< junho 2016 - JMais | Jornalismo Digital Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Antônio Gilberto Volochen foi encaminhado para o Pronto Socorro com ferimentos graves

 

Do Portal CulturaSulFM

 

Um grave acidente aconteceu na noite desta quarta-feira, 29, por volta das 19h25, na BR 476, próximo a Igreja do Lageadinho, em São Mateus do Sul, entre um Polo e um caminhão.

Segundo o Corpo de Bombeiros de São Mateus do Sul, o motorista do Polo com placas de São Mateus do Sul, estava preso às ferragens.

Antônio Gilberto Volochen, 51 anos, foi encaminhado para o Pronto Socorro municipal com ferimentos considerados graves e passa por procedimentos médicos.

Conhecido como “Beto Volochen”, Antônio é secretário de Agricultura do Município de São Mateus do Sul.

A colisão foi frontal e as causas serão apuradas pela Polícia Rodoviária Federal. O condutor da carreta com placas de Curitiba não se feriu.

Torneio foi vencido por Rafael Leitão, seguido de Evandro Barbosa e Leandro Perdomo

 

Depois de quatro dias de competição, encerrou-se no domingo, 26, no Santa Catarina Plaza Hotel, o 2º Aberto do Brasil de Três Barras/Canoinhas e o 62º Campeonato Catarinense/Taça Santa Catarina 2016 de Xadrez. O objetivo do evento foi de classificar dois jogadores para a fase semifinal do 83º Brasileiro Absoluto e classificar os quatro melhores colocados filiados a SC para a Final do Catarinense Absoluto 2016.

O evento contou com a presença dos GMs Rafael Duailibe Leitão, Krikor Sevag Mekhitarian, Evandro Barbosa e Everaldo Matsuura, dos MIs Renato Quintiliano, do argentino Leandro Perdomo e Regina Ribeiro.
O torneio, que teve um nível altíssimo, foi vencido pelo GM Rafael Leitão, seguido do GM Evandro Barbosa e do MI Leandro Perdomo, cabendo ressaltar que o campeão foi definido nos critérios de desempate, já que cinco jogadores terminaram empatados com 5,5 pontos.


“Dentre erros e acertos, temos a certeza que fizemos tudo com a melhor intenção possível, buscando agradar a todos os participantes e honrar as ilustres presenças nominadas acima. Agradecemos imensamente a presença de todos os participantes, esperando que retornem nos próximos eventos”, disse a organização do evento em nota publicada na página do evento no Facebook.

PMDB deve apoiar candidatura do PP e do Democratas; Três Barras deve ter pelo menos mais uma candidatura: Luis Shimoguiri (PR) e Gilson Nagano (PSD) são pré-candidatos

 

Veio de Três Barras a primeira oficialização de candidatura a prefeito e vice da comarca. Em reunião nesta quarta-feira, 29, o diretor do Serviço Autônomo de Água e Saneamento de Três Barras (Samasa), Emílio Gazaniga (PP), e  o vereador Joel da Cruz (DEM), fecharam dobradinha para a disputa. Gazaniga será candidato a prefeito, tento Cruz na vice. Gerson de Sousa, o Dunca, do PMDB, que vinha sendo cotado como possível vice de Gazaniga, concordou com a aliança. O PMDB deve ocupar cargos estratégicos no possível futuro governo de Gazaniga. A aliança é apoiada pelo prefeito Elói Quege (PP).

Gazaniga disse que o PT também deve apoiar a aliança e as conversações têm se estendido para outras siglas. Independente de agregar novos partidos, no entanto, Gazaniga garante que a cabeça de chapa não muda. A oficialização pública das candidaturas deve ocorrer nas próximas semanas. Os partidos políticos têm até 5 de agosto para realizar convenções a fim de indicar candidatos e composições. O prazo para início das convenções começa a correr neste sábado, 2.

 

OUTRAS CANDIDATURAS

Há pelo menos dois pré-candidatos que ainda não sabem quem serão seus vices ou se de fato oficializarão as candidaturas a prefeito. O PR tem o ex-prefeito Luis Shimoguiri, que na semana passada conseguiu uma importante vitória na Justiça que garante sua candidatura. Já o PSD tem Gilson Nagano.

Os dois têm conversado sobre a possibilidade de compor. O entrave é que nenhum dos dois abre mão da cabeça de chapa.

Farmacêuticas dizem que paciente para a qual Cris Arrabar foi solicitar medicamentos ainda tinha tratamento

 

A Secretaria de Saúde de Canoinhas enviou nota ao JMais assinada pelas farmacêuticas Damaris Pires e Karine Kohl, responsáveis pela Farmácia do SUS, contestando a versão da vereadora Cris Arrabar (PR) de que houve negativa no fornecimento de medicamentos para ela e outros pacientes.

Segundo a vereadora, usuários que foram até a Farmácia do SUS entre os dias 22 e 24 de junho voltaram para casa frustrados por não conseguirem retirar medicamentos controlados. A interrupção temporária no fornecimento se deu em virtude da mudança do setor para a nova Policlínica Municipal, recém inaugurada.

Ao ocupar a tribuna da Câmara na noite de segunda-feira, 27, Cris não poupou críticas à decisão, classificando-a como desumana. “Brincaram com a vida das pessoas”, disparou, ao lembrar que os usuários necessitam dos medicamentos por serem de uso contínuo e para suas próprias sobrevivências.

