Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Canoinhas está desenvolvendo, sim!, diz governo

Beto Passos, prefeito de Canoinhas. Priscila Noernberg /Divulgação

Ações realizadas ao longo de 2017 mostram que Canoinhas não depende exclusivamente de empresa de fora para sobreviver, diz governo

 

O Governo de Canoinhas está mostrando que é possível desenvolver sem depender exclusivamente da vinda de uma grande empresa para o município. É o que afirma o prefeito Beto Passos (PSD). “Estamos implantando um novo modelo de gestão que busca potencializar a economia local promovendo também o compromisso das iniciativas empresariais com este desenvolvimento”, comenta Passos.

 

 

Isso passa pela busca da eficiência de instituições. “O que estamos buscando fazer desde o início do ano aqui na prefeitura”, assegura do secretário do Desenvolvimento Econômico, Paulo Machado.E este reordenamento da secretaria e dos serviços oferecidos na pasta podem ser representados em números. Neste ano foram feitas aproximadamente 1.400 carteiras de trabalho – quantidade superior do ano passado.

 

 

A secretaria também melhorou os serviços prestados ao produtor rural que é responsável por boa parte da economia do Município. O horário de atendimento foi ampliado e o tempo de espera para que o agricultor possa resolver suas demandas foi reduzido fazendo com que o produtor seja atendido, em média, em 20 minutos, cita relatório elaborado pela assessoria de imprensa da prefeitura.

 

 

Otimizando o lançamento de notas, a Secretaria do Desenvolvimento ampliou o movimento econômico do Município aumentado a arrecadação tributária fazendo com que isso seja revertido em investimento aos munícipes. “Isso fará com que logo atinjamos R$ 1 bilhão em movimento econômico. Além do crescimento da safra isso também acontece em função da agilidade no lançamento das notas”, explica Machado.

 

 

Outro trabalho que o Governo Municipal julga importante é a fiscalização nas áreas públicas concedidas para empresas que estavam ociosas. O Município não tinha este controle. “O trabalho avançou tanto que já ingressamos com ações judiciais para pedir a reintegração de posse”, diz Machado.

 

 

 

“Estas áreas estavam ociosas e vinham impedindo que empresas, tanto de Canoinhas, quanto de fora, pudessem crescer e ampliar suas atividades contratando porque não tinham o benefício da concessão do espaço público”, ressalta o prefeito de Canoinhas que lembra ainda que muitos destes imóveis estão em áreas estratégicas impedindo a ampliação de empresas locais e a vinda de outros empreendimentos de médio porte.

 

 

MEI

O Governo Municipal não deixou os microempreendedores sem atendimento com o cancelamento do convênio entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e a Associação Empresarial de Canoinhas (Acic) – ocasionado por força da lei 13.019 que dificulta o repasse de recurso entre entidades. “Passamos a oferecer este serviço aqui na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e já conseguimos abrir 100 CNPJs para MEI formalizando o trabalho e fazendo com que o município tivesse retorno sobre isso”, celebra Machado. Em relação aos microempreendedores, o Município, por meio de parcerias, está realizando ciclo de palestras e capacitação.

 

 



CRESCIMENTO LOCAL

O vice-prefeito Renato Pike lembra que a Administração Municipal, por meio do Desenvolvimento Econômico e demais secretarias,“trabalha para desenvolver o comércio local fomentando o chamado crescimento de endógeno e exemplos disso é a reativação do Parque de Exposições com os eventos que lá acontecem atraindo público para Canoinhas movimentando a economia local”.

 

 

ARTICULADOR

O Governo Municipal está trabalhando com um mobilizador e articulador. O Festival Gastronômico de Primavera, por exemplo, serviu aproximadamente mil pratos em nove restaurantes participantes.

 

 

As comemorações do Natal – cuja abertura acontece dia 24 de novembro – também é outro exemplo onde o Município aparece como motivador. Há meses o Natal está sendo planejado com diversas entidades. É uma construção a várias mãos. Canoinhas faz parte de uma microrregião, onde num raio de 80 km, existem 14 cidades com uma população de 350 mil pessoas. “Nosso objetivo é consolidar Canoinhas como referência no comércio e na prestação de serviços de toda essa região fazendo com que os consumidores desloquem-se até a nossa cidade para comprar, consumir e se divertirem”, explica Machado.

 

 

O Natal deste ano será um dos maiores que Canoinhas já teve, promete Passos, com direito a show nacional na abertura. Essas comemorações, que estão sendo articuladas com o comércio, empresários e diversas instituições e associações, impedirá que as pessoas saiam de Canoinhas para visitar outras cidades, segundo ele.

 

 

 

EMPRESAS MAIORES

Além das ações para aquecer a economia local, o Governo Municipal diz que busca novos investidores. “Temos o compromisso do Governo do Estado para que nos auxilie a trazer empresas maiores quando o cenário econômico estiver mais favorável”, garante Passos. Entre o apoio está o incentivo tributário.

 

 

Até que isso ocorra, o Governo Municipal continuará trabalhando para auxiliar as pequenas e médias empresas, explica. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho mostram que Canoinhas admitiu 3.077 pessoas, tendo saldo positivo e 158 novas vagas de emprego em 2017. “A tendência é que possamos encerrar este ano no azul, diferentemente de 2016 quando a variação ficou negativa”, espera Machado.

 

 

Todo o trabalho realizado nestes 10 meses resultará – até o final de 2017, início de 2018, na criação efetiva de 100 empregos diretos somente com ampliações e inaugurações, afirma o governo. “Há empresas que estão no aguardo destas decisões de reintegração de posse para ampliarem os seus negócios e admitirem”, revela Passos. Uma delas trará um investimento inicial de R$ 2,5 milhões e deve gerar faturamento de R$ 400 mil ao mês.

 

Deixe Seu Comentário