< Abril 2018 - JMais | Jornalismo Digital Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Confira os destaques de Canoinhas e região                                                                                                                             

 

 

GALPÃO MISIONEIRO

Quando? Sábado, 21

O que? Bailão Dose Dupla com Sorriso Lindo e Grupo Fogo de Chão

 

 

DAJ E AUSTIN 

Quando? Sexta, 20

O que? Sexta Mix Versão Micareta

Quando? Sábado, 21

O que? Sábado Sertanejo com David Gasparini

Quando? Domingo, 21

O que? Choppada Universitária com David Gasparini e Giovani Giovanella

 

 

CINE E SÓ BAILÃO

Quando? Sexta, 20

O que? Baile dos Amigos, no Só Bailão

Quando? Sábado, 21

O que? Cine em Dobro e show com Kelvin & Luan e presença do Stallone Brasil, no Só Bailão

Quando? Domingo, 22

O que? Tudo Junto & Misturado, no só Bailão

 

 

PANCADÃO MUSIC BAR

Quando? Sexta, 20

O que? Atura ou Surta – Open Bar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SBO

Quando? Sexta, 20

O que? Bailão com grupo Pegadão

Quando? Domingo, 22

O que? Bailão com o grupo Furacão da Vanera

 

 

 

 

 

 

SOCIEDADE IRINEÓPOLIS

Quando? Sábado, 21

O que? 1º jantar Baile do Fumicultor – animação Os Bertussi

 

 

 

FESTA DO PADROEIRO

Quando? Domingo, 22

Onde? Na localidade de Anta Gorda – Festa da Colheita

Onde? Na localidade de Rio dos Pardos, Festa de Santa Bárbara – animação do grupo Candieiro

 

 

CINEMA

 

Um Lugar Silencioso e o filme nacional Nada a Perder seguem em cartaz neste fim de semana no CineMax Canoinhas.

 

 

VEJA TRAILER, DATAS E HORÁRIOS

 

Nada a Perder

 

SÁBADO, 21

 2D  18h30

 

 

DOMINGO, 22

 2D  18h30

 

 Um Lugar Silencioso

 

SEXTA, 20

   2D  20h

 

 

SÁBADO, 21

2D  21h

 

 

DOMINGO, 22

2D  21h

Dia 13 de março foi realizado o segundo encontro do programa formativo

 

 

 

Motivadas pela possibilidade de envolver a formação de docentes e o desenvolvimento de projetos didáticos inovadores no decorrer de suas pesquisas, as estudantes do Mestrado Profissional em Educação Básica da UNIARP, Helena Castilho Zielinski e Erenita Hoffmann têm beneficiado gestores e docentes vinculados à Rede Municipal de Ensino de Timbó Grande-SC, por meio de um programa de formação e do acompanhamento do planejamento do ano letivo. Voltada para a Educação Infantil e os anos inicias do Ensino Fundamental, a proposta conta com a participação de mais de 50 gestores e docentes que atuam nas diferentes escolas vinculadas à rede municipal.

 

 

Na oportunidade, os docentes socializaram as iniciativas inovadoras planejadas no primeiro encontro e desenvolvidas até o momento em cada uma das escolas. “As iniciativas apresentadas demonstraram, além da valorização da cultura local, a articulação entre currículo e realidade e o estímulo à aproximação teórico-prática”, destacou a mestranda Helena. Segundo ela sua pesquisa avaliará a influência das iniciativas no estimulo à leitura, interpretação e produção textual, condições consideradas determinantes para a qualidade da educação.

 

 

A mestranda Erenita, cuja pesquisa avaliará os impactos do projeto elaborado pelos docentes, durante o programa formativo, no desenvolvimento dos estudantes do 5° ano comentou que um dos seus destaques é estimular o sentimento de pertencimento, por isso, a proposta tem envolvido a produção e comercialização da erva-mate, as rodas de chimarrão e o uso da gaita.

 

INDISCIPLINA

Ao lembrar do início da pesquisa, comentou que sua intenção era pesquisar a indisciplina, contudo, após a primeira orientação convergiu seus esforços para dinamizar uma prática pedagógica que se aproxima da realidade dos estudantes, superando a ideia de que são os estudantes que precisam se adaptar a um ensino descontextualizado.

RELEVÂNCIA DAS INCIATIVAS

A professora do programa de mestrado e orientadora das duas mestrandas, Marlene Zwierewicz, destacou a relevância das iniciativas apresentados, ressaltando que a proposta formativa e o projeto elaborado colaborativamente pela equipe de Timbó Grande têm respaldo nas discussões das Redes Internacionais de Escolas Criativas (RIEC e RIEC Brasil). “Nesse sentido, além do apoio internacional, a intervenção das mestrandas tem o compromisso de contribuir para a prática pedagógica, atendendo um dos requisitos do Programa de Mestrado Profissional que prioriza o desenvolvimento da pesquisa aplicada”, explica a professora.

 

 

Decisão foi confirmada em reunião da Executiva Estadual, com a presença de mais de 200 lideranças tucanas

 

 

 

O senador Paulo Bauer foi oficializado nesta quinta-feira, 19 como pré-candidato do PSDB ao Governo do Estado. A decisão foi tomada em reunião da Executiva Estadual do Partido, na Capital, com a presença de mais de 200 lideranças tucanas, entre prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, representantes dos segmentos partidários e ainda vários pré-candidatos a deputado estadual e federal nas eleições de outubro.

 

 

Bauer agradeceu a confiança do PSDB e disse que vai trabalhar muito para que a sigla conquiste o Governo do Estado, justamente no ano em que comemora 30 anos da fundação.