Ao tentar fazer a retirada de medicamento para uma parente na quarta-feira, 22, Cris diz que recebeu a informação de que a entrega estava cancelada.

Inicialmente a alegação foi de que com a mudança do setor, estava inoperante o sistema on line para o cadastro de retirada e dos dados do usuário da medicação. “Até sugeri que fosse feito manual e que depois alimentassem as informações no sistema”, garantiu.

Foi ainda informado que alguns medicamentos não estariam sendo entregues em razão da transferência do estoque para a nova sede. “Custava terem deixado uma ou duas caixas de cada medicação para continuar atendendo os usuários?”, questionou.

 

NOTA

Na nota, as farmacêuticas rebatem as afirmações da vereadora. Dizem que nas datas mencionadas ninguém ficou sem atendimento. O caso do não fornecimento de medicamento para um paciente específico, o que foi testemunhado por Cris, se deu pelo fato de o paciente apresentar receita médica vencida, o que, segundo as farmacêuticas, veda o fornecimento do medicamento. “A portaria federal 344-98 preconiza que as receitas controladas têm validade de 30 dias após a prescrição médica. Não se pode dispensar medicamentos sem nova avaliação clínica médica, pois isso pode causar danos à saúde, isso sim seria brincar com a vida das pessoas, pois estimula a automedicação sem acompanhamento clínico e farmacêutico”, afirmam as farmacêuticas.

Sobre o caso da sogra da vereadora, para quem Cris solicitava medicamento, como o sistema de controle estava fora do ar devido à mudança, a atendente não conseguiu fazer a consulta, mas a própria vereadora teria admitido que a sogra ainda tinha medicamentos.

Mesmo assim, a atendente conseguiu consultar a ficha da paciente e atestou que ela tinha tratamento até 10 de julho. “Informamos que liberamos medicamento até cinco dias antes do término do tratamento, conforme preconiza a portaria 344/98”, afirma a nota. “No dia 5 de maio liberamos medicamento para a paciente até 10 de julho e a vereadora esteve na farmácia em 22 de junho para retirar o mesmo tratamento”, frisa a nota.

De qualquer forma, afirmam as farmacêuticas, no dia seguinte, 23 de junho, o tratamento foi fornecido à vereadora.

Dentro do carro foram encontrados um tatu morto, armas e máscaras de lã                  

tatuNa tarde desta quarta-feira, 30, no Km 137 da BR 116, em Santa Cecília, o trânsito foi paralisado em razão de obras na rodovia. A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estava atendendo a uma ocorrência no local, quando suspeitou do motorista de um Fiat Uno que ao ver a viatura da PRF agiu de maneira suspeita, escondendo-se atrás de uma carreta para sair do campo visual dos policiais.

Os policiais caminharam até o local e ao chegarem perto do veículo perceberam que o motorista havia fugido, abandonando o carro com as portas abertas e o motor ligado.

Os policiais não conseguiram localizar o motorista. Em revista dentro do automóvel, foram encontrados uma espingarda calibre 28 municiada, uma faca, duas máscaras de lã pretas e um tatu morto recém-abatido. Foram encontrados também documentos pessoais do provável dono do carro. O veículo foi recolhido e a ocorrência foi encaminhada à Polícia Civil de Santa Cecília para investigação.

Os tíquetes podem ser adquiridos pelo site www.rio2016.com/ingressos

 

A partir do meio-dia desta quinta-feira, 30, o Comitê Rio 2016 libera mais um lote de ingressos de contingência para as sessões de cerimônia de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos e para as disputas de rugby de 7 e vôlei, incluindo as finais.

Os tíquetes podem ser adquiridos pelo site www.rio2016.com/ingressos e nas bilheterias oficiais, que funcionam nos shoppings Leblon, situado no bairro do mesmo nome, na zona sul do Rio; e Via Parque, na Barra da Tijuca, zona oeste; no shopping West Plaza, em Água Branca, São Paulo; e no Boulevard Shopping, no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte.

Como são ingressos de contingência, as categorias de preços das entradas não foram formalizadas pela Diretoria de Ingressos do Comitê Rio 2016.

As cerimônias de abertura e de encerramento da Olimpíada serão realizadas nos dias 5 e 21 de agosto, respectivamente, no horário das 19h15 às 23h.

Os jogos de rugby de 7 têm a final feminina prevista para o dia 8 de agosto, às 17h30, enquanto a final masculina ocorrerá no dia 11 de agosto, no mesmo horário. Para as competições de vôlei, estão disponíveis os tíquetes para a final feminina, no dia 20 de agosto, às 22h15; e para a final masculina, dia 21 de agosto, às 13h45.

A troca das lâmpadas incandescentes no Brasil começou em 2012                                                            

da Agência Brasil

A partir desta quinta-feira, 30, está proibida a venda de lâmpadas incandescentes no Brasil. O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) começa a fiscalizar nesta sexta-feira, dia 1º, por meio dos institutos de Pesos e Medidas (Ipem) estaduais, estabelecimentos comerciais que ainda tenham à disposição lâmpadas incandescentes com potência de 41watts (W) até 60 W. Quem não atender à legislação poderá ser multado entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão.

