< agosto 2017 - JMais | Jornalismo Digital Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Pablo Tobias Friederich, 28 anos, foi sepultado na manhã desta quinta-feira, 31                                                

 

A emoção tomou conta de parentes e amigos do policial militar Pablo Tobias Friederich, 28 anos, sepultado na manhã desta quinta-feira, 31, no Cemitério Municipal de Canoinhas. A cerimônia militar fúnebre teve salva de tiros, toque de silêncio executada por músico da banda Novos Talentos, além de um corredor formado por colegas de farda, entre oficiais, praças e alunos soldados que prestaram continência no momento em que o caixão era levado para o túmulo. Enquanto as viaturas disparavam suas sirenes, era difícil para quem conheceu Pablo segurar as lágrimas.

 

Filho exemplar, noivo carinhoso, profissional dedicado. Eram muitas as qualidades do jovem policial exaltadas a cada momento pelos que o conheciam e lamentavam sua despedida tão precoce. O pai de Pablo lembrou das palavras do filho, contente por ter sido recentemente alocado na guarnição de Três Barras. Até então ele viajava pela perigosa SC-477 para trabalhar em Papanduva. Trabalhando mais perto, embora precisasse percorrer a BR-280, Pablo acreditava que corria menos riscos. Não foi o que aconteceu. O trágico acidente de terça-feira, 29, mostrou que nosso destino pode estar mais perto do que imaginamos.

 

CAUSA

Ainda não se sabe qual foi a causa do acidente. Especula-se que Pablo tenha sido surpreendido por um motorista que teria invadido sua pista. Para evitar uma colisão ele teria jogado o carro para o acostamento. Marcas de frenagem na pista contribuem para essa hipótese.

 

Outra possibilidade levantada é de que ele teria desviado algum animal na pista.

 

Mistério que dificilmente será revelado, considerando que até o momento não apareceu nenhuma testemunha.

 

Com a derrota, o governo será obrigado a enviar hoje o projeto de lei do Orçamento de 2018 com o déficit de R$ 129 bilhões

 

Por falta de quórum, o Congresso Nacional aprovou na madrugada de hoje, 31, o texto-base, mas não concluiu a votação do projeto que revisa as metas fiscais de 2017 e de 2018 para um déficit de R$ 159 bilhões. O texto principal que previa alteração nos déficits fiscais dos dois anos chegou a ser aprovado, mas como a sessão se prolongou pela madrugada, o quórum mínimo necessário para prosseguimento da votação, que analisava cinco destaques, não foi alcançado.

 

Com a derrota, o governo será obrigado a enviar hoje o projeto de lei do Orçamento de 2018 com o déficit de R$ 129 bilhões, menor do que as expectativas atualizadas pela equipe econômica. Caso o projeto tivesse sido aprovado por completo, o Executivo estaria autorizado a enviar a nova meta fiscal de acordo com o ajuste na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

 

Uma nova sessão do Congresso está marcada para a próxima terça-feira, 5, às 19h, para que os parlamentares terminem de apreciar os últimos dois dos cinco destaques feitos ao texto.

 

PLENÁRIO COM 2017 DEPUTADOS

Após permanecer por quase uma hora aguardando os depudados para registro de presença no plenário, o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), encerrou a sessão pouco depois das 3h40. No momento do encerramento, 219 deputados haviam registrado presença no plenário, quando o quórum necessário para que a votação continuasse era 257.

 

“Não há necessidade disso. Estamos há mais de 50 minutos [esperando o quórum]. A meta fiscal está aprovada. Nós derrubamos aqui quase todos os destaques que eu [conduzi] democraticamente. Para não dizer que eu estava aqui esperando para votar, na calada da noite, eu vou encerrar essa sessão. Estou com a consciência de dever cumprido, não estou aqui para defender governo, nem tirar o direito da oposição legítimo”, disse o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE).

 

OBSTRUÇÃO

Desde as 1h46, quando o texto-base foi aprovado, os parlamentares começaram a analisar os destaques sugerindo alterações em pontos específicos do texto. Três dos cinco destaques foram rejeitados, mas no momento em que a quarta emenda seria votada, a verificação de quórum foi novamente necessária.

 

A oposição pediu por diversas vezes para que Eunício Oliveira encerrasse a votação, mas ele optou por manter a sessão enquanto a base governista ainda tentava atingir o quórum. Ele chegou a cogitar suspender a sessão e retomá-la logo pela manhã, mas a alternativa foi considerada frágil regimentalmente. O líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), fez diversas ligações a colegas aliados ao Planalto. Aos poucos o quórum foi sendo preenchido, mas não no ritmo esperado pelo governo.

