Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Aguiar sai ou não sai do PMDB?

Aguiar fala enquanto Mauro Mariani mexe no celular em reunião em Canoinhas/Edinei Wassoaski/JMais

Colunista Edinei Wassoaski escreve sobre o polêmico pedido de desfiliação do deputado                                                              

 

Não se fala em outra coisa no meio político regional: o clima quente dentro do PMDB canoinhense deixou as autoridades estaduais do partido em alerta. Afinal, o que ganha Aguiar ao manter o pé no PMDB mesmo sendo indesejado pelo diretório municipal?

     Muito mais que uma questão de birra, Aguiar é estrategista e pesa perdas e ganhos caso aceite os convites que têm recebido para deixar o PMDB. O primeiro é a vaga que o diretório local historicamente tem na Assembleia Legislativa. O diretório já disse que independente de Aguiar sair, vai lançar outro candidato. Mas todos sabem que isso é bastante complicado. Seria mais fácil se Aguiar saísse. Mas quem disse que Aguiar quer facilitar a vida do diretório local?

     Se o PMDB regional tiver dois candidatos a deputado, todos perdem, a começar por Aguiar, que vai usar o discurso do “egoísmo” para bater no adversário que, por sua vez, bateria na imagem de “traidor” que o diretório quer fazer colar em Aguiar. Nessa briga, não haverá vencedores.

     Hoje, de longe, o PMDB é o único partido capaz de eleger um deputado estadual em Canoinhas. Tem em Aguiar um candidato natural, mas em Leoberto Weinert um nome regionalizado que tem na fama de bom gestor seu maior trunfo. Em um ambiente harmônico, o partido estaria discutindo qual dos dois nomes apoiar, certos de que o preterido apoiaria o escolhido. Nesse clima de guerra que se instaurou no diretório, no entanto, o que se pode prever, de momento, é um futuro bastante incerto para o partido.        

 

A PROPÓSITO: Contudo, na hipótese de Aguiar deixar o PMDB e ir para o PSD, partido que já oficializou convite ao deputado, não muda nada. Ele vai disputar votos com o candidato do PMDB. Dependendo da força do adversário, o risco de Canoinhas não ter mais representante em Florianópolis é grande. Aliás, veja como são as coisas na política. Na eleição passada o hoje aliado de Aguiar, Beto Passos (PSD), o surpreendeu com 10 mil votos. Naquela eleição Aguiar esperava estar entre os 10 mais votados e se cacifar para disputar a Câmara Federal em 2018. Acabou ficando na 23ª posição.

 

 

Colombo acuado

Se Raimundo Colombo (PSD) de fato fez o que dizem que ele fez, o governador é muito mais esperto do que aparenta. Ele é acusado, em última instância, de ter vendido o patrimônio da Casan duas vezes – primeiro a Odebrechet e depois a JBS – e não ter entregado o vendido a nenhuma das duas empresas.

A análise do jornalista Upiara Boschi mostra que há muito caroço nesse angu. Por enquanto só se tem duas delações com provas frágeis, mas não se sabe o que a Justiça pode ter que ainda não veio à tona.

A saída do homem forte de Colombo, Antonio Gavazzoni, é sintomático da crise. Agora com a Assembleia se comportando como despachante de luxo de Colombo, dificilmente os dois processos de impeachment protocolados na Alesc vão pra frente.

 

 

“Um perseguidor não vai fazer falta no partido”

do vereador Paulinho Basílio (PMDB) comentando no programa “Repórter 98”, da 98FM, sobre o pedido do diretório municipal do PMDB de desfiliação do deputado estadual Antonio Aguiar

 

 

 

Divulgação

ENQUANTO ISSO…

Aguiar manda recados como esta foto para o diretório municipal do PMDB. A ideia é demonstrar força junto ao diretório estadual. Líder do partido na Alesc, Mauro de Nadal, deputado Fernando Coruja, o vice-presidente do diretório estadual Valdir Cobalchini e o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Aldo Schneider.

 

 

Sobre terrenos

O Município de Canoinhas, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, manda nota afirmando que está revendo todas as cessões e doações de imóveis , inclusive a doação de terreno feita à Sicol em  1990, através da lei 2.284.

A assessora jurídica do Município, Bianca Neppel, disse que “causa estranheza à esta municipalidade a intervenção do ex-vice-prefeito  Wilson Pereira,  durante reunião do PMDB de  que “está na hora de  a Sicol devolver os terrenos do Município”.

Segundo Bianca, a doação foi feita durante o Governo de Ico Costa, em 1990, um governo do PMDB. Depois disso, os governos do PMDB se sucederam no governo municipal, sendo que nos últimos 12 anos foi o partido do ex-vice-prefeito que governou o Município. “Se o senhor  Wilson Pereira sabia de alguma irregularidade deveria ter tomado providências,  afinal era o vice-prefeito até o ano passado. Por que não o fez?”, questiona ela.

 

 

INTERNET NÃO PERDOA

A vereadora Camila Lima (PMDB) deu uma entrevista ao site do jornal “O Povo” e rapidamente virou meme nas redes sociais.

Como o texto não deixa claro qual seria esse “tom da oposição”, a imaginação dos internautas voou longe e aí já viu né. Saiu coisas como a reproduzida ao lado.

 

 

 

 

 

PLANO DIRETOR: O Ministério Público de Contas (MPC) de Santa Catarina notificou 139 municípios, recomendando a elaboração ou revisão do plano diretor e do plano de mobilidade urbana. No começo de abril, o jornal Diário Catarinense apurou, com base em um levantamento feito pelo IBGE em 2015 e atualizado parcialmente pela reportagem, que uma em cada três cidades com mais de 20 mil habitantes estava irregular com o plano diretor, entre eles Canoinhas. O Município contesta e diz que o plano vence em 10 de dezembro e está em vias de ser revisto.

 

RÁPIDAS

PRÊMIO: Prefeito Beto Passos (PSD) abriu novo saco de bondades e concedeu bônus de 30% sobre o salário de 66 funcionários públicos.

 

TEM ESPAÇO: O acréscimo na folha do Município, garante o secretário de Administração e vice-prefeito, Renato Pike (PR), não compromete o limite da folha e é menor que o dos benefícios concedidos pela gestão passada.

 

MAIS BÔNUS: Os 20 membros da Comissão Permanente de Sindicância e Processos Administrativos. vão receber R$ 600  de bônus no salário por acumular a função. Antes recebiam R$ 300. O reajuste foi aprovado nesta semana pela Câmara de Canoinhas.

 

JETON: No mês passado a Câmara aprovou lei que aumentou em 50% o salário dos membros da Comissão de Licitações.

 

ESTRATÉGIA: A torcida para que Michel Temer sangre até ano que vem no cargo de presidente é grande no PT. Assim, Lula sai dos holofotes e ressurge como salvador da pátria em 2018.

 

OPORTUNIDADE: Com Colombo mal na foto e o PSD empinando o nariz para cima do PMDB, Eduardo Pinho Moreira estuda concorrer ao Senado em 2018.

 

CORTE: Cerca de 50 zonas eleitorais devem ser fechadas em SC. A ideia do TSE é conter gastos. A lista de quais serão ceifadas ainda não saiu.

 

 

PERGUNTA PERTINENTE:

Usar terreno cedido pela prefeitura para outro fim, falir duas vezes e vender o terreno pode?

 

 

 

 

 

Deixe Seu Comentário