A restrição foi estabelecida pela Portaria Interministerial 1.007/2010, com o objetivo de minimizar o desperdício no consumo de energia elétrica. Uma lâmpada fluorescente compacta economiza 75% em comparação a uma lâmpada incandescente de luminosidade equivalente. Se a opção for por uma lâmpada de LED, essa economia sobe para 85%.

A troca das lâmpadas incandescentes no Brasil começou em 2012, com a proibição da venda de lâmpadas com mais de 150W. Em 2013, houve a eliminação das lâmpadas de potência entre 60W e 100W. Em 2014, foi a vez das lâmpadas de 40W a 60W. Este ano, começou a ser proibida também a produção e importação de lâmpadas incandescentes de 25 W a 40 W, cuja fiscalização ocorrerá em 2017.

 

FISCALIZAÇÃO

Segundo o responsável pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Inmetro, engenheiro Marcos Borges, a fiscalização tem caráter educativo, porque os comerciantes foram orientados sobre a proibição desde o ano passado. “Por isso, entendemos que o impacto não é brusco para os comerciantes, porque eles já vêm sendo instruídos nesse sentido desde a assinatura da portaria, em 2010.”

Borges informou que, desde o apagão de 2001, o Inmetro desenvolve um programa de educação do consumidor brasileiro, no qual mostra que as lâmpadas incandescentes duram menos e consomem muito mais energia do que, por exemplo, a lâmpada fluorescente compacta. “Ficou claro para o consumidor que a lâmpada fluorescente compacta era muito mais econômica que a incandescente.”

 

ECONOMIA

Ele citou, como exemplo, o caso de uma casa com dois quartos que usaria em todos os cômodos lâmpadas incandescentes de 60 W. “Elas gerariam valor em um mês de R$ 20 a R$ 25 para iluminar a casa. Ao trocar por uma lâmpada equivalente fluorescente compacta, essa conta cairia para R$ 4 ou R$ 5 em apenas um mês. O consumidor entendeu isso e, ao longo do tempo, já vai deixando de usar esse material.”

Números do Inmetro mostram que, em 2010, 70% dos lares brasileiros eram iluminados pelas incandescentes. Agora, somente 30% das residências usam esse tipo de lâmpada, que não podem mais ser comercializadas no Brasil, seguindo recomendação da Agência Internacional de Energia (AIE).

No total, já foram pagos mais de R$ 18 bilhões a 22,27 milhões de trabalhadores                            

Da Agência Brasil

Esta quinta-feira, 30, é o último dia para o trabalhador sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Até segunda-feira, 27, 1,4 milhão de trabalhadores ainda não haviam sacado o benefício, de acordo com o Ministério do Trabalho.

Equivalente a um salário-mínimo (R$ 880), o benefício é pago a empregados que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014 e tenham recebido até dois salários mínimos por mês nesse período.

O trabalhador também precisa estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Os recursos não sacados retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Em caso de dúvida, os beneficiários do PIS podem ligar para a Central de Atendimento da Caixa Econômica, no telefone 0800-726-0207. Quem tem direito ao Pasep pode obter informações no telefone 0800-729-0001, do Banco do Brasil.

Destinado a trabalhadores da iniciativa privada, o PIS é pago na Caixa Econômica Federal. Quem tiver o Cartão Cidadão pode sacar o benefício em casas lotéricas ou em terminais de autoatendimento da Caixa. Quem não tiver o cartão, pode receber o dinheiro em qualquer agência do banco, desde que leve documento de identificação. Empregados domésticos não têm direito ao benefício, porque o PIS é recolhido somente por empresas privadas.

Destinado a servidores públicos, o Pasep é pago pelo Banco do Brasil. O dinheiro costuma ser depositado diretamente na conta. Caso o crédito não tenha sido feito, o trabalhador pode ir a qualquer agência da instituição financeira e apresentar um documento de identificação.

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Quem tem direito? O benefício é pago aos trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos por mês em 2014. É preciso estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter trabalhado por pelo menos 30 dias em 2014. Além disso, o patrão tem que ter informado os dados do trabalhador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério do Trabalho.

Qual o valor? Um salário mínimo.

O que acontece com o dinheiro não recebido? Os valores que não são sacados até o final do prazo vão para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), um fundo vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego e responsável pelo pagamento do seguro-desemprego, por exemplo.

Onde sacar o dinheiro? O PIS (Programa de Integração Social) é para trabalhadores de empresas privadas e deve ser sacado na Caixa, enquanto o Pasep (Patrimônio do Servidor Público) é para servidores públicos, e deve ser sacado no Banco do Brasil.

Mais informações: pelos telefones 158, 0800-7260207 (Caixa) e 0800-7290001 (Banco do Brasil).

Aconteceu na tarde desta segunda, 27, no gabinete da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Canoinhas, a assinatura da ordem de início de serviço para a reforma do laboratório regional de Entomologia da Gerência Regional de Saúde de Canoinhas.

O prédio, que será totalmente reformado, fica localizado na Rua Estrada Dona Francisca (antigo prédio do Núcleo de Educação Profissional), e terá reforma interna de 75,99 m², incluindo também reformas na parte externa à edificação. O valor total da obra será de R$ 88.294,69, e o serviço será realizado pela empresa Pereira Ltda, de Canoinhas.

