Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

A língua inglesa e a competência comunicativa

Quando perguntamos sobre as experiências que as pessoas possuem junto da língua inglesa, muitas são as possíveis interpretações. Entre elas, está quando a pessoa diz ter o conhecimento da língua em questão. Mas afinal, do que se trata esse conhecimento?

Quando falamos das habilidades que envolvem uma língua, lembramos de quatro componentes principais, que são ler, escrever, ouvir e falar. Sabemos que o conhecimento dessas habilidades,  na maioria das vezes, se mostra de forma desigual, ou seja, se a pessoa tem um ótimo aproveitamento da atividade de ler na língua estrangeira, não necessariamente se mostrará como um ótimo usuário dessa língua em termos de fala, por exemplo. Assim, percebemos que possuir conhecimento de uma língua estrangeira pode depender bastante da situação que estamos investigando.

Na questão da competência comunicativa, muitos fatores precisam ser levados em consideração, dentre os quais podemos citar a competência de perceber o ambiente em que se utilizará da fala, quem são seus participantes, quais são os aspectos culturais que precisam ser analisados. Até mesmo a noção de o que não falar em certas ocasiões pode ser considerado como algo importante no processo comunicativo. Diante disso, chegamos a conclusão que conhecer uma língua, em especial uma língua que não é o nosso idioma materno, requer uma variada gama de conhecimentos.

Deixe Seu Comentário