Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Recent Posts by JMais

Educação regulamenta o novo processo de escolha dos gestores escolares

O início desta mudança acontece a partir de 13 de março de 2014

 

A rede pública estadual está promovendo um novo modelo de escolha dos gestores escolares, com o objetivo de proporcionar uma maior participação da comunidade nos processos de planejamento e de decisão administrativa e pedagógica.

Para viabilizar o processo, a Secretaria de Estado da Educação (SED) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) a portaria nº 01/SED/2014, que regulamenta a seleção dos Planos de Gestão Escolar e o exercício da função de diretor.

De acordo com a secretária-adjunta da Educação, Elza Moreto, a medida que se inicia este ano, a democratização do espaço escolar vai fortalecer. “No segundo semestre de 2015, todas as escolas da rede pública estadual terão escolhido seu Plano de Gestão, que terá duração de quatro anos”, ressalta.

O início desta mudança acontece a partir de 13 de março de 2014, prazo em que os diretores atuais permanecem na função, mediante a apresentação de um Plano para sua escola, que será analisado por consultores ad hoc e terá a vigência até 31 de dezembro de 2015.

“No caso das unidades que até 28 de fevereiro têm vacância de diretor, a SED publicará edital para desencadear o procedimento de escolha”, explica a diretora de Educação Básica, Marilene Pacheco. Nestas escolas, o Plano de Gestão mais votado resultará na nomeação de um novo diretor a partir de Junho.

Enquanto isso não acontece, será nomeado um gestor pro tempore, depois de ouvidos o Conselho Deliberativo Escolar, as Secretarias de Desenvolvimento Regionais (SDRs) e as Gerências Regionais de Educação (Gereds). Este Plano também valerá até dezembro de 2015.

De acordo com a portaria, os Planos serão analisados por consultores ad hoc, com formação na área da educação e com experiência e/ou pesquisa em Gestão Escolar Educacional.

Operários já trabalham nas obras de recuperação da rodovia SC-280

Operários trabalham na recuperação da rodovia/Márcio Passos

Trecho entre Canoinhas e Porto União passa a ser federal oficialmente a partir de fevereiro

 

Mesmo antes da efetivação da federalização do trecho entre Canoinhas a Porto União, marcada para fevereiro, o Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) trabalha intensamente por meio da Castellar Engenharia, na recuperação da SC-280.

Desde a semana passada, operários da Castellar trabalham intensamente no trecho, inclusive nos finais de semana.

Segundo o engenheiro responsável pela recuperação, Elias Maracajá, o que está sendo feito é um trabalho emergencial, “pra não deixar o trecho abandonado.”

Vários trechos da rodovia foram refeitos, a maioria no território canoinhense. O asfalto danificado foi retirado e reperfilado. “Não adianta só jogar massa em cima, é jogar dinheiro fora”, afirma Maracajá, numa referência involuntária a uma prática comum do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) quando se tratava de manter a rodovia.

A Castellar tem contrato de R$ 38 milhões com o Governo Federal. A empresa calcula que vai levar dois anos para cumprir a primeira etapa da recuperação total da rodovia. Para tanto instalou um escritório em Canoinhas.

Cabe à Castellar fazer o reperfilamento e substituição da camada asfáltica da rodovia, além de roçar os acostamentos. Segundo Maracajá, a empresa também vai pintar as faixas e instalar algumas placas de sinalização.

 

CUSTO

Embora essa primeira etapa da recuperação da rodovia custe R$ 38 milhões, a longo prazo estima-se que sejam necessários de R$ 200 milhões a R$ 300 milhões para adequar a rodovia ao padrão federal.

Para se adequar ao padrão da União, uma das exigências é que a rodovia seja alargada. Para tanto, será necessário negociar com quem ocupa as áreas que servirão para construção de terceiras pistas, trevos e acostamento. Essa prerrogativa caberá ao Estado, que terá prazo de um ano para concluir as negociações.

 

POSTO

A fiscalização da rodovia será feita pela Polícia Rodoviária Federal a partir de 3 de fevereiro. Neste dia, uma cerimônia deveria efetivar a federalização da rodovia, mas segundo o secretário regional Ricardo Pereira Martin, a cerimônia deve ser adiada por problemas de agenda do governador Raimundo Colombo, que quer estar presente no ato. “Mas faremos essa assinatura ainda em fevereiro”, garante Martin.

Os federais atuarão no mesmo posto onde hoje está um grupamento da Polícia Rodoviária Estadual. Os policiais do Estado, no entanto, ficarão no mesmo local por pelo menos três anos. O posto será dividido entre os dois grupamentos, que trabalharão de forma independente. Enquanto os federais cuidarão do trecho Canoinhas-Porto União, os estaduais seguem atendendo a SC-477, de Canoinhas a Major Vieira, e a SC-303, de Canoinhas a Três Barras.

Vagas para Empresa Mili S.A – Três Barras

CONTRATA OS SEGUINTES PROFISSIONAIS:  PEDREIROS/CARPINTEIROS / SERVENTES REQUISITOS: - Experiência comprovada na função Salário compatível com a função. BENEFÍCIOS: - Alimentação; - Transporte; - Cesta Básica; - Seguro de vida em grupo; - Previdência Privada; - Assistência Médica; - Assistência Odontológica; - Convênios com farmácias, clínicas, laboratórios.   Interessados enviar currículo para: rh.tb@mili.com.br, ou comparecer na empresa para preencher a Ficha Cadastral.   ***************************************************************************** ENGENHEIRAQUÍMICA TRAINEE (Feminino) ENGENHEIRO MECÂNICOTRAINEE(Masculino) Continue lendo...

Recent Comments by JMais

    No comments by JMais yet.

Top