“Esta é uma importante obra que atenderá não só nossa região, mas todo o Planalto Norte, com um laboratório de saúde, que atenderá com mais qualidade nossos municípios, e nos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. É mais um investimento do Estado para o bem da nossa comunidade”, destaca o secretário executivo regional Ricardo Pereira Martin.

Gerente de Saúde, Antônio Gilberto de Carvalho destacou a importância da reforma. “O laboratório de Entomologia irá atender as necessidades específicas de nossa região. Estamos hoje em um espaço pequeno no prédio atual da Regional e esta reforma do novo espaço irá beneficiar e trazer mais qualidade de atendimentos aos municípios de toda região”.

A enfermeira Sandra Nascimento explicou que a equipe da Gerência de Saúde de Canoinhas é responsável pela leitura de todas as larvas de mosquitos, de Canoinhas a São Bento do Sul. “Durante o verão são lidas mais de mil larvas por dia, além de casos de escorpião, carrapatos, entre outros, e com um espaço mais adequado e amplo, poderemos atender de melhor forma todo o Planalto Norte”, frisou.

Participaram da assinatura o secretário executivo regional, Ricardo Pereira Martin; gerente de Saúde, Antônio Gilberto de Carvalho; gerente de Infraestrutura, Gustavo Carvalho; enfermeira Sandra Graças do Nascimento; bióloga Cristina Brandes Grosskopf; técnica Maria Cleusa Barbosa; e o responsável pela obra, Devardo Sotelo Pereira.

No total, foram liberados R$ 418.185,10 para os dois municípios                                     

 

Foram assinados nesta terça-feira, 28, quatro convênios entre o Governo do Estado e as cidades de Bela Vista do Toldo e Irineópolis. No total, foram liberados R$ 418.185,10 para os dois municípios.

 

BELA VISTA DO TOLDO

Durante a manhã, no gabinete da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Canoinhas, foram assinados dois convênios, que no total somam R$ 150 mil, para o município de Bela Vista do Toldo. O primeiro, no valor de R$ 100 mil será destinado à execução de recuperação da malha viária nas localidades de Arroio Fundo e Imbuia, numa extensão de 3,4 quilômetros, oferecendo a população, melhores condições de tráfego de veículos, facilitando o escoamento da safra, transporte escolar e acesso ao centro.

E mais R$ 50 mil liberados para a construção de uma quadra de esportes em grama sintética na Rua Alfredo Ludka, no centro da cidade, com área de 700 m², facilitando assim o acesso a prática esportiva a toda população.

Participaram do ato de assinatura dos convênios, o secretário executivo da ADR Canoinhas, Ricardo Pereira Martin e o prefeito do município, Gilberto Damaso da Silveira.

 

IRINEÓPOLIS

Durante a tarde, no gabinete da prefeitura de Irineópolis, foram assinados mais dois convênios liberando a importância total de R$ 268.185,10 para o município. Um convênio para a construção de dois poços artesianos tubulares profundos e rede de distribuição, nas localidades rurais de São Sebastião do Timbozinho e Colônia Liczkoski, no valor de R$ 170 mil. O valor investido na construção dos poços tem a finalidade de disponibilizar o abastecimento de água potável para o consumo, de forma segura e permanente.

Outros R$ 98.185,10 serão investidos na construção de bueiro duplo celular de concreto, e limpeza do leito do Arroio, no Distrito de São Pascoal, reduzindo e minimizando assim as perdas e danos provocados por processos erosivos e inundações em períodos de enchentes, sanando os problemas de inundações e enxurradas.

Participaram da assinatura, o secretário executivo regional Ricardo Pereira Martin e o prefeito Juliano Pozzi Pereira.

 

“Estes investimentos atendem as mais diversas áreas dos municípios. Esporte e lazer, infraestrutura e meio ambiente. Todas as áreas e municípios estão sendo contempladas, e isso é desenvolvimento para toda região”, destaca Martin.

O evento acontece das 14 às 17h30 horas, no Sesc, e tem entrada gratuita

 

O Sesc apresenta neste domingo, 3, uma opção de entretenimento para toda a família: o Brique Cultural. A ação é uma parceria do Sesc, com artesãos e culinaristas de Canoinhas, e busca divulgar a produção local.

O evento conta ainda com uma ação especial da ONG Anjos de Patas: doação de filhotes.  

Entre os produtos disponíveis na feira estão artesanato em tecido, marchetaria, arte com lata, arte com madeira, pastel feito na hora, cupcakes, lanches, arte infantil, panos de louça, decoupage, docinhos, trufas, trabalhos com fita, patchwork, crochê, tricô, chocolates, entre outros.

O objetivo da ação é oportunizar ao artesão e culinarista o espaço adequado e apropriado para a apresentação, exposição e comercialização dos produtos fabricados de forma artesanal, constituindo-se na oferta de bens artesanais de uso ou consumo.

O evento acontece das 14 às 17h30 horas, no Sesc, e tem entrada gratuita.

Game of Thrones apresentou uma enorme explosão causada por Cersei Lannister (Lena Headey) em “The Winds of Winter”, décimo episódio da sexta temporada. Em um vídeo especial da HBO, os responsáveis por trazê-la às telas contam os desafios de sua produção.

