46% das 102 indústrias de Canoinhas são administradas por microempreendedores

Vereadores com o presidente da ACIC/Sérgio Teixeira/Divulgação

Dados constam de levantamento apresentado pelo presidente da Acic na Câmara de Vereadores; Canoinhas tem 811 comércios, dos quais 578 são de MEIs

 

 

 


Presidente da Associação Empresarial de Canoinhas (Acic), Reinaldo de Lima Jr, apresentou nesta segunda-feira, dia 1º, na Câmara de Vereadores de Canoinhas, uma radiografia da economia local. Por meio de dados e gráficos, o contador trouxe detalhes de como funciona a indústria e o comércio canoinhense como forma de traçar um diagnóstico de como desenvolver a cidade. Das 102 indústrias do Município, por exemplo, 47 são administradas por microempreendedores individuais (MEIs). Os MEIs são empresários que faturam até R$ 80 mil anuais e podem ter até um empregado registrado. Como tributo pagam um imposto único de R$ 52 mensais.

 

 

Se por um lado a liderança dos MEIs mostra disposição do canoinhense em investir, por outro aponta  que apesar do número expressivo de indústrias, o faturamento e a geração de empregos tendem a serem baixos.

 

 

No comércio, os MEIs são ainda mais expressivos. Dos 811 estabelecimentos comerciais, 578 são MEIs.

 

 

Fonte: Acic

 

 

SETORES

O comércio abrange 41,59% do total de empresas de Canoinhas. O setor de serviços atende por 31,98%. Já a indústria de transformação atende por 10,06%.

 

 

A maioria das empresas canoinhenses tem entre um e quatro empregados. Apenas uma empresa tem mais de mil funcionários. 31,65% dos empregados estão no comércio. 24,32% trabalham na indústria de transformação.

 

 

 

O estudo apresentado pela Acic mostra que o impacto da crise financeira se abateu bem mais em municípios polo como São Bento do Sul do que em Canoinhas, tomando por base o ano de 2016. “Neste ano estamos com um saldo positivo de empregos formais na cidade, tendo um crescimento nos últimos dois anos”, reflete Reinaldo.

 

 

 

O estudo aponta ainda o crescimento do número de habitantes com curso superior completo. Foi de 5,67% da população em 2000 para 10,71% em 2010.

 

 

 

PLANO DE DESENVOLVIMENTO

A partir dos dados, Reinaldo apresentou o um Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). Resumindo, o presidente da Acic apresentou a seguinte questão: “Como criar um diferencial que outros municípios não podem copiar facilmente?”

 

 

Ele mesmo respondeu a pergunta sugerindo a criação de políticas de desenvolvimento econômico sustentável com validade para pelo menos 20 anos, fortalecendo os setores produtivos e estratégicos do Municípios e as parcerias público-privado.

 

 

Para formular esse plano, a ideia é de reunir forças entre Acic, poder público, entidades públicas, entidades privadas, clubes de serviço, associações de classe, movimentos organizadores e entidades de ensino.



 

 

Essas entidades comporiam um Conselho de Desenvolvimento com atuação estratégica para serem consultados e deliberarem. Esse conselho estabeleceria as diretrizes com vistas a geração de empregos e desenvolvimento.

 

 

Câmaras técnicas formadas por voluntários transformariam as ideias de desenvolvimento em pré-projetos. Por fim a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico seria a executora dos projetos.

 

 

 

Rio Negrinho iniciou o programa há aproximadamente um ano. “Tivemos contato com o prefeito de Canoinhas e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico para fomentarmos a execução desse projeto já em 2019″, afirmou Reinaldo. O projeto é inspirado em outros municípios do país, essencialmente como acontece na cidade de Maringá, no Paraná.

 

 

“O custo para operacionalização deste projeto gira em torno de R$ 130 mil a R$ 150 mil, sendo que um terço desse valor é subsidiado pela Facisc (Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina)”, explicou.

 

 

Reinaldo ainda destacou que a Acic não tem nenhum retorno financeiro com o projeto, mas ela cumpre com a sua missão, que é fomentar o desenvolvimento, “e não só das grandes empresas, mas das pequenas também”, concluiu.

 

 

VEREADORES

Os vereadores Wilmar Sudoski e Paulo Glinski, do PSD, vereadores do PR, Chico Mineiro, Edmilson Verka e Coronel Mario Erzinfer, falaram sobre o projeto.

 

 

Sudoski destacou que a Acic “está cumprindo com o seu papel, ajudando efetivamente no desenvolvimento de Canoinhas com mais uma grande ação”.

 

 

Chico Mineiro falou do apoio e importância da entidade para os empresários. “Apoiar pequenas empresas também é muito importante, com incentivos em vários aspectos”, destacou.

 

 

Paulo Glinski disse que “sempre apoiamos e aprovamos projetos que desenvolvam o município, e esse projeto vem ao encontro das necessidades para um crescimento mais efetivo da cidade”.

 

 

Verka destacou que está tramitando na Câmara um projeto de sua autoria que também busca estratégias para desenvolver a cidade.

 

 

Presidente da Câmara destacou que Reinaldo “desde o primeiro momento que assumiu a presidência da Associação, vem desenvolvendo uma relação muito importante entre as ações da entidade e as que afetam a sociedade. Só temos a agradecer esse empenho”, enalteceu vereador Coronel Mario.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário:

Top