Canoinhense ganha mais de US$ 100 mil no poker

Essa é a segunda vez que ele ganha um prêmio expressivo no poker                                             

 

Um canoinhense que não quis se identificar por questões de segurança conseguiu mais uma façanha no mundo do poker. Na madrugada deste domingo, 8, no torneio mais técnico e difícil de domingo, o Sunday Million, disputado virtualmente por mais de 7 mil jogadores do mundo todo, ele alcançou US$ 101 mil, sua maior premiação até então.

 

 


O canoinhense conta que desde que conquistou o bracelete no Wcoop em 2015 sempre buscou aprimorar cada vez mais seus conhecimentos no Poker. Ele vinha de várias sequências de traves como no WSOP em São Paulo, ficando com a 26ª colocação. Na competição, o campeão faturou R$ 800 mil e bracelete.

 

Agora mais dedicado ao Poker on line, o canoinhense conseguiu fazer o seu melhor por mais de 14 horas de torneio. Restando apenas quatro jogadores, eles entraram em um acordo e decidiram pelo chip chop, ou seja, a divisão do prêmio de acordo com as fichas em jogo no momento. Foi um bom acordo, na visão do canoinhense, devido ao alto nível técnico de seus adversários e por no momento ser o segundo em fichas.

 

 

O acordo fechou em torno de US$ 100 mil para cada um. Mesmo assim, eles disputaram a final, colocando em disputa um valor simbólico perto do que já tinham faturado. “Como já tinha garantido os 100 mil dólares, joguei bem mais solto, mais tranquilo (na final) e acabei ficando em terceiro”, conta o canoinhense.

 

 

A primeira colocação também ficou com um brasileiro, Bruno Boucas. Ele recebeu US$ 117,8 mil. Um dinamarquês ficou em segundo lugar e faturou US$ 102,8 mil. Convertido em reais, o prêmio do canoinhense renderia hoje R$ 383,8 mil.

 

 



PRECONCEITO

O canoinhense diz que muita gente tem preconceito com o poker, porque confundem com jogos de azar. “Quando você encontra um jogador com mais habilidade e o outro que vai ser orientado pela sorte, pode ser que o jogador ganhe na sorte. Agora se você jogar cem vezes, na mesma situação com certeza a habilidade vai predominar sobre a sorte”, compara.

 

 

Em 2015, o canoinhense ganhou US$ 20.862, cerca de R$ 75 mil à época, até então a maior premiação de toda a sua carreira nos MTTs online.

 

 

 

 

 

 

 

 

Top