 

 

Para o agora pré-candidato, a estrutura do partido hoje é completamente diferente daquela que ele tinha à disposição há quatro anos, quando disputou pela primeira vez o governo estadual. “Hoje, a estrutura do PSDB em Santa Catarina não deve nada a nenhum outro partido. Trabalhamos muito desde 2014, sob a liderança incansável do nosso presidente Marcos Vieira, e os resultados todos já conhecem muito bem: o PSDB está pronto não apenas para disputar a eleição e dessa vez não faltar aquele 1% que nos faltou há quatro anos, mas para governar Santa Catarina do jeito tucano a partir de 1º de janeiro”, disse Paulo Bauer.

 

 

O presidente estadual do PSDB, deputado Marcos Vieira, afirmou que a escolha da Comissão Executiva pelo lançamento da pré-candidatura tucana vai de encontro aos anseios da militância de todas as regiões do Estado. “Temos andado por Santa Catarina de ponta a ponta, e nossas lideranças regionais, que toparam o desafio de fazer o PSDB crescer e que trabalharam muito para isso, agora nos cobram que todo esse esforço se reverta em uma candidatura sólida ao governo. Faremos isso, O PSDB tem projeto, sabe o que quer e aonde quer chegar, e não abre mão da cabeça de chapa. E o nome do Senador Paulo Bauer tem o total apoio do partido, pois soma à performance da eleição de 2014, com uma estrutura partidária bem inferior à atual, o trabalho realizado em prol dos catarinenses nos últimos anos como Senador da República”, destacou Marcos Vieira.

 

 

Companheiro de Bauer no Senado, Dalirio Beber também lembrou que em 30 anos de história, que serão completados em junho, o PSDB nunca esteve tão preparado para implantar em Santa Catarina o jeito de governar da social-democracia, que a população já conhece e aprovou em várias cidades nos últimos anos, como Blumenau, Criciúma, Caçador, Rio do Sul, Concórdia, Joaçaba, entre outras. “Os catarinenses conhecem e aprovam o jeito tucano de governar nos municípios. Agora, com o belo trabalho capitaneado pelo Deputado Marcos Vieira nos últimos anos, nosso PSDB está pronto para governar o Estado. E o Paulo (Bauer), meu companheiro de bancada no Senado Federal, é um quadro extremamente qualificado para cumprir esta missão”, disse o Senador Dalirio Beber.

 

 

 

Líder do PSDB na Assembleia, o Deputado Leonel Pavan também reiterou que esta é a hora e a vez do PSDB. “O Partido se fortaleceu, se estruturou, tem nomes e tem projeto sólido. Diante disso tudo, não podemos abrir mão dessa oportunidade, o PSDB será protagonista na eleição e vai conquistar o Governo do Estado”, declarou Pavan.

 

 

 

Nos discursos durante a reunião, também reiteraram apoio ao projeto do PSDB lideranças como os Deputados Federais Marco Tebaldi e Geovania de Sá, os Deputados Estaduais Vicente Caropreso e Serafim Venzon, o ex-prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes, o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro, a presidente do PSDB Mulher Anna Carolina Martins, o presidente da Juventude do PSDB (JPSDB) João Paulo Taumaturgo, o presidente da Associação dos Vereadores Aroldo Frigo Júnior e o presidente do Secretariado de Prefeitos e Vice-Prefeitos Clenilton Pereira.

 

 

 

Além da oficialização da pré-candidatura de Paulo Bauer ao governo, a Executiva Estadual tucana também tratou na reunião desta quinta-feira das nominatas da sigla para Deputado Estadual e Deputado Federal (a ideia é buscar nomes qualificados para possíveis chapas puras nos dois casos) e também possíveis nomes para disputar as duas cadeiras no Senado (além dos quatro suplentes). Ficou definido que uma comissão vai tratar dessas situações, bem como de possíveis coligações para a elieção majoritária, e uma decisão colegiada será anunciada nas próximas semanas.

 

 

 

 

Quem é Paulo Bauer?

 

Paulo Roberto Bauer nasceu em Blumenau, em 20 de março de 1957 (61 anos). Filho de Victor Bauer e Elvira Henschel Bauer, foi criado em Jaraguá do Sul, onde começou a trabalhar aos 12 anos de idade na fábrica de chapéus da família. Aos 18 anos, partiu rumo a Joinville, onde fez as faculdades de Ciências Contábeis e Administração na Furj, atual Univille, e iniciou a militância política presidindo o Diretório Acadêmico da instituição e criou sua base política.

 

 

 

Em 1980, já em Florianópolis, assumiu a vice-presidência da Empresa de Eletrificação Rural de Santa Catarina (Erusc), onde chegou a ser presidente e permaneceu até 1986, quando se elegeu deputado estadual. Depois disso, foi deputado federal em quatro mandatos (1991-1995, 1995-1999, 2003-2007 e 2009-2010), vice-governador (1999-2002) e Secretário de Estado da Educação em dois governos distintos (Vilson Kleinübing e Luiz Henrique da Silveira). Em outubro de 2010, com 1.588.403 votos, foi eleito Senador da República. É o atual líder da bancada do PSDB no Senado desde o início de 2017.

 

 

Casado com Débora Cani Bauer, é pai de cinco filhos: Carolina, Gabriela, Paulo Eduardo, Bárbara e Leonardo.

