Matérias de: JMais TV

Niceto Fuck: O perfil de um empreendedor

Empresário canoinhense foi homenageado nesta semana pela Academia de Letras do Brasil – seccional de Canoinhas

 

Niceto Osmar Fuck nasceu em 12 de agosto de 1940. É o quinto de oito irmãos. Em Canoinhas, onde nasceu, fez o jardim de infância no Colégio Sagrado Coração de Jesus, onde também fez o curso primário. Concluiu o ensino fundamental e médio no Colégio Santa Cruz.

 

 

Ainda no ginásio despertou seu interesse pela agricultura. Desde cedo, Niceto demonstrou espírito empresarial.

 

 

A vontade de liderar era latente no menino franzino e de olhar desconfiado. Sua primeira “empresa” foi uma pequena plantação que cultivou no fundo da casa de seus pais. Trabalho premiado na 1ª Exposição Agroavícola Industrial do norte de Santa Catarina, quando Niceto tinha 13 anos.

 

 

O gosto pelo cultivo e criação ganhou consistência quando ingressou no curso de agronomia da Universidade Federal do Paraná, sediada em Curitiba.

 

 

Além de fazer alguns serviços para a Empresa do pai, como cobranças e compras, na mesma época, Niceto fez o curso preparatório de oficiais da reserva arma de engenharia. Sendo assim, em 1960 formou-se pelo Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de Curitiba, aspirante de Arma de Engenharia, e em 1962, formou-se engenheiro agrônomo.

 

 

A profissão de engenheiro agrônomo, começou a exercê-la, logo em seguida.

 

 

No período de férias da faculdade, aproveitava para trabalhar nas plantações que passou a cultivar na Fazenda Encruzilhada, atual Residência Fuck. Plantação de fumo, milho e arroz e criação de porcos e gado foram atividades que Niceto passou a desenvolver. E também ajudava o pai na Empresa Fuck, fundada quando Niceto tinha três anos de idade.

 

 

Em 1964, ano do golpe militar, o país passava por uma terrível fase. Jacob Jr, pai de Niceto, sofria com problemas de saúde. Niceto passou a trabalhar efetivamente na Empresa.

 

 

Em 1968, casou-se com Rosecler Damaso da Silveira, com quem teve três filhos – Luis César, Carlos Eduardo e Felipe Alexandre. Foi neste ano também que passou a fazer projetos florestais em uma época em que não existia a profissão de engenheiro florestal. Foi nesse tempo que Niceto, em uma medida arrojada, começou a plantar árvores de pinus. “Será o futuro da região”, afirmava acertadamente.

 

Em 1973, fundou em sociedade, a Femaq – Máquinas e Madeiras, empresa sediada em São Paulo. Pelo fato de não poder estar acompanhando de perto os negócios, três anos depois, Niceto vendeu sua parte na sociedade.

 

 

Administrou diversas empresas, entre elas, uma no Paraguai, chamada Laminados e Asserrados Yacuy SRL, que existiu por 28 anos. No Paraná criou a Formasa – Fornecedora de Madeiras SA, existente até hoje. E no Mato Grosso, a Madeireira Joara Ltda, também ainda em operação. Também criou a Transportadora Fuck Limitada e a ajudou na criação da Fuck Automóveis, hoje Fiat Veritá. Também ajudou na criação da Fuck Materiais de Construção e da Construtora Concal, juntamente com seu irmão, Luis Fernando, mais tarde incorporada à Empresa Fuck S.A.

 

 

Com a grande crise do petróleo em 1973, viajou ao exterior para abrir novos mercados. Foi assim que a empresa Fuck passou a exportar para Estados Unidos, Europa e América Latina.

 

 

Também nunca deixou de procurar as últimas tecnologias, visitando as mais importantes feiras de máquinas e equipamentos na Europa e Estados Unidos.

 

 

Esteve em feiras para vendas de produtos industrializados na Síria e no Líbano, Emirados Árabes e Estados Unidos.

 

 

Em 1978 abriu a Fuck Compensados, em Três Barras.

 

 

Em 2015, a empresa Fuck foi cindida e Niceto passou a administrar a unidade de compensados, em Três Barras, que passou a se chamar FComp, além da Erva-mate Yacuy e a Florestal Yacuy Limitada.

 

 

Nunca aceitou os incontáveis pedidos de partidos políticos, para que se candidatasse a cargos públicos. Isso porque, sempre achou que tem um perfil mais empreendedor do que político.

 

 

Conversando com pessoas próximas a Niceto, todas são unânimes em dizer que a humildade e o brilhantismo andam juntos desse senhor de 78 anos com espírito jovem. Todos os dias, trabalha por mais de oito horas, adora caminhadas, natação e uma boa leitura.

 

 

“Tudo em que ele põe a mão, é para funcionar”, comenta sua esposa, Rosecler.

 

 

“Niceto possui uma estrela muito forte”, opina sua irmã, Carmela, em revista sobre os 60 anos da empresa Fuck publicada em 2003.

 

 

Niceto nunca ostentou. Tanto é que, em tempos difíceis, chegou a fazer entregas, de caminhão, para clientes de diversas partes do país.

 

Muita gente foi ajudada por ele.

 

 

Participou por anos da diretoria da Igreja Matriz Cristo Rei de Canoinhas. Presidiu a Associação Comercial e Industrial de Canoinhas, por duas gestões. Foi um dos responsáveis pela criação de um conjunto habitacional para famílias carentes. Presidiu a diretoria do Hospital Santa Cruz de Canoinhas, que assumiu com uma dívida de 1 milhão de dólares. Em quatro anos pagou as dívidas, reformou e construiu novos leitos, terminando sua gestão com dinheiro em caixa; além de muita colaboração a entidades públicas e particulares que Niceto prestou, no decorrer de sua vida.

 

 

Portador de um senso de humor único, visão empresarial apurada e inteligência de estrategista, Niceto usa desses artifícios para sobressair-se como negociador e manter-se como um dos mais admirados e respeitados empresários de Canoinhas e região.

 

 

Quando perguntado sobre o que quer que seus filhos herdem como grande lição de vida, é categórico: É preciso ter foco e analisar tudo, nos mínimos detalhes. Não invista mais do que ganha. Nada acontece sozinho. Para algo dar certo, exige dedicação e empenho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reabastecimento de postos de Canoinhas forma filas quilométricas

Fila de veículos no posto Zaka, em Canoinhas, nesta quinta/Edinei Wassoaski/JMais

Nem todos os postos de combustíveis da cidade estão trabalhando neste feriado                                              

  Canoinhas voltou a ver filas quilométricas nos postos de combustíveis na manhã desta quinta-feira, 31. Apesar do feriado, muita gente...
Continue lendo...

Top