e três presos. Com o grupo, foi apreendido quatro pistolas, explosivos e um colete balístico. Todos os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Canoinhas.

Quando a quadrilha especializada em assaltos a banco chegou para efetuar o roubo, foram surpreendidos por cerca de 25 policiais civis e militares no interior do local. Houve troca de tiros. Nenhum policial foi morto ou ferido.

O delegado da Divisão de Roubos e Anti-Sequestros da Deic, que também participou do caso, Anselmo Cruz, informou que as investigações começaram há cerca de dois meses. A quadrilha é de Curitiba (PR), sendo que um dos integrantes presos é de Três Barras. O grupo já praticou diversos roubos na região.

Os criminosos presos vão responder pelos crimes de furto qualificado, tentativa de homicídio, associação criminosa e pelos roubos anteriores. Até o momento não foram identificados todos os integrantes da quadrilha.

“Os explosivos chegaram a ser colocados em dois caixas eletrônicos. Mas a ação das polícias impediu a explosão. Essa é a sétima quadrilha desmantelada pelas polícias de Santa Catarina, o que faz com que a maioria desses crimes não tenham sucesso. Esse tipo de quadrilha, com esse tipo de armamento, acabam em confronto com a polícia, tendo como resultado o ocorrido desta madrugada,”, explicou o delegado.

Conforme o delegado Regional e da DIC de Canoinhas, Wagner Valdivino Meirelles, os assaltantes chegaram às 2h05min, em dois veículos em Três Barras, e de forma muito rápida, armaram os explosivos e pés-de-cabras (1,5 metro) nos caixas eletrônicos da agência do banco.



Eles estavam encapuzados e armados. Os policiais civis e militares, percebendo a ação dos assaltantes, deram ordem de prisão, que, no entanto, não foi acatada pelos autores, os quais desferiram disparos contra os policiais, que revidaram.

Assista vídeo feito por uma vizinha da agência bancária:

TÁTICA

Com informações de que a quadrilha pretendia assaltar a agência, policiais civis e militares montaram uma campana no local. Eles ficaram escondidos dentro de uma caçamba. Quando os bandidos se preparavam para explodir o caixa, eles anunciaram o flagrante, momento em que começou o tiroteio. Segundo a Polícia, os bandidos usavam coletes balísticos e armas de uso restrito.

Segundo os bombeiros, o rapaz de 28 anos que ficou gravemente ferido recebeu dois tiros na região do tórax, um na região parietal direita e um na perna esquerda. Na manhã deste sábado ele foi transferido para São Bento do Sul.

[nggallery id=9]

 

 

Deixe Seu Comentário