Assista:

Esta é a segunda vez que o município de Irineópolis é contemplado pelo projeto

 

Na manhã desta quarta-feira, 29, no Centro de Uso Múltiplo aconteceu o lançamento do projeto itinerante Viver Saúde em Irineópolis. Esta é a segunda vez que o município é contemplado pelo projeto que acontece por meio de uma parceria da Administração Municipal com o Serviço Social do Comércio (Sesc).

Uma unidade móvel ficará na cidade por três meses e levará um acervo com os mais variados conteúdos de Educação em Saúde, a unidade é composta por kits temáticos sobre saúde e cidadania. Sua realização se dá a partir de parcerias locais, nas quais são identificadas a demanda de cada comunidade e as temáticas a serem abordadas.

Seu acervo conta com DVDs educativos, folderes, álbuns, jogos, banners, cartilhas e folhetos que permitem a realização de vivências, dinâmicas de grupo, cursos, oficinas, palestras e debates com os mais variados públicos visando contribuir para o desenvolvimento social da comunidade.           Entre os serviços realizados estão: orientações sobre segurança no trânsito, higiene, álcool, drogas e sexualidade.

O evento de lançamento contou com a participação da comunidade escolar e de autoridades, entre elas a secretária de Educação, Lilian Eliane Batschauer Ferreira e o prefeito Juliano Pozzi Pereira, além de diretores de escolas e professores das escolas municipais que apresentaram números de dança e poesia.

30 de junho de 2016

O Globo

 

Manchete : Apesar da crise, Judiciário e Bolsa Família terão aumento

Temer reajusta benefício acima do prometido por Dilma

Aliados do presidente interino criticaram as medidas por contrariar discurso de austeridade fiscal; aumento dos servidores terá custo de R$ 26 bilhões até 2019

Em meio à grave crise fiscal, o presidente interino, Michel Temer, concedeu reajuste médio de 12,5% para os benefícios do Bolsa Família, o que representará gasto extra anual de cerca de R$ 3 bilhões. À noite, com aval do Planalto, o Senado aprovou aumento de 41,5% para servidores do Judiciário e do Ministério Público da União, com impacto previsto de R$ 2 bilhões neste ano e de R$ 26 bilhões até 2019. Aliados de Temer, entre eles PSDB e DEM, criticaram as medidas, que têm forte apelo popular, mas contrariam o discurso de austeridade fiscal. (Pág. 3)

 

TCU dá aval a repasse de R$ 2,9 bi ao Rio

O TCU deu sinal verde para a União repassar R$ 2,9 bilhões ao Rio para aplicar em segurança. Com a verba, o estado poderá remanejar recursos do próprio caixa para concluir a obra do metrô, ameaçada de parar às vésperas dos Jogos. Hoje, será apresentada a nova Estação Jardim Oceânico, na Barra. (Pág. 10)

Aeroportos terão reforço contra terror (Pág. 14)

Cai chefe do antidoping nos Jogos (Pág. 34)

 

Toffoli dá ordem para soltar Paulo Bernardo

Ministro do Supremo, Dias Toffoli revogou a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, acusado de receber R$ 7 milhões desviados de empréstimos de servidores. O MPF se disse perplexo. A Justiça de SP estendeu a decisão para outros sete presos da Operação Custo Brasil. (Pág. 6)

Moro torna Dirceu réu de novo

O juiz da Lava-Jato aceitou a 2ª denúncia contra Dirceu, acusado de receber propina. (Pág. 7)

 

Governo recua no setor aéreo

Depois de apoiar a votação na Câmara que permitiu que estrangeiros tenham até 100% de empresas aéreas, o governo recuou e fez acordo no Senado para vetar esse artigo. (Pág. 21)

 

Déficit fiscal vai superar R$ 100 bi

A meta fiscal do ano que vem vai prever déficit superior a R$ 100 bilhões. E o governo não descarta novo rombo nas contas públicas em 2018. (Pág. 25)

 

STF: condenado pode ir para casa

O STF decidiu que condenados em todo o país poderão cumprir pena em casa, com tornozeleira eletrônica, caso não haja vaga no sistema prisional. (Pág. 9)

 

Ana Júlia volta a sorrir

Ana Júlia, de 8 anos e coração novo, foi uma das 14 pessoas beneficiadas este mês pela medida que reserva ao menos um avião da FAB para o transporte de órgãos para transplante. A regra foi adotada após reportagens de VINICIUS SASSINE revelarem a perda de órgãos saudáveis por falta de aviões. (Pág. 8)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

 

Manchete : ‘Pacote de bondades’ de Temer chega a R$ 125 bi

Valor inclui reajuste de 12,5% no Bolsa Família, aumento do funcionalismo e ajuda a Estados