 

 

O PSDB em Santa Catarina

 

– Presente nos 295 Municípios

 

– 250 Diretórios formados

 

– 105 mil filiados

 

– 39 prefeitos

 

– 33 vice-prefeitos

 

– Administra mais de 1 milhão de catarinenses

A entrega está acontecendo via Correios, aos proprietários de imóveis situados no centro da cidade, bairros e no distrito de São Cristóvão

 

 

 

Emitidos pelo setor de Tributos da prefeitura, os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do exercício 2018 já estão sendo distribuídos desde a semana passada, em Três Barras.

 

 

O vencimento da parcela única, com 10% de desconto, será em 31 de maio. Caso o contribuinte opte por parcelar o imposto em até quatro vezes, o primeiro vencimento também será nesta mesma data. As demais parcelas vencem nos dias 30 de junho, 31 de julho e 31 de agosto.

 

 

A estimativa de arrecadação com o IPTU neste ano é de 1,1 milhão. Conforme o Governo do Município, os valores originários do imposto serão utilizados em obras e na manutenção de serviços públicos essenciais em diversas áreas.

 

 

Quem está em débito com a prefeitura e pretende regularizar sua situação deve se dirigir ao setor de Tributos, que funciona no piso térreo do Paço Municipal Pedro Merhy Seleme, situado a Avenida Santa Catarina n°616, no centro da cidade.

 

 

Mais informações pelo fone (47) 3623 – 0121 (Ramal 203), com os servidores Tani e Osmar, ou através do e-mail tributos@tresbarras.sc.gov.br

O mercado de trabalho de Publicidade está em constante crescimento e o Senac traz esta novidade para Canoinhas                                                                       

 

O mercado para publicitários não está restrito somente às agências, mas abrange também o campo de comunicação e marketing corporativos, seja em órgãos públicos ou em empresas privadas.

 

 

É o profissional responsável por auxiliar nas etapas de criação, elaboração e planejamento de projetos de comunicação impressos e eletrônicos, voltados para a mídia, incluindo a concepção de marcas, produtos e serviços. Poderá desenvolver atividades auxiliares na realização de pesquisas para projetos de comunicação e na coleta de dados de impactos de campanhas publicitárias.

 

 

Este profissional irá atuar em empresas do segmento de comunicação, incluindo agências de publicidade e todo um grupo de fornecedores ligados a este setor, bem como em diferentes tipos de organizações privadas ou públicas, de pequeno, médio ou grande porte. Criatividade e responsabilidade são valores e atitudes essenciais para este profissional.

 

 

A publicidade  faz parte diariamente das nossas vidas. Está nas ruas, nos shoppings, dentro das nossas casas, no jornal, na revista, no celular, na internet…

 

 

Não é por acaso que os publicitários estão sempre de olho nas tendências culturais e comportamentais da sociedade, pois é desta forma que analisam o mercado consumidor e geram conteúdos interessantes para o consumidor.

 

 

A média salarial dos profissionais de Publicidade é aproximadamente 3 mil reais. Um gerente de Publicidade pode ganhar cerca de 7 mil reais e um diretor desta área chega a mais de 11 mil reais.

 

 

Os profissionais da área de publicidade estão se tornando indispensáveis para a comunicação de produtos e serviços das empresas, em virtude disso sua valorização é crescente.

 

 

Todos querem ter uma chance de construir uma carreira de sucesso, não é? Então pense nisso! Venha preparar-se para uma profissão! O Senac apresenta mais esta opção a você!

 

SAIBA MAIS SOBRE O CURSO CLICANDO AQUI

 

Faça um curso no Senac e mude de vida!

 

 

Senac na Rua Rolando Malucelli 16, em frente a prefeitura, venha conhecer os cursos e a infraestrutura ou ligue para 3622-4853 | WhatsApp (47) 9 8402 8399 | e-mail: canoinhas@sc.senac.br

 

O cronograma e o plano de ações para a arrecadação de roupas, calçados e cobertores foram definidos durante reunião na tarde desta quinta-feira, 19

 

 

 

“Hora de doar” é mais uma vez o slogan da Campanha do Agasalho, que neste ano chega à sua segunda edição em Três Barras com o objetivo de auxiliar as pessoas e famílias carentes a enfrentar as baixas temperaturas do inverno.

 

 

A campanha é uma iniciativa do Governo do Município, por meio da secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, com os apoios da Defesa Civil Municipal, Leo Clube Três Barras e da Westrock, que fará a doação de caixas de papelão para a coleta dos donativos.

 

 

 

Coordenado pela secretária Cleide Alberti Gonçalves, o encontro teve a participação da assistente social Eliane Hack Basílio; da coordenadora municipal da Defesa Civil, Adrielle da Costa; e também de Luiz Pacheco Júnior, do Leo Clube e de Cinara Oliveira Coelho, representante da WestRock.

 

 

PROGRAMAÇÃO

A coleta dos donativos inicia no dia 02 de maio e vai até o final do mês de junho. A distribuição deve começar já na primeira semana do mês de julho, na cidade e no interior, juntamente com a entrega das cestas básicas do programa Sacolão.

 

 

Como o objetivo de conscientizar estudantes e seus familiares a serem parceiros e divulgadores da campanha, pontos de coleta serão colocados em escolas e creches do município, assim como nas secretarias municipais, prefeitura e na sede da Defesa Civil.

 

 

O recolhimento dos donativos deverá acontecer semanalmente, assim como a triagem daquilo que for coletado. “Acreditamos no sucesso da campanha, tendo em vista a solidariedade já demonstrada pelo povo tresbarrense em outros eventos semelhantes”, disse Cleide.

 

 

Conforme a secretária, a campanha estará focada na qualidade dos donativos e não na quantidade, até como forma de respeito às pessoas e famílias que irão recebê-los. “O espírito de doação deve prevalecer, não o de descarte”, argumenta.

