< 2016 Abril Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

De acordo com o representante do Ecad, a lei compromete a liberdade dos criadores

da Agência Brasil

 

 

Um pedido de vista do ministro Marco Aurélio suspendeu o julgamento, pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 5062 e 5065, nas quais o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), conjuntamente com outras associações, e a União Brasileira de Compositores (UBC) questionam dez dispositivos alterados e acrescentados à Lei 9.610/1998 (Lei de Direitos Autorais) pela Lei 12.853/2013. Os dispositivos dizem respeito ao modo de aproveitamento econômico dos direitos autorais incidentes na execução pública de obras musicais e à organização do Ecad e das associações que o compõem.

O Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais (Ecad) e associações de músicos e compositores manifestaram-se pela inconstitucionalidade da Lei dos Direitos Autorais.

De acordo com o representante do Ecad, Pedro Cristofaro, a lei compromete a liberdade dos criadores e tutela dos artistas, fato que, para ele, constitui ingerência do governo. Segundo o advogado, a norma permite o monitoranmento de dados sobre a execução das obras autorais e determina uma forma de cobrança, impedindo outras em comum acordo com os artistas. “A lei é fruto de algumas disfunções que nos assolam, é fruto do autoritarismo, é fruto do oficialismo que espera que o Estado vai resolver tudo.”

Para o advogado Carlos Matias de Sousa, representante da Associação de Músicos Arranjadores e Regentes, a lei é intervencionista, pois não cabe ao governo estabelecer regras sobre a arrecadação de direito autoral. “Aqui é o Estado