 

O presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira, encerrou a sessão pouco depois das 3h40 Marcelo Camargo/Agência Brasil

REPERCUSSÃO

Para o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), o governo não foi derrotado com a não conclusão da votação. “Foi uma derrota para o cansaço, porque 38 deputados não conseguiram chegar. Faz parte do jogo. Foi uma obstrução legítima, não podemos tirar o mérito da oposição, mas não é nada que crie qualquer problema para o governo”, disse. O senador explicou que caso os destaques sejam rejeitados na próxima semana, o governo precisa apenas enviar uma correção da meta ao Congresso Nacional.

 

Pouco antes do fim da sessão, o líder do PSOL na Câmara, deputado Glauber Braga (RJ), disse que viraria a noite se fosse preciso. “Essa história de suspender sessão para a turma tomar café e, no dia seguinte, de manhã, estar aqui, coisa nenhuma. Vamos ficar aqui. Não tem isso, não. Vamos ficar aqui no plenário da Câmara. Eu agora estou disposto. Estou com mais energia do que no início da sessão para ficar aqui agora”, disse.

 

SESSÃO

A sessão que se prolongou madrugada adentro começou pouco antes das 17h, com a análise de oito vetos presidenciais que deveriam ser votados antes das novas metas fiscais. Antes da aprovação do texto-base, a oposição já pedia a verificação de quórum, o que atrasou paulatinamente a sessão.

 

“Assim que completar o quórum, eu encerro”, disse Eunício Oliveira, deixando os oposicionistas indignados. “Quem tem compromisso com o governo e com essa meta, que estivesse no plenário”, reclamou a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

 

Após a votação, o presidente do Congresso disse que foi aprovada a meta fiscal. “Como não altera absolutamente nada e o governo, pelo prazo, tem que encaminhar a meta antiga, nós encerramos a sessão uma vez que votamos aqui todos os vetos pendentes. Votamos durante onze horas ontem e onze horas e meia hoje quase vinte matérias nominais, com obstrução, com questões de ordem apenas para correr tempo, e pelo jogo da oposição”, disse.

 

Na proposta enviada ao Congresso, o governo está revendo as metas fiscais deste ano, que prevê um déficit primário de R$ 139 bilhões; e a do ano que vem, cujo déficit previsto era de R$ 129 bilhões. A proposta do governo prevê a revisão dos próximos dois anos para um déficit primário de R$ 159 bilhões.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) 

 

Influenciada pelo aumento da informalidade no mercado de trabalho, a taxa de desemprego do país caiu 0,8 ponto percentual, em relação ao trimestre encerrado em abril e fechou o período maio a julho deste ano em 12,8%.

 

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados hoje, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que indica ainda que o país tem 13,3 milhões de desempregados.

 

No trimestre imediatamente anterior, encerrado em abril, a taxa de desemprego havia sido de 13,6%. Na comparação com o mesmo trimestre móvel do ano anterior, houve alta de 1,2 ponto percentual na desocupação.

 

Os dados representam uma queda de 5,1% no desemprego frente ao trimestre anterior (menos 721 mil pessoas). Mas o desemprego cresceu 12,5% (mais 1,5 milhão de pessoas) no confronto com igual trimestre de 2016.

 

A população ocupada do país em julho era de 90,7 milhões de pessoas, aumento de 1,6% em relação ao trimestre encerrado em abril. O dado atual não apresenta alteração em relação ao mesmo trimestre de 2016.

Participam os municípios de Irineópolis, Canoinhas, Porto União, Rio Negrinho e São Bento do Sul, envolvendo as ADRs de Canoinhas e Mafra nesta etapa

 

O Ginásio Municipal da cidade de Irineópolis será o palco de talentos de toda região do Planalto Norte Catarinense, neste sábado, 2 de setembro. A partir das 18h30 serão apresentados na etapa microrregional do Festival Escolar Dança Catarina, 15 coreografias que competirão nas categorias Mirim, Infantil e Juvenil. As modalidades disputadas serão as Danças Livres, Danças Populares e Folclóricas e a Dança de Salão. A entrada no Festival é gratuita.

 

Participam os municípios de Irineópolis, Canoinhas, Porto União, Rio Negrinho e São Bento do Sul, envolvendo as ADRs de Canoinhas e Mafra nesta etapa.Na abertura do evento o público será agraciado com uma apresentação especial dos jurados da Cia. Dois Pontos de Dança e Teatro, com o trabalho intitulado “1717”, que tem como tema o primeiro símbolo nacional, a Nossa Senhora Aparecida. O título faz alusão ao ano em que a imagem foi encontrada: em 1717. O festival também terá apresentações especiais noencerramento do Festival, com participação na Mostrado Grupo UrbanStyle, de Canoinhas.

 

O integrador educacional da Gerência de Educação de Canoinhas, Erivélton Correa de Melo está otimista com a participação de diversas escolas da região. “Eventos de qualidade como essesó acrescentam culturalmente na vida desses alunos e professores. Um evento de alto nível para nossa região” destaca.