 

 

Sendo assim, peças velhas, rasgadas e em péssimas condições de uso, bem como roupas íntimas, não serão aceitas como doações. “Até porque a iniciativa visa aquecer essas pessoas e amenizar a vulnerabilidade delas às doenças relacionadas ao frio”, justifica.

 

 

Além da população carente, a campanha tem ainda como público alvo as entidades assistenciais, abrigos e unidades escolares.

 

 

Para mais informações, acesse: www.tresbarras.sc.gov.br/noticias

Órgão diz que só responde por manutenção básica da rodovia estadual que liga quatro municípios da região

 

Quem ainda espera pelas obras de reforma da SC 135, entre Porto União e a divisa com Matos Costa, pode se preparar para esperar ainda mais. As ações político-administrativas que antes eram tomadas na região, pela Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Canoinhas, no Planalto Norte Catarinense, estão todas concentradas agora na ADR de Mafra. O secretário executivo da agência de Mafra, Abel Schroeder, disse, por telefone, ao jornal O Comércio, que nenhum programa será descontinuado.

 

 

Conforme Schroeder, os programas nas áreas de educação, saúde e desenvolvimento regional, foram incluídos nas ações da estrutura governamental da ADR de Mafra. “Não há perdas, nenhum programa, planejamento ou a verba destinada será perdida”, disse. No entanto ele admitiu que a estrutura descentralizada só cuida de manutenção básica, quando o assunto é estrada.

 

 

Esse procedimento também vale para a SC 135. Sobre a situação da ordem de serviço para obras de revitalização do trecho o secretário disse que a decisão é exclusiva do Departamento de Infraestrutura de Santa Catarina (Deinfra).A competência da ADR é da conservação, com operações tapa buracos, roçadas das margens das rodovias, limpeza das placas de sinalização, mas não podemos trabalhar com questões complexas e que envolvem grandes somas de dinheiro, como é o caso da SC 135 entre Porto União e Matos Costa”.

 

 

Schroeder disse também que desconhece as razões pela qual a ordem de serviço, no valor de R$ 7,5 milhões, bem abaixo dos R$ 30 milhões orçados originalmente e dos R$ 10 milhões anunciados pelo então governador Raimundo Colombo em março de 2017, não foram liberados pelo governo. A ordem de serviço nunca foi assinada, apesar da licitação ter sido concluída e da empresa, que é de União da Vitória (PR), ser conhecida.

 

 

DINHEIRO NÃO

Recentemente o governador Eduardo Pinho Moreira (PSD), ao se referir sobre o trecho entre Porto União e Matos Costa, manifestou interesse em processar a construtora responsável pela obra, entregue em 2004. “Tinha de prender a empresa que fez a obra”, disse no final de março durante entrevista ao JMais. Pinho Moreira disse que serão necessários R$ 50 milhões para revitalizar o trecho, mas não disse quando e como o governo pretende dispor desse dinheiro.

 

 

O trecho, eternamente danificado, já proporcionou a perda de credibilidade política para lideranças regionais com mandato na Assembleia Legislativa. Também, já gerou brigas envolvendo o então Secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, João Carlos Ecker, o presidente do Deinfra, Paulo Meller, e políticos de Porto União, em 2015. A reclamação dos políticos locais é que se fossem juntados todos os recursos gastos com tapa buracos desde a inauguração do trecho, haveria dinheiro suficiente para revitalizar todo o trecho.

 

 

Lideranças comunitárias de Porto União e do Distrito de São Miguel da Serra estão em conversação para um protesto, o terceiro do gênero, que pretende fechar a rodovia para chamar a atenção do governo do estado. A informação é que, neste protesto, ainda sem data definida, a estrada ficará fechada por tempo indeterminado. A produção de O Comércio tentou contato com os dois escritórios do Deinfra-SC, em Joinville e em Florianópolis, durante a quarta-feira, 18, mas até o fechamento da reportagem ninguém atendeu as ligações.

Em Canoinhas as vacinas estarão disponíveis nas unidades da área central e para o público-alvo em todas as unidades de saúde

 

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza em Santa Catarina será realizada de 23 de abril, próxima segunda-feira, a 1º de junho, sendo dia 12 de maio o dia D de mobilização nacional. A campanha nacional é realizada todos os anos na segunda quinzena de abril, período considerado de sazonalidade da doença. “O objetivo da campanha é reduzir complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população-alvo da vacinação”, observou o secretário da Saúde Acélio Casagrande.

 

 

O assunto foi tema da coletiva de imprensa promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive),  na manhã desta quinta-feira, 19, onde foi destacada a importância da imunização contra o vírus influenza (gripe).

 

Em Canoinhas as vacinas estarão disponíveis nas unidades da área central e para o público-alvo em todas as unidades de saúde. Para o interior, um calendário será divulgado no começo da semana que vem com as datas em que as vacinas estarão disponíveis.

 

 

 

QUASE 2 MILHÕES DEVEM SER VACINADOS

Em Santa Catarina, a população-alvo para a vacinação é composta por 1.844.225 pessoas pertencentes aos seguintes grupos prioritários: crianças entre 6 meses e 5 anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; professores do ensino infantil, fundamental e médio e de universidades públicas e privadas; indivíduos com 60 anos ou mais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A Dive destaca que a vacinação será oferecida gratuitamente em todas as 1.103 salas de vacina da rede pública de saúde do Estado para os grupos prioritários. A meta é alcançar uma cobertura de pelo menos 90%. Até o momento, Santa Catarina recebeu 761 mil doses da vacina contra a influenza, o que representa 37% do total.