O presidente em exercício Michel Temer anunciou aumento médio de 12,5% nos benefícios do Bolsa Família, mais liberação de R$ 742,8 milhões para a educação básica de Estados e municípios. O reajuste do programa mais popular do País ficou acima dos 9% propostos pela presidente afastada Dilma Rousseff em maio e foi recebido como mais uma medida de um “pacote de bondades” que já soma cerca de R$ 125 bilhões em gastos e renúncias fiscais, informa Alexa Salomão. O valor inclui reajuste do funcionalismo público, renegociação da dívida dos Estados e ajuda ao Rio de Janeiro. À espera da decisão final do impeachment, a estratégia do governo tem sido cimentar apoio político no curto prazo, ainda que aumentando a pressão sobre as contas públicas, para que possa garantir apoio a medidas fundamentais, como a que fixa teto para gastos. Economistas alertam, no entanto, que a manobra amplia o déficit. (Política A4)

Dólar cai 4,5% em 2 dias e vai a R$ 3,23

Influenciado por fatores internos e externos, dólar fechou dia com queda de 2,04%, a R$ 3,237. É o menor valor desde 22 de julho de 2015, quando valia R$ 3,227. Em dois dias, a queda foi de 4,5%. No mês, 10,35%. (Economia B1)

 

Toffoli manda soltar Paulo Bernardo

O ministro do STF Dias Toffoli revogou a prisão preventiva do ex-ministro Paulo Bernardo, determinada por juiz da 6.ª Vara Criminal Federal de SP na Operação Custo Brasil. Segundo Toffoli, houve “constrangimento ilegal”. (Política A6)

 

TCU confirma pedaladas fiscais em 2015

Auditoria do Tribunal de Contas da União concluiu que o governo de Dilma Rousseff tomou empréstimos ilegais em dois bancos públicos em 2015. O relatório sobre as pedaladas fiscais indica a responsabilidade de 11 integrantes da equipe econômica. (Política A8)

 

Governo veta aéreas 100% estrangeiras

O Senado aprovou MP que libera integralmente a participação estrangeira nas companhias aéreas, mas o presidente em exercício Michel Temer vai vetar a medida. (Economia B11)

 

Correios pedem R$ 6 bi ao Tesouro (Economia b2)

 

Mortes precoces

O Brasil registrou 10.520 assassinatos de crianças e adolescentes em um ano. O número põe o País como o terceiro mais violento entre 85 nações. (A13)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

 

Manchete : STF considera prisão ilegal e solta ex-ministro do PT

Detenção preventiva pode representar punição antecipada, critica Dias Toffoli

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli determinou a soltura de Paulo Bernardo (PT), ex-ministro dos governos Lula e Dilma, preso no último dia 23. Ele é acusado de envolvimento com esquema na pasta de Planejamento de desvios de recursos pagos por servidores em consignados. Toffoli diz que houve “constrangimento ilegal” e que a decisão da Justiça de São Paulo não cita “um único elemento” concreto indicando que o político petista poderia prejudicar a apuração, com o risco de fuga. Para o magistrado, prisões preventivas podem representar punição antecipada. “A prisão era absolutamente ilegal, profundamente injusta. A decisão seguiu rigorosamente a Constituição”, disse Juliano Breda, um dos advogados de Paulo Bernardo. O petista ainda não havia sido solto até a conclusão desta edição. A soltura foi criticada por procuradores, que recorrerão. Para os investigadores, a decisão monocrática de Dias Toffoli suprimiu instâncias. A defesa pediu também que o processo fosse transferido para o STF, já que as provas são similares às que envolvem a mulher dele, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), com foro privilegiado.O pedido foi negado. (Poder a4)

 

Temer recua e vetará 100% de capital externo no setor aéreo

O presidente interino, Michel Temer, decidiu recuar do plano de permitir que estrangeiros tivessem 100% de empresas aéreas no Brasil. O limite hoje é de 20%. O governo desistiu da mudança para conseguir que o Senado votasse medida provisória que trata do setor aéreo. Senadores cobram contrapartidas das empresas para a aviação regional. (Mercado a21)

 

Governo anuncia reajuste de 12,5% no programa Bolsa Família. (Poder a6)

 

Trabalho autônomo pode estar perto de se esgotar, diz IBGE

Válvula de escape para quem perdeu o emprego na crise, o trabalho autônomo pode estar se esgotando no país, diz coordenador de Trabalho e Renda do IBGE. No trimestre encerrado em maio, havia 22,97 milhões de pessoas trabalhando por conta própria, 1,3% menos que no anterior. A taxa de desemprego chegou a 11,2% —11,4 milhões de pessoas buscaram emprego entre março e maio sem conseguir. (Mercado a17)

 

PF passa a sugerir passaporte mais caro para furar fila

Quem tenta tirar ou renovar o passaporte em São Paulo tem sido informado por atendentes de que o documento pode demorar até quatro meses para ficar pronto. Diante dos atrasos, a Polícia Federal passou a oferecer a possibilidade de pagar taxa de R$ 77,17 (além dos R$ 257,25 cobrados pelo passaporte) para ter o documento em quatro dias úteis. (Cotidiano B1)

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) e o humorista Gregorio Duvivier protagonizaram uma discussão ao vivo durante o programa Pânico, da rádio Jovem Pan, na terça-feira, 28. Durante a entrevista que concedia ao lado dos colegas de Porta dos Fundos Totoro e Rafael Portugal, Duvivier citou processos que o pastor moveu contra o grupo – o que acabou fazendo com que Feliciano decidisse ligar para o programa e discutir ao vivo com o humorista. Assista:

Pavimentação asfáltica será feita na rua Paulo Ritzmann, no bairro Boa Vista; e na rua Alfredo Mayer, no distrito do Campo d’Água Verde                                            

 

Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 29, a assinatura de ordem de serviço para a execução da obra de pavimentação asfáltica da rua Paulo Ritzmann, no trecho entre as ruas Pastor George Weger e a rua São José, no bairro Boa Vista. A obra que compreende uma extensão de 388 metros, será executada pela empresa vencedora de licitação, Derpa Usina de Asfalto Ltda, e o valor a ser pago é de R$480 mil, oriundos de financiamento com a Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc) e de recursos próprios do município.