 

ESCOLAS PARTICIPANTES

Irineópolis: Escola do Campo;

Grupo Escolar (GE) Dalmo Edson Sfair;

GE Zélia Milles;

Núcleo Escolar (NE) Presidente Adolfo Konder;

NE Guilherme Bossow;

Escola de Educação Básica (EEB) Horácio Nunes.

 

Canoinhas: Escola Básica Municipal (EBM) Maria Lovatel Pires

Porto União: EEB Balduíno Cardoso

Rio Negrinho: EEM Manuel da Nóbrega

São Bento do Sul: EEB Celso Ramos Filho

 

De cada etapa, classificam-se para fase regional dois grupos de cada competição por categoria: mirim (de 6 a 11 anos), infantil (de 12 a 15 anos) e juvenil (acima de 15 anos); e por modalidade: danças de salão, livre e popular.

 

A etapa regional tem quatro eventos, que serão realizados no período entre 6 de outubro a primeiro de novembro, devendo contar com um total de 48 grupos representantes de escolas catarinenses.

 

O Festival Escolar Dança Catarina completa nesse ano 18 anos de existência, e é considerado o maior evento do país no gênero Dança Escolar itinerante. O evento é uma promoção do Governo do Estado de Santa Catarina, executado pela Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte), com apoio da Secretaria de Turismo Cultura e Esportes, município de Irineópolis e das ADRs de Canoinhas e Mafra.

 

PROGRAME-SE:

O que? Etapa Microrregional do Festival Escolar Dança Catarina

Quando? Sábado, dia 2 de setembro

Horário? As 18h30

Onde? Ginásio Municipal de Irineópolis – Rua: Mato Grosso, 285 Centro)

 

 

O Fórum é uma realização do Departamento de Ciências Administrativas do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

 

As discentes do Mestrado em Desenvolvimento da UNIARP, Sílvia Marina Rigo e Denise Bolzan Barpp participaram do 6º Fórum Internacional Ecoinovar, realizado de 21 a 23 de agosto, na cidade de Santa Maria-RS. Elas apresentaram pesquisas realizados no curso.

 

Foram apresentados os seguintes trabalhos: “Análise da história e da construção do brand equity da Feira de Produtos Coloniais de Caçador-SC”, de autoria de Denise Bolzan Barpp e da professora Ivanete Schneider Hahn e “Processo de sucessão familiar em micro e pequenas empresas: estudo em uma empresa de alimentos de Videira-SC”, de autoria de Silvia Marina Rigo e da professora Ivanete Schneider Hahn.

 

Angela Cardoso /Divulgação

A professora Ivanete Schneider Hahn, que também é docente do curso de Administração da UNIARP apresentou ainda o resultado do trabalho de conclusão de curso da egressa Jucilei Lins: “Ela é como se fosse um homem: empreendedorismo feminino no setor de transporte rodoviário de cargas” e o trabalho da egressa Cinara Gambirage: “Recursos estratégicos na indústria madeireira catarinense”.

 

O Fórum é uma realização do Departamento de Ciências Administrativas do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O evento se destina a promover o intercâmbio, a divulgação e o estímulo à produção de conhecimento, propostas e soluções que contribuam para o desenvolvimento de novas ideias, iniciativas e a construção de alianças para a inovação e a sustentabilidade. Para isso, reúne estudantes de graduação e pós-graduação, empresários, pesquisadores, administradores, ONGs ambientalistas e profissionais de diferentes áreas.

 

O evento ainda contou na programação com palestras, exposição de cases empresariais e minicursos – de modo a integrar e desenvolver o conhecimento na área de inovação, sustentabilidade e estratégia empresarial.

Policiais estão desde madrugada fazendo buscas em bairro de Joinville para tentar localizar um dos acusados de assassinar PM canoinhense na segunda-feira, 28

 

Mais um policial militar foi assassinado a tiros em Santa Catarina, desta vez em Camboriú, Litoral Norte, na noite desta quarta-feira, 30. Foi a quarta morte violenta de servidores da segurança no Estado no mês de agosto e a segunda de um PM desde a segunda-feira, 28.

 

A vítima foi o sargento Edson Abílio Alves, da reserva remunerada da Polícia Militar. O crime aconteceu por volta das 20h15min na rua Guamirim, no bairro Tabuleiro. Segundo as primeiras informações divulgadas por policiais, ele estava na frente de uma padaria quando foi surpreendido por um homem armado.

 

Imagens do sistema de segurança de um estabelecimento comercial flagraram o momento da ação, quando um criminoso surpreende o policial, o derruba e dispara ao menos três vezes contra a cabeça do homem.