 

 

PREPARAÇÃO DOS SERVIÇOS

A SES está preparando os serviços para a temporada de inverno, em que há um aumento na circulação do vírus influenza. “Está sendo promovida uma ampla divulgação da definição de caso, dos critérios de classificação de risco e do protocolo de atendimento para os profissionais da saúde, para qualificar o atendimento a casos suspeitos. Também será feito o monitoramento diário da ocupação de leitos hospitalares de UTI e de respiradores, para promover o contingenciamento e a ampliação, caso seja necessário”, informou Eduardo Macário, diretor da Dive.

 

 

É importante prestar atenção aos sintomas da gripe que, em geral, são febre alta, calafrios, tosse, dor de cabeça, dor de garganta, falta de ar, cansaço e dores musculares. “Quem estiver com febre alta, tosse e falta de ar deve procurar uma unidade de saúde o mais rápido possível, para atendimento precoce e qualificado. O tratamento é mais eficiente quando iniciado nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas”, alertou Fábio Gaudenzi, superintendente de Vigilância em Saúde. O tratamento precoce com medicamentos antivirais ajuda a evitar a evolução para formas graves que podem levar à internação e ao óbito.

 

 

Em 2017, foram distribuídas mais de 881 mil cápsulas de fosfato de Oseltamivir (Tamiflu) para todos os municípios. Esse ano, até o momento, já foram distribuídas 196 mil cápsulas. O Estado possui mais de 1 milhão de cápsulas em estoque, podendo distribuí-las imediatamente conforme a demanda, além de solicitar mais ao Ministério da Saúde. “É importante que o antiviral esteja em todas as unidades de saúde, para ser utilizado pelo paciente assim que for dispensado pelo médico”, complementou Gaudenzi.

 

 

REFORÇO NA PREVENÇÃO

A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções eliminadas pelas vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Ela também ocorre quando mãos e objetos contaminados entram em contato com mucosas, como boca, olhos e nariz.

 

 

“O vírus da gripe permanece por horas no ambiente, principalmente em superfícies tocadas por diversas pessoas, como corrimões, interruptores de luz, maçanetas, carrinhos de supermercado, entre outras”, ressalta a enfermeira Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Dive. O compartilhamento de materiais escolares, brinquedos, canetas, teclados de computador, por exemplo, também contribui para a transmissão. Por isso, segundo Vanessa, é importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou utilizar álcool gel, além de evitar tocar os olhos, a boca e o nariz após o contato com essas superfícies.

 

 

A Dive orienta a população a adotar cuidados simples para evitar a doença. Entre esses cuidados estão: lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto, não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar locais com aglomeração de pessoas. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos cadastrados. Saiba onde buscar a vacina no site www.gripe.sc.gov.br .

 

 

UNIDADES SENTINELAS

O Estado possui uma rede de unidades sentinelas para a vigilância da influenza distribuída em sete serviços de saúde que monitoram a circulação do vírus por meio de casos de síndrome gripal (SG) e síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

 

 

Esses serviços estão localizados em Joinville, com 2 Unidades Sentinelas de SRAG, uma no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt e outra no Hospital Jeser Amarante Faria, e 1 unidade de SG na UPA 24h no bairro Aventureiro; em Florianópolis, com 2 Unidades Sentinelas de SRAG, no Hospital Nereu Ramos e no Hospital Infantil Joana de Gusmão, e 1 de SG na UPA Sul da Ilha; e em São José, com 1 Unidade de SG no Hospital Regional Homero de Miranda Gomes.

 

 

TÉTANO

Em Santa Catarina, a vacinação contra o tétano será intensificada durante o período de campanha contra a gripe, especialmente para os adultos, grupo que apresenta baixa cobertura vacinal. Quem não tiver carteira de vacinação, ou a tiver perdido, também pode procurar o posto de saúde para tomar a vacina.

 

 

“Essa é uma estratégia estadual, pois ainda que tenhamos poucos registros de tétano em Santa Catarina, boa parte dos casos se apresenta de forma grave e, frequentemente, evolui a óbito. Isso é inaceitável, pois o tétano é uma doença totalmente prevenível por vacina”, explica Vanessa.

 

 

No ano passado, 12 casos de tétano acidental foram confirmados no Estado, sendo a maioria entre pessoas maiores de 50 anos, dos quais 4 evoluíram para óbito. Isso representa uma taxa de letalidade de 33,3% acima da taxa nacional, que foi de 32,6%. A vacinação é a única maneira de evitar a doença, mas é preciso tomar três doses para garantir a imunização, com reforço a cada 10 anos.

Quase metade dos municípios de SC tem foco do mosquito da dengue. Porto União estão entre os Municípios infestados pelo Aedes Aegypti                              

Canoinhas registrou o primeiro caso positivo de dengue em 2018. A confirmação é do Serviço de Vigilância Epidemiológica do Município. O caso importado de dengue teve como possível local de infecção a Bahia. Além deste caso confirmado, até o momento, o município registra também um caso descartado de dengue e um caso descartado de chikungunya.

 

 

Para o Estado de Santa Catarina, do total de casos confirmados até o momento, dois são autóctones (transmissão dentro do estado), ambos residentes no município de Itapema, e quatro são importados (transmissão fora do estado), residentes nos municípios de Biguaçu, Canoinhas, Porto União e São José. “Ou seja, 50% dos casos importados estão registrados para a região do Planalto Norte Catarinense. Lembrando que Porto União ainda é considerado município infestado. Esse fato aumenta a preocupação da equipe que mantém a vigilância no controle e combate ao mosquito sempre ativa, inclusive no período do inverno”, argumenta a bióloga Cristina Brandes Grosskopf, do Ambulatório Municipal de Epidemiologia.

