Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Canoa rústica é encontrada no rio Canoinhas

Divulgação

Embarcação remonta aos primórdios do Município, quando canoas eram usadas para transporte de erva-mate                                  

 

Um grupo de pescadores encontrou na tarde deste sábado, 12, no leito do rio Canoinhas, uma canoa de 11 metros de cumprimento esculpida em  em uma árvore em bom estado de conservação. A embarcação remonta aos primórdios de Canoinhas, quando pequenas viagens e o transporte de erva-mate era feito em canoas semelhantes a encontrada.

 

 

Segundo os pescadores, a canoa foi encontrada em uma localidade do rio conhecida como Pedreira/Remanso, no distrito de Marcílio Dias. Já havia relatos de outros pescadores de que havia uma canoa no leito do rio, mas somente neste sábado ela foi retirada do leito, isso, segundo os pescadores, porque com a baixa do nível do rio devido a estiagem, foi possível retirá-la, ainda com bastante dificuldade.

 

Os pescadores ainda estão no local acampando e não sabem que destino dar a embarcação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HISTÓRIA

Esta é a segunda embarcação antiga encontrada no leito do rio Canoinhas. A primeira foi encontrada na localidade de Papuã e está hoje exposta no Museu da Erva-Mate, no Parque de Exposições Ouro Verde. A grande canoa de tronco de imbuia, encontrada nos anos 1990, apresenta marcas de ataque supostamente ocorridos durante a Guerra do Contestado . Comparada a encontrada neste sábado, a da década de 1990 está bem mais danificada.

 

Os pescadores que encontraram a canoa neste sábado se chamam Sebastião Leite e Mário Burzi, além dos identificados apenas pelo prenome ou sobrenome Ari, Jonas, Spack, Luizinho, Luciano. Vídeos postados no Facebook, no entanto, mostram um grupo maior de pescadores comemorando o achado.

 

Canoa encontrada no mesmo rio na década de 1990/Arquivo

Deixe Seu Comentário