Durante o ato de assinatura, o prefeito Beto Faria enfatizou a importância da realização da obra.  “A pavimentação da Rua Paulo Ritzmann irá valorizar ainda mais o bairro Boa Vista, além de promover mais segurança aos que utilizam esta via diariamente. Temos avançado muito na melhoria da malha viária em nosso município, atendendo aos anseios da comunidade”, disse o prefeito.

Estiveram ainda acompanhando a assinatura, o diretor da empresa responsável pela execução da obra Décio Pacheco Júnior, o secretário de planejamento Engenheiro Gilson Guimarães, secretário de Administração e Finanças Diogo Carlos Seidel, além da responsável por projetos e convênios da prefeitura, Liliane Grosskopf.

Já à tarde, Faria entregou a ordem de serviço para a pavimentação da rua Alfredo Mayer, no Campo d’Água Verde. A empresa Casamuza, foi a vencedora do processo licitatório e será a responsável pela obra.

Serão pavimentados 834,13 metros de via, trecho que compreende as ruas Adolfo Bading e Guilherme Prust.  Nesta obra serão investidos R$ 1.013.568,77, recursos oriundos de financiamento no Badesc e Prefeitura de Canoinhas. Participaram do ato de assinatura e entrega da ordem de serviço, o presidente da Câmara de Vereadores de Canoinhas, Célio Galeski, os vereadores Renato Pike e Neuzo Borges, além do secretário municipal de Planejamento, Gilson Guimarães, secretário municipal de Administração Diogo Seidel e  e dos engenheiros Bene Carvalho e Jorge Borba.

 

 

MELHORIAS

O trabalho da secretaria de Obras e de uma empresa contratada pela Prefeitura de Canoinhas está fazendo a diferença nas ruas do Jardim Esperança e do Campo d’Água Verde. O prefeito Beto Faria e o vice-prefeito Wilson Pereira estão acompanhando o trabalho das equipes e conversando com moradores, que relatam as transformações que ocorrem em diversos pontos da cidade.

“Diariamente a comunidade apresenta reivindicações relacionadas à infraestrutura nas áreas urbana e rural do município. Com condições climáticas favoráveis, a secretaria de Obras busca atender os anseios da população, e para que as melhorias cheguem a mais bairros e localidades, a prefeitura fez a contratação de horas máquina, recuperando mais vias em menos tempo”, comentou o prefeito Beto Faria.

Além do alargamento de vias e revestimento com pedras, está em andamento obras de reperfilamento em ruas da área central do município. Na manhã de segunda-feira, 28, também foi entregue ordem de serviço para a pavimentação das ruas Rodolfo Scheide, Waldemiro Olsen, Alinor Vieira Côrte e Basílio Humenhuk. Para a pavimentação destas vias serão investidos mais de R$2,4 milhões, com recursos da Prefeitura e também de financiamento junto a Agência de fomento de Santa Catarina (Badesc).

Os secretários de Obras, Fernando de Oliveira e de Administração, Diogo Carlos Seidel também acompanharam o prefeito e vice-prefeito na vistoria dos serviços realizados nos bairros.

Ede João Hartinger está longe de casa há mais de uma semana                                                  

 

Familiares de Ede João Hartinger, 55 anos, estão aflitos desde a semana passada. Na segunda-feira, 20, ele saiu de casa na localidade de São João dos Cavalheiros, em Três Barras, e não mais voltou.

Segundo Emerson Hartinger, filho de Ede, ele teria ingerido bebida alcoólica e saiu de casa dizendo para sua esposa: “Desculpe alguma coisa, estou saindo”. Ede é de estatura baixa, magro, cabelos castanhos, não usa barba, tem olhos esverdeados e saiu de casa com uma calça jeans clara, jaqueta preta de nylon, bota marrom e boné branco.

Emerson diz que acredita na hipótese de o pai estar na casa de um parente ou amigo, mas todos já foram contatados e nenhum tem informação sobre ele. “Não sabemos o que pode ter acontecido. Ele não costuma fazer isso. Não chegou a brigar com ninguém, simplesmente saiu sem dizer para onde ia”, conta.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Ede, pode ligar para os bombeiros (193) ou Polícia Militar (190).

Juízes e promotores entraram com ações individuais de dano moral                                  

 

Acadêmicos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda do Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv) fizeram um manifesto no pátio da instituição na noite desta terça-feira, 28. Eles protestaram contra a intimidação de cinco jornalistas do jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, responsáveis por uma série de reportagens que revelou salários acima do teto pagos a juízes do Paraná.

Juízes e promotores que se sentiram prejudicados pelas reportagens, entraram com ações individuais de dano moral. As ações movidas contra os jornalistas já somam 48 processos, em dezenas de cidades pelo Paraná.

