Alfa inaugura UBS de Canoinhas

Descerramento da faixa inaugural/Edinei Wassoaski/JMais

Evento foi prestigiado por mais de 500 pessoas                                                                                       

 

A Cooperalfa inaugurou na manhã desta sexta-feira, 2, a Unidade de Beneficiamento de Sementes  (UBS) de Canoinhas. O evento aconteceu na sede da UBS, junto ao silo Aparecida, no trevo de entrada do Parque e Exposições Ouro Verde e reuniu mais de 500 pessoas, entre agricultores, autoridades políticas regionais, técnicos, pesquisadores e comunidade em geral.

 

 


O presidente da Alfa, Romeo Bet, disse que esta é mais uma obra que vem contribuir com a geração de riqueza, crescimento da cooperativa e especialmente do planalto norte catarinense, que tem grande vocação e aptidão para a produção de sementes. Segundo ele, além de melhoria da qualidade das sementes ofertadas, o novo empreendimento contribui para a agregação de valor à produção dos associados. “O produtor que optar pela produção de sementes, terá de se enquadrar aos padrões técnicos de produção recomendados pela assistência técnica da cooperativa, visando atender o projeto Semealfa ”, salientou o presidente.

 

 

O primeiro vice-presidente, Cládis Jorge Furlanetto, informou que os modernos equipamentos da nova UBS permitirão agilidade no recebimento e beneficiamento das sementes de soja, feijão, trigo e pastagens produzidas na região. “Cerca de 65% das sementes beneficiadas nessa unidade (100 mil sacas por safra) serão absorvidas pelos associados e o excedente atenderá mercados do Paraná e Mato Grosso do Sul”.

 

Deputado federal Valdir Colatto (MDB), salientou ser esta a UBS mais moderna do Brasil. “Se o Brasil fosse administrado como uma cooperativa, seria outro com certeza”, ressaltou ao elogiar a administração da Alfa.

 

Prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD), lembrou que o País precisa da agricultura para crescer cada vez mais. “Quanto mais forte for nossa agricultura, mais forte será o Brasil”, concluiu.

 

Participaram do evento, ainda, os prefeitos de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti (PSDB); Mafra, Wellington Bielecki; Papanduva, Luiz Henroque Saliba; e Monte Castelo, Jean Carlo Medeiros.

[Best_Wordpress_Gallery id=”280″ gal_title=”UBS Alfa”]

 

 



FUNCIONAMENTO

A Unidade de Beneficiamento de Sementes de Canoinhas possui capacidade de receber até cinco cultivares diferentes de forma simultânea e cinco máquinas de pré-limpeza com capacidade de 60 toneladas/hora cada uma, evitando filas no recebimento das sementes de soja, feijão, trigo e pastagens. Contribui ainda para o fluxo de recebimento da UBS, um conjunto de silos ventilados, com capacidade total estática de 2 mil toneladas, todos equipados com sistema de termometria, que monitoram a temperatura das sementes, preservando a qualidade. E para auxiliar os silos ventilados, esta Unidade também dispõe de um moderno secador estático com capacidade para secar 60 toneladas/hora.

 

 

O engenheiro agrônomo, coordenador de agricultura e responsável técnico, Claudiney Turmina, informou que a UBS de Canoinhas possui capacidade de beneficiamento de 20 toneladas/hora e traz o que existe de mais moderno em equipamentos e sequência de operações. Ele também falou da importância da qualidade obtida no campo e assegura que a semente é o único insumo que possui potencial produtivo. “Os demais insumos só permitem que a semente possa expressar o seu potencial produtivo”, justificou.

 

 

A última etapa do beneficiamento conhecida por Tratamento de Sementes Industrial – o TSI – consiste na aplicação de produtos como fungicida, inseticida, bioestimulante, nutrientes e inoculante longa vida. “Além de agregar em produtividade, esta tecnologia evita que o produtor entre em contato com produtos químicos, preservando a saúde, através do sistema abre e planta”, declarou o agrônomo.

 

 

O encarregado da nova UBS de Canoinhas, Ederson Martiniski, salienta que a Cooperalfa também pensou na segurança e saúde dos seus colaboradores. Para isso a cooperativa investiu no que há de melhor no processo de ensaque dessas sementes tratadas, com sistema operacional totalmente automatizado. “Além do TSI, a unidade conta com sistema de sucção de pó no recebimento das moegas”, observou.

 

 

Com a inauguração da nova unidade, a Cooperalfa tem um incremento de produção de sementes Semealfa de 60 mil sacas, totalizando, por ano, 300 mil sacas de soja, 120 mil sacas de trigo,15 mil sacas de feijão e mais 5 mil sacas de sementes de pastagens.

Deixe Seu Comentário