 

 

A secretária de Saúde, Zenici Dreher, lembra que há vigilância em armadilhas e em pontos estratégicos em toda a área urbana do município e que as unidades estão sempre em processo de atualização e atentas às informações e sintomas relatados pelos pacientes, principalmente quando há relato de viagem para áreas infestadas e com transmissão da doença.

 

 

No entanto, mesmo com a vigilância do vetor em toda a área urbana do município, a bióloga Cristina reforça a importância da colaboração dos munícipes neste processo por meio de denúncias que podem ser feitas diretamente aos agentes de endemia, aos agentes comunitários de saúde ou pelo telefone da Vigilância Epidemiológica (47 – 3622-8416). “Além disso, é importante manter a vigília nas residências buscando não disponibilizar recipientes que possam se tornar criadouros do mosquito”, afirma a bióloga. Zenici salienta que a colaboração de todos na eliminação de recipientes, ou qualquer espaço que propicie acúmulo de água, é fundamental para combater o mosquito.

       

ESTADO

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) divulgou nesta quinta-feira, 19, novo boletim sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica de dengue, febre de chikungunya e zika vírus. No período de 31 de dezembro de 2017 a 14 de abril de 2018, foram identificados 8.054 focos do mosquito Aedes aegypti em 137 municípios, incluindo Porto União e Irineópolis. Isso significa que praticamente metade dos 295 municípios catarinenses tem foco do mosquito da dengue.

 

 

Nesse mesmo período em 2017, haviam sido identificados 4.987 focos em 117 municípios. O aumento do número de focos está associado ao Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), no qual ocorre a coleta de larvas para o conhecimento do Índice de Infestação Predial (IIP). O número de focos de 2018 é 61,5% maior quando comparado ao mesmo período do ano de 2017.

 

 

Em relação à situação entomológica, já são 69 municípios considerados infestados, incluindo Porto União, o que representa um incremento de 27,8% em relação ao mesmo período de 2017, que registrou 54 municípios nessa condição. Em comparação ao último boletim, houve a inclusão dos municípios de Irati e Riqueza como infestados.

 

 

O que é dengue?

Dengue é uma doença infecciosa febril causada por um arbovírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Ela é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado.

 

 

A infecção pelo vírus da dengue pode ser assintomática ou sintomática. Quando sintomática, causa uma doença sistêmica e dinâmica de amplo espectro clínico, variando desde formas mais leves (oligossintomáticas) até quadros graves, podendo evoluir para o óbito. Todos os quatro sorotipos do vírus da dengue circulantes no mundo (DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4) causam os mesmos sintomas, não sendo possível distingui-los somente pelo quadro clínico. O termo “dengue hemorrágica” deixou de ser empregado em 2014, quando o Brasil passou a utilizar a nova classificação da doença, que leva em consideração que a dengue é uma doença única, dinâmica e sistêmica. Para efeitos clínicos e epidemiológicos, considera-se a seguinte classificação: dengue, dengue com sinais de alarme e dengue grave.

 

 

 

Sinais e sintomas

Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40° C) de início abrupto, que tem duração de 2 a 7 dias, associada à dor de cabeça, fraqueza, a dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos. Manchas pelo corpo estão presentes em 50% dos casos, podendo atingir face, tronco, braços e pernas. Perda de apetite, náuseas e vômitos também podem estar presentes.

 

 

Com a diminuição da febre, entre o 3º e o 7º dia do início da doença, grande parte dos pacientes recupera-se gradativamente, com melhora do estado geral e retorno do apetite. No entanto, alguns pacientes podem evoluir para a forma grave da doença, caracterizada pelo aparecimento de sinais de alarme, que podem indicar o deterioramento clínico do paciente.

 

 

Quadros graves

Sangramentos de mucosas (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, letargia, sonolência ou irritabilidade, hipotensão e tontura são considerados sinais de alarme. Alguns pacientes podem, ainda, apresentar manifestações neurológicas, como convulsões e irritabilidade.

 

 

O choque ocorre quando um volume crítico de plasma (parte líquida do sangue) é perdido através do extravasamento nos vasos sanguíneos, ele se caracteriza por pulso rápido e fraco, diminuição da pressão de pulso, extremidades frias, demora no enchimento capilar, pele pegajosa e agitação. O choque é de curta duração e pode, após terapia apropriada, evoluir para uma recuperação rápida; mas, pode também avançar para o óbito, num período de 12 a 24 horas.

 

 

Qualquer pessoa pode desenvolver formas graves de dengue já na primeira infecção, apesar de isso ocorrer com maior frequência entre a 2ª ou 3ª infecção, devido à resposta imune individual. No entanto, crianças, gestantes e idosos, além daqueles em situações especiais (portadores de hipertensão arterial, diabetes mellitus, asma brônquica, alergias, doenças hematológicas ou renais crônicas, doença grave do sistema cardiovascular, doença ácido-péptica ou doença autoimune), têm maior risco de apresentar quadros graves de dengue.

 

 

Atenção: na presença de sinais de alarme, o paciente deve retornar imediatamente ao serviço de saúde.

 

 

Pessoas que estiveram, nos últimos 14 dias, numa cidade com a presença do Aedes aegypti ou com a transmissão da dengue e apresentarem os sintomas citados devem procurar uma unidade de saúde para o diagnóstico e tratamento adequados.

 

 

 

>> O que é febre de chikungunya?