 

BUSCAS

Desde a madrugada desta quinta-feira, 31, a Polícia faz buscas a um dos acusados de matar o policial canoinhense Joacir Roberto Vieira, em Joinville, na noite de segunda-feira, 28.

 

Até as 6h40min o suspeito não havia sido encontrado. Ele seria integrante de uma facção de São Paulo. A investigação da morte do PM, conduzida pela Polícia Civil, indica que ele foi executado e que não foi desdobramento de assalto.

 

Joacir foi baleado dentro de uma loja de calçados na rua Monsenhor Gercino, no bairro João Costa. Imagens dos três homens que participaram do assassinato estão sendo divulgadas pela Polícia Civil nas redes sociais.

As informações são do site do jornal Diário Catarinense.

HOMENAGEM E APREENSÃO

Depois dos assassinatos de dois policiais militares em uma só semana no Estado, o comando da PM determinou escolta reforçada ao sepultamento do policial Pablo Tobias Friederich, 28 anos, na manhã desta quinta-feira, 31, no Cemitério Municipal de Canoinhas. Ele morreu depois de sofrer um acidente na noite de terça-feira, 29, mas como seu sepultamento foi acompanhado por muitos policiais, o comando achou prudente escolta armada para acompanhar o cortejo.

 

 

O Departamento de Trânsito de Canoinhas (Detracan) e a coordenação municipal da Defesa Civil estão
em novo endereço: na rua Frei Menandro Kamps, 741, no Centro de Canoinhas. O telefone permanece o
mesmo: (47) 3624-0731.

As instruções foram repassadas pela equipe da Epagri

 

A evolução e crescimento de uma atividade agrícola passam pela busca de conhecimento do produtor rural. Sabendo disso é que a Secretaria de Desenvolvimento Rural e a Epagri promoveram uma tarde de capacitação aos produtores de erva-mate trazendo informações sobre o manejo da planta.

 

A oficina foi realizada na propriedade do produtor rural Antônio Schultz Júnior, na localidade da Fartura de Cima – o cultivo de erva da família é modelo. “Schultz foi um dos contemplados do Banco da Terra quando eu era presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Canoinhas. Ele ser contemplado demonstra que é possível permanecer na área rural”, destaca Kuroli. Para o secretário, o evento é um passo importante no desenvolvimento da Indicação Geográfica da Erva-mate.

Atualmente 12 fumantes integram o grupo antitabagismo

 

Para chamar a atenção sobre os riscos que o cigarro pode causar à saúde e os meios de enfrentar o vício é que a Vigilância Epidemiológica de Três Barras reuniu, na manhã de terça-feira, 29, os participantes do programa contra o Tabagismo, como forma de celebrar o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

 

No encontro alusivo a data, a equipe composta pelo médico João Ramão, enfermeira Kátia Reis e pela assistente social Amábile Holm deu ênfase ao fato de que o tabagismo é considerado, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), uma epidemia global e responsável por mais de seis milhões de mortes anuais, muitas delas motivadas por exposição involuntária à fumaça do tabaco. “O cigarro desencadeia uma série de doenças e mata mais que uma guerra”, destaca o médico.

 

Atualmente 12 fumantes integram o grupo antitabagismo. O programa prevê cinco encontros semanais com sessões terapêuticas e consultas médicas. “Iniciamos com quatro participações. Depois, foram oito na segunda turma. Ainda é grande a procura. Isso nos anima porque vemos que as pessoas querem, sim, deixar do vício”, frisa a enfermeira.

 

Colaboradora do programa, Marilene Ferreira é responsável pela triagem dos participantes e o agendamento das consultas.

 

Mais informações acesse: www.tresbarras.sc.gov.br

A entrega dos sacolões aos beneficiários do distrito de São Cristóvão acontece na terça-feira, 05 de setembro

 

Beneficiários do programa Sacolão, em Três Barras, receberão suas cestas básicas em três dias da próxima semana. A informação é da prefeitura, por meio da secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda.

 

Os contemplados residentes na sede do município devem fazer a retirada na segunda-feira ,04 de setembro, junto à secretaria de Assistência Social, situada a Avenida Rigesa n°240, centro da cidade, no período das 08h30 às 12h e das 13h10 às 17h.

 

A entrega dos sacolões aos beneficiários do distrito de São Cristóvão acontece na terça-feira, 05 de setembro, das 08h30 às 12h e das 13h10 às 17h, no anfiteatro Vereador Milton Miguel, situado a Avenida Abrahão Mussi, em frente ao Caic.

 

Já as famílias residentes nas localidades do Km 06, São João dos Cavalheiros e Campininha receberão as cestas básicas na quarta-feira (06 de setembro) entre às 08h 30 e 12h, com as entregas ocorrendo nos pavilhões de festas das igrejas católicas de cada comunidade.

 

Mais informações acesse: www.tresbarras.sc.gov.br/noticias