Canoinhense morre na rodoviária de Cascavel em confronto com policiais

André tinha 35 anos/Facebook/Reprodução

André Ferreira Frogel, 35 anos, estaria alterado em um ônibus que passava pelo terminal

 

O canoinhense André Ferreira Frogel, 35 anos, morreu em confronto com a Polícia Militar, no fim da noite de quinta-feira, 4, na Rodoviária de Cascavel, no Paraná. De acordo com o portal de notícias CGN, policiais militares foram verificar uma denúncia de um passageiro alterado em um ônibus que chegava no terminal. O ônibus tinha como itinerário Foz do Iguaçu – Florianópolis e, segundo relatos, André iria descer em Itajaí.

 


 

 

Ainda de acordo com o portal, quando percebeu que seria abordado, André desceu do coletivo efetuando tiros contra os policiais. Ele conseguiu correr até a frente da rodoviária, quando foi alvejado por disparos de arma de fogo.

 

 

O médico de plantão e socorristas do Siate foram mobilizados para prestarem atendimentos a André, mas apenas puderam constatar sua morte, informou o CGN.

 

 



Equipes da PM e Guarda Municipal (GM) prestaram apoio à ocorrência.

 

 

Na tentativa de fuga, o canoinhense encontrou a porta de vidro da rodoviária fechada e teria estourado o vidro para sair do prédio.

 

 

O revólver estava próximo ao corpo e a área foi isolada.

 

 

Equipes do Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo. Na noite desta sexta-feira, 5, o CGN informou que o corpo de André seguia no IML aguardando alguém reclamá-lo. Na manhã deste sábado, 6, a mãe de André publicou no perfil dele no Facebook: “Meu Deus me ajude. Tiraram meu filho de mim covardemente. Arrancaram meu coração, que tristeza. Sem palavras. Meu André”.

Deixe seu comentário:

Top