É uma infecção viral causada pelo vírus chikungunya, que pode se apresentar sob forma aguda (com sintomas abruptos de febre alta, dor articular intensa, dor de cabeça e dor muscular, podendo ocorrer erupções cutâneas) e evoluir para as fases subaguda (com persistência de dor articular) e crônica (com persistência de dor articular por meses ou anos). O nome da doença deriva de uma expressão usada na Tanzânia que significa “aquele que se curva”.

 

 

Pessoas que estiveram, nos últimos 14 dias, em cidade com a presença do Aedes aegypti ou com a transmissão da febre de chikungunya e apresentarem os sintomas citados devem procurar uma unidade de saúde para o diagnóstico e tratamento adequados.

 

 

 

>> O que é febre do zika vírus?

É uma doença causada pelo vírus zika (ZIKAV), transmitido pela picada do mesmo vetor da dengue, o Aedes aegypti, infectado. Pode manifestar-se clinicamente como uma doença febril aguda, com duração de 3 a 7 dias, geralmente sem complicações graves.

 

 

Segundo a literatura, mais de 80% das pessoas infectadas não desenvolvem manifestações clínicas. Porém, quando presentes, caracterizam-se pelo surgimento do exantema maculopapular pruriginoso, febre intermitente, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, artralgia, mialgia, edema periarticular e cefaleia. A artralgia pode persistir por aproximadamente um mês.

 

 

 

>>Orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

  • evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • mantenha lixeiras tampadas;
  • deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • retire a água acumulada em lajes;
  • dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
  • mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
  • denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;
  • caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para o atendimento.

20 de Abril de 2018

 

 

 

Diário Catarinense                                                                                                                       

Uma em cada quatro cidades tem foco do mosquito da dengue

————————————————————————————

 

O Globo

 

Manchete: Plano de saúde sobe 4 vezes a inflação

Reajuste previsto para os individuais é de 13% 

Será o quarto ano seguido de aumento neste percentual. Contratos coletivos devem ter alta ainda maior

Com base nas regras atuais de reajuste, o mercado já sabe que o aumento nos planos de saúde individuais ou familiares será de 13% este ano, o equivalente a quatro vezes a inflação prevista para 2018, de 3,48%. Trata-se do quarto ano seguido de alta na faixa de dois dígitos. O índice oficial será anunciado em maio pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e deve afetar pouco mais de 9 milhões de pessoas. A expectativa é que os contratos coletivos, que não são regulados e abrangem mais de 31 milhões de beneficiários, tenham reajuste ainda maior. A ANS discutia uma nova fórmula de cálculo para os planos individuais, que resultaria em aumento menor, mas a proposta foi rejeitada. (PÁGINA 19)

 

 

Petrobras decide vender 4 refinarias

Estatal estima arrecadar até US$ 10,7 bi com a operação, programada para 2019

A Petrobras revelou ontem um plano para vender 60% do capital de quatro de suas 13 refinarias, que respondem por 37% da capacidade de refino do país. Hoje, a Petrobras controla 99% desta atividade. Bancos estimam que a estatal arrecadará até US$ 10,7 bilhões com a operação, em 2019. A venda pode ajudar a empresa a atingir sua meta de desinvestimento, que é de US$ 21 bilhões. (PÁGINA 17)

 

 

Novo chefe cubano sinaliza que não haverá grandes mudanças

Em sua posse, o novo chefe da ditadura cubana, Miguel Díaz- Canel, disse que tentará avançar na atualização do modelo econômico, mas indicou que não se devem esperar grandes mudanças, relata o enviado especial HENRIQUE GOMES BATISTA. Para a OEA, a transição foi “ilegítima”. (PÁGINAS 21 e 22)

 

 

Prefeitura fecha boxes de milicianos

Camelódromo no Centro tinha 45 pontos explorados por bando paramilitar

Órgãos municipais interditaram 45 boxes no camelódromo da Rua Uruguaiana, no Centro, alegando que eles foram construídos por uma milícia. Segundo a prefeitura, os pontos começaram a ser vendidos no segundo semestre do ano passado, com preços que variavam de R$ 50 mil a R$ 70 mil cada um deles. As informações foram encaminhadas à Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Pela manhã, a polícia prendeu em Santa Cruz e em Nova Iguaçu 13 suspeitos de pertencer a uma quadrilha de milicianos que atua na Baixada e na Zona Oeste. (PÁGINA 8)

 

 

Barbosa: ‘Ainda falta muito para candidatura’

Na primeira reunião com o PSB como possível candidato a presidente, Joaquim Barbosa disse que ainda não convenceu a si mesmo e admitiu que há dificuldades com o partido. (PÁGINA 3)

————————————————————————————

 

O Estado de S. Paulo

 

Manchete: Sindicatos obtêm na Justiça o direito de cobrar imposto

Levantamento mostra que já há 123 decisões favoráveis à contribuição obrigatória, extinta na reforma trabalhista

Cinco meses após a reforma trabalhista entrar em vigor, sindicatos de todo o País têm obtido liminares que mantêm uma de suas principais fontes de receita, a contribuição obrigatória, informa Luciana Dyniewicz. Levantamento online feito por advogados de entidades de trabalhadores mostra que já são 123 decisões a favor dos sindicatos, sendo 34 em 2.ª instância – não há dados sobre sentenças contrárias. Também não há um levantamento oficial nacional sobre o assunto. Em Santa Catarina, o Tribunal Regional do Trabalho da 12.ª Região contabiliza 54 decisões favoráveis às entidades dos trabalhadores e uma contra. Pelo menos um sindicato deverá receber, até o fim deste mês, a quantia equivalente a um dia de trabalho de cada funcionário. O caso envolve o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de São Paulo (STIA) e a empresa de laticínios Vigor. (ECONOMIA / PÁG. B1)