Cinco das ações, quase todas idênticas, foram iniciadas após a repercussão do caso, no início de junho. Outras sete já haviam sido ajuizadas, mas foram notificadas posteriormente. Os autores afirmam que sua remuneração está dentro da lei, e que estão exercendo seu direito de ação ao buscarem reparação na Justiça.

A “Gazeta do Povo” considera o caso uma “ação coordenada”, e diversas entidades de imprensa classificaram o episódio como um ataque à liberdade de imprensa. As indenizações pedidas somam R$ 1,5 milhão.

Os cinco repórteres que trabalharam na história são obrigados a comparecer pessoalmente às audiências, sob pena de responderem à revelia. Com o número crescente de processos, algumas audiências têm sido marcadas no mesmo horário, em cidades diferentes.

Para o coordenador do curso de Jornalismo, Edinei Wassoaski, o manifesto mostra o quanto os acadêmicos estão antenados quanto às injustiças que rondam a profissão. “Isso é importante, porque hoje são os jornalistas da Gazeta do Povo que estão sendo intimidados por simplesmente fazerem seu trabalho do modo como ensinamos. Amanhã poderão ser nossos acadêmicos”, opina.

Para a professora dos cursos de Comunicação Social da Uniuv, Angela Farah, “a tomada de consciência sobre a profissão, sua importância e relevância para a formação de uma sociedade democrática e plural, vislumbrada na atitude de se manifestar e tornar pública sua indignação diante do que está acontecendo com os jornalistas da Gazeta do Povo é fundamental para uma formação completa e profunda na área em que escolheram. Lutar pela liberdade de imprensa é uma atitude cidadã.”

 

Todas as matérias foram encaminhadas pelo Executivo Municipal                                     

 

Em sessão ordinária realizada na noite de terça-feira, 28, vereadores canoinhenses deliberaram pela aprovação de cinco projetos de lei em segundo turno. Todas as matérias foram encaminhadas, à Câmara, pelo Executivo Municipal.

Com emenda substitutiva de autoria dos vereadores Paulo Glinski (PSD), Renato Pike (PR) e Wilmar Sudoski (PSD) ao projeto de lei n°092/2016, o Executivo Municipal fica autorizado a celebrar convênio entre a prefeitura de Canoinhas e a Fundação Municipal de Esportes e Lazer (FMEL) e a ceder um servidor público efetivo para atuar no município e prestar serviço na própria fundação. Também fica garantido que o convênio a ser firmado terá validade até o dia 31 de dezembro deste ano.

Pelo texto original, o convênio permitia a cessão de servidores, mas sem citar o número exato, além de não estabelecer o prazo de sua vigência.

De acordo com o projeto de lei n°095/2016, a prefeitura fica autorizada a anular e a realocar dotações orçamentárias da secretaria municipal de Educação, tendo em vista a aquisição de mobiliário para salas de aulas nas unidades escolares da rede municipal de ensino. Os valores que somados totalizam R$ 26.683,80 foram repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Conforme o projeto de lei n°116/2016, o Executivo Municipal fica autorizado a aplicar o valor de até R$ 10 mil na aquisição de 700 camisetas e 45 bonecos mascote do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que serão distribuídos quando da formatura dos participantes do projeto desenvolvido através da parceria município de Canoinhas e 3º Batalhão de Polícia Militar.

Através do projeto de lei n°117/2016, o Executivo Municipal fica autorizado a anular e a realocar dotações orçamentárias de R$ 20 mil da secretaria municipal de Educação, com o objetivo de fazer a compra de mobiliário para o Centro de Educação Infantil do distrito de Felipe Schmidt.

Segundo o projeto de lei n°121/2016, o município de Canoinhas fica autorizado a firmar convênio com o Departamento de Administração Prisional (DEAP) e a empresa West Rock, visando o recebimento de materiais de construção e kits de ferramentas, à título de doação, que serão utilizados na construção de estufa para a produção de hortaliças e plantas medicinais.

Depois de pronta, a estufa destinará sua produção para agricultores familiares de diversas localidades do município, preferencialmente, participantes do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e também para famílias em situação de risco de segurança alimentar e nutricional e instituições de interesse público.

 

Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

 

Esta quarta-feira, 29, é o último dia para os interessados em financiar o ensino superior pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) se inscreverem no portal do Fies. Serão oferecidos 75 mil financiamentos. As vagas estão disponíveis para consulta na internet.
O resultado será divulgado no próximo dia 30. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos em lista de espera. As vagas que não forem ocupadas pelos estudantes pré-selecionados serão ofertadas à lista de espera de 4 de julho a 10 de agosto.

Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido 450 pontos na média das provas, além de ter tirado nota maior que 0 na redação. Os candidatos precisam ainda ter renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos, o que equivale a R$ 2.640.

Os estudantes podem se inscrever apenas para um curso. A opção pode ser alterada até o fim do prazo de inscrição. Uma vez por dia, o Ministério da Educação divulga a nota de corte de cada curso, que é a estimativa da nota mínima para ser aprovado com base nas inscrições feitas até o momento. A nota de corte não é calculada em tempo real e não garante a vaga ao estudante.

O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.