Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Canoinhas é referência na coleta seletiva de lixo

Priscila Noernberg /Divulgação

A destinação correta de resíduos recicláveis é um desafio para todos os municípios

 

 

O município de Canoinhas está se tornando referência quando o assunto é a coleta seletiva de lixo graças ao trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente em parceria com o Recanto da Reciclagem. Esta semana, representantes das duas instituições estiveram em Irineópolis para firmar parceria entre o Município e o Cooperativa de Trabalho dos Recicladores de Canoinhas.

 

 

A cooperativa canoinhense foi reestruturada ano passado com o apoio do Governo do Município, pois corria o risco de paralisar as atividades. “Trabalhamos e conseguimos junto à Fundação do Meio Ambiente a licença para que eles pudessem operar legalizando a instituição”, comenta o secretário do Meio Ambiente, HilárioKath.

 

 

O Recanto da Reciclagem está estruturado, mas os resíduos entregues não suprem a capacidade operacional e é por isso que a associação deve receber resíduos de Irineópolis. “Lá eles não conseguem destinar corretamente todos os resíduos e estamos juntos buscando uma alternativa ao material”, explicou o supervisor Adinor da Silva, que visitou a cidade com o presidente do Recanto da Reciclagem, Edson Castilho.

 

 

“Há muito resíduo que pode ser reciclado e que pode ser aproveitado pela nossa cooperativa gerando ainda mais renda para estas famílias”, comenta Silva.

 

 

Embora Canoinhas esteja se tornando referência, por aqui, cerca de cinco toneladas de lixo reciclado são levadas ao aterro sanitário: “o que diminui a vida útil do aterro em pelo menos dois anos. Por isso convocamos a população de Canoinhas para que separe o lixo adequadamente!”, desabafa. A secretaria deve criar junto à Assessoria de Imprensa campanha educativa sobre a temática.

 

 

O QUE É RECICLÁVEL?

 

VIDRO – tampas, potes, frascos, garrafas, copos, embalagens, produtos de limpeza etc.

 

 

PLÁSTICO – tampas, potes, frascos, utilidades domésticas, garrafas, recipiente para os produtos de higiene e limpeza. PVC, tubos e conexões, sacos plásticos em geral, peças de brinquedos, engradados de bebidas, baldes, teclados de computador, garrafinha longa vida.

 

 

 

METAL – latas de alumínio, aço, tampas de ferragens, canos esquadrias, molduras de quadros, clipes, grampos, latas de tinta e enferrujadas.

 



 

PAPEL/PAPELÃO – aparas de papel, jornais, revistas, caixas, papelão, papel de fax, formulários de computador e afins, folha de caderno, cartolinas, cartões, rascunhos escritos, envelope, fotocópias, folhetos impressos em geral.

 

 

O QUE NÃO É RECICLÁVEL

 

VIDRO – espelhos; cristal; ampolas de medicamentos; cerâmica e louças; lâmpadas; vidros temperados planos.

 

 

PLÁSTICO – Cabos de panelas, tomadas, adesivos, espumas, acrílicos, celofane, fraldas descartáveis.

 

 

METAL – esponjas de aços, filtro de ar de veículos.

 

 

PAPEL/PAPELÃO – adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, papel higiênico, papéis engordurados, metalizados, parafinados ou papéis plastificados.

 

 

COLETA DE LIXO NA ÁREA URBANA

 

Entre 7h às 11h e das 12h30 às 16h30

  • Segunda: Alto da Tijuca, Jardim Esperança, Loteamento Santa Cruz, Cohab I e Alto do Frigorífico

 

  • Terça: Industrial I, Sossego, Tricolin e Piedade

 

  • Quarta: Alto das Palmeiras, Boa Vista, Água Verde, Cohab II e Industrial II

 

  • Quinta: Centro e Marcílio Dias

 

  • Sexta: Campo D’Água Verde

 

 

Confira no link as datas da coleta seletiva do interior: http://www.pmc.sc.gov.br/noticias/index/ver/codMapaItem/18101/codNoticia/463557

 

Deixe Seu Comentário