Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

2018: A importância da representatividade

Prefeito de Mafra, Wellington Bielecki e Colombo nos festejos pelos 100 anos de Mafra/Julio Cavalheiro / Secom

Edinei Wassoaski escreve sobre a importância de a região ter representatividade política                                      

 

 Em 2015, faltando pouco mais de um ano para as eleições municipais, o então presidente do Badesc, Wellington Bielecki (PSD), embarcou para a Alemanha a convite do governador Raimundo Colombo (PSD). Lá fechou com a Kromberg & Schubert a instalação de uma filial em Mafra. Pouco depois, a Câmara de Vereadores destituiu o então prefeito Roberto Scholze (PT) e Bielecki foi nomeado prefeito em eleição indireta feita pela própria Câmara. Com a empresa alemã na mão, mais o anúncio de investimentos da Master na cidade, Bielecki foi eleito pelo voto popular. Nos festejos pelos 100 anos de Mafra, comemorou ao lado de Colombo que, simbolicamente, não aparece em Canoinhas há mais de três anos. Em Mafra esteve três vezes só no último ano.

 

 

     A presença de Colombo em Mafra, claro, o faz se sentir em casa. Em Canoinhas, apesar de o prefeito ser de seu partido, sabe que pode enfrentar questionamentos constrangedores pela absoluta inércia que representa para a cidade.

 

 

     Narro esses episódios para lembrá-los de que amizades e conluios têm alta representação na política, a despeito do que pensa o eleitor. Colombo retribuiu a camaradagem do ex-presidente do Badesc e vice-versa. Para tanto, ignorou Canoinhas, que pleiteava tanto a empresa alemã quanto a Master. Isso nos faz lembrar da importância da identificação de um político de peso com a região. Que este seja o fator decisivo para escolhermos nossos candidatos em 2018. Quem disputará a sucessão de Colombo tem identificação com a região? Está em sintonia com as demandas de Canoinhas? Alguma vez nos ajudou, destinando algum benefício?

 

 

     São questões de grande relevância para que não passemos mais oito anos a ver navios.

 

A PROPÓSITO: Pelo que se desenha teremos mais de um candidato a deputado estadual pela região. Ideal seria união em torno de um só nome, mas parece claro que isso será impossível. Antonio Aguiar (PMDB) por pouco não se reelegeu em 2014, quando Beto Passos alcançou 11 mil votos. Agora, deve enfrentar um concorrente dentro do próprio PMDB.

 

 

Guerra fria

Depois da semana tensa vivida pelos republicanos em Canoinhas, uma reunião no sábado, 26, amenizou a guerra verbal entre a vereadora Zenici Dreher e o secretário de Habitação Célio Galeski. A guerra, agora, é fria.

 

Presidente do PR municipal, vice-prefeito Renato Pike afirma que a pasta da Saúde é do PR, mas não de uma pessoa em particular.   Brecha que Galeski usa para tentar emplacar um nome de agrado de todo o partido. Muita gente filiada à sigla entende que Alexandra Iglikowski é indicada de Zenici. Pike e até mesmo o prefeito Beto Passos (PSD) respeitam a indicação de Zenici que, no entanto, perdeu pontos com os dois por tê-los exposto ao apresentar os projetos de lei que concediam isenções em passagem de ônibus. Para eles, a vereadora sabia dos vetos, mas jogou para a galera.

 

A discussão sobre a Saúde será retomada em 2018.

 

 

 

“Político que promete você sabe bem onde vai parar”

do deputado Antonio Aguiar (PMDB) se recusando a definir data para inauguração da agência transfusional do Hemosc em Canoinhas anunciada nesta semana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

SUBESTAÇÃO

Prefeito Beto Passos (PSD) e o deputado estadual Darci de Matos (PSD) se reuniram na quarta-feira, 27, com o presidente da Celesc, Cleverson Siewert, que garantiu investimentos em uma nova subestação em Canoinhas. Polêmico empréstimo bilionário foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia nesta semana. O dinheiro será investido em várias obras.

 

 

SC-135

A Secretaria da Infraestrutura fará na segunda-feira, 3, a abertura das propostas para escolha da empreiteira que vai fazer a restauração da ligação Matos Costa a Porto União. São 32 km ao custo de R$ 8,6 milhões. Estão habilitadas cinco empresas.  A ligação Porto União-Caçador foi inaugurada no governo Luiz Henrique. O trecho ficou intransitável já nos primeiros anos. Prova de que a empresa responsável executou um péssimo serviço.  E não foi punida.

A informação é de Moacir Pereira, do Diário Catarinense.

 

A PROPÓSITO: Segue aberto o edital para a obra de restauração da SC-477, que liga Canoinhas a Major Vieira. A obra está orçada em R$ 10 milhões.

 

 

PAVIMENTAÇÃO: quem duvidou que a primeira etapa do asfalto da Bernardo Olsen seria entregue  nesta semana teve de reconhecer a capacidade de cumprimento da palavra do prefeito Beto Passos. A foto é da tarde de quarta-feira, 27.

 

 

Tensão entre forças

A disputa de atribuições das polícias Civil e Militar de Santa Catarina ganhou um novo capítulo na Justiça, desta vez favorável aos militares. Após determinar que as mortes de suspeitos em confronto com a PM sejam investigadas exclusivamente pela Polícia Civil, o comando-geral da PM decidiu que as condutas de dois oficiais da corporação sejam apuradas em procedimentos penal militar e administrativo. O caso ocorrido em Brunópolis deve ditar regra para outras regiões como o caso de Canoinhas, onde um rapaz acusado de roubo foi morto em abril durante perseguição policial.

 

 

RÁPIDAS

SEM ROTATIVO: comerciantes têm intimidado quem estaciona em frente aos seus estabelecimentos, alegando que a ocupação da vaga prejudica seus negócios.

 

A LEI É CLARA: desde que não se esteja ocupando vagas de carga e descarga, para idosos ou deficientes, a vaga é de quem primeiro chega.

 

NÃO TEM DONO: comerciantes que tentarem reservar vagas, inclusive, podem ser presos. É só chamar a PM.

 

60%: do esgoto fica a céu aberto no Brasil.

 

APROVADO: Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a indicação do juiz Márcio Schiefler Fontes ao posto de conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

 

REFERÊNCIA: o juiz que atuou por dois anos em Canoinhas era braço direito do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, que morreu em janeiro deste ano.

 

DEPRESSÃO: entre 2015 e 2016 aumentou 37,5% o número de consultas de brasileiros que têm planos de saúde com psicólogos.

 

BEBUNS: motoristas embriagados são alvos de praticamente sete em cada 10 denúncias do Ministério Público por crimes de trânsito em SC.

 

 

PERGUNTA PERTINENTE

Dá pra acreditar que Canoinhas terá mais que apenas um banco de sangue?

Deixe Seu Comentário