 

Governo é contra liberar FGTS 

Aprovada em comissão da Câmara, a liberação do FGTS para o trabalhador que pedir demissão poderá drenar até R$ 25 bilhões por ano do Fundo de Garantia, o que colocaria em risco sua sustentabilidade, diz o Ministério do Planejamento. (PÁG. B3)

 

 

‘Lula não é preso político, é político preso’

Em entrevista, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso minimiza os 8% das intenções de voto de Geraldo Alckmin (PSDB) e diz que Joaquim Barbosa foi “competente” como juiz, mas que isso não o qualifica para presidente. Sobre Lula, dispara: “Não é preso político, é político preso”. (POLÍTICA / PÁG. A6)

 

 

Barbosa e o PSB se reúnem em Brasília

Joaquim Barbosa durante encontro com a cúpula do PSB, em Brasília. O presidenciável costuma se definir como social- democrata, adepto da responsabilidade fiscal, mas defensor de um Estado indutor do desenvolvimento social. A um interlocutor, ele afirmou que sua história de vida não lhe permite abraçar um projeto ultraliberal ou defender o “capitalismo selvagem”. (POLÍTICA / PÁG. A4)

 

 

STF nega recurso a Maluf e mantém prisão em casa

O STF decidiu que o deputado afastado Paulo Maluf, condenado a 7 anos e 9 meses de prisão, não tem o direito de apresentar recurso que pode reformar a sentença. Ele ficará em prisão domiciliar. O TRF-4 manteve pena de 30 anos e 9 meses imposta a José Dirceu. (POLÍTICA / PÁGS. A8 e A9)

 

 

Negociação entre Boeing e Embraer avança

As negociações entre o governo brasileiro e a Boeing apontam para 80,01% de participação da empresa americana e 19,99% da brasileira em uma nova companhia. A joint venture deve ficar restrita à área de jatos comerciais e deixar de fora setores militar e executivo. (ECONOMIA / PÁG. B4)

 

 

Presidente de Cuba terá poder pleno só em 2021

Miguel Díaz-Canel assumiu a presidência de Cuba prometendo “continuidade”, com “pouco espaço para o capitalismo”. Raúl Castro sinalizou que seu sucessor ficará também à frente do Partido Comunista a partir de 2021. (INTERNACIONAL / PÁG. A10)

————————————————————————————

 

Folha de S. Paulo

 

Manchete: Díaz-Canel assume em Cuba sob a sombra de Raúl Castro

Ato marca saída da dinastia Castro do principal posto do regime, mas não sua perda de influência

Sem surpresa ou comoção nas ruas, Miguel Díaz-Canel, o homem escolhido por Raul Castro para sucedê-lo como chefe de Estado e de governo em Cuba, tomou posse ontem após ser confirmado em votação de deputados, narra a enviada Isabel Fleck. A maior mudança política na ilha desde que Fidel Castro tomou o poder, após a revolução, há quase 60 anos, foi transmitida pela TV estatal. Poucos cubanos, entretanto, se esforçaram para acompanhar a sessão da Assembleia, na capital Havana. Em seus discursos, Díaz-Canel, 58, e Raúl, 86, deixaram evidentes as condições da passagem de bastão. Enquanto o primeiro garantiu que seguirão nas mãos de Castro as principais decisões, o segundo deu as diretrizes que ele deverá seguir. Raúl, que falou três vezes mais que seu sucessor, permanecerá à frente do Partido Comunista Cubano até 2021 e das Forças Armadas. Castro “encabeçará as decisões de maior transcendência para o presente e o futuro da nação”, disse Díaz-Canel. Engenheiro, o novo dirigente é discreto e pouco conhecido —muitos o veem como um tecnocrata. (Mundo A12)

 

 

União Europeia suspende compras de 12 fábricas da BRF

A UE proibiu importações de 12 fábricas da BRF, dona de Sadia e Perdigão. Pelas estimativas, a empresa terá perda de R$ 1 bilhão coma ação, por deficiências no controle sanitário. Ontem, o Conselho de Administração aprovou indicação de Pedro Parente, da Petrobras, para liderá-lo. (Mercado A17)

 

 

Joesley diz que pagou mesada de R$ 50 mil a Aécio por 2 anos 

Joesley Batista afirmou à Procuradoria que pagou R$ 50 mil por mês a Aécio Neves (PSDB), durante dois anos, por meio de rádio da qual o senador era sócio. Segundo ele, a mesada serviria para custear despesas do tucano. A defesa de Aécio diz que a relação entre a JBS e a emissora era lícita. (Poder A4)

 

 

Preciso cumprir a pena, não posso brigar com a cadeia

Por decisão do Tribunal Regional da 4ª Região, o ex-ministro do PT deve voltar à prisão para cumprir pena de 30 anos por crimes investigados na Lava Jato. Em entrevista a Mônica Bergamo, ele fala sobre a cadeia. “Você está preso. Convive com [condenados pela lei] Maria da Penha, com um pedófilo.” (Poder A6)

 

 

Em seu novo livro, FHC elenca rivais a combater

Em “Crise e Reinvenção da Política no Brasil”, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso cita o ultramercadismo, a esquerda estatista e o corporativismo como rivais à modernização na política. (Poder A10)

 

 

São Paulo tem indústria de creches conveniadas

A demanda por vagas na educação infantil em São Paulo estimulou a criação de uma indústria da creche, que cobra aluguel inflado da prefeitura. A gestão Bruno Covas (PSDB) diz que reavalia contratos. (Cotidiano B1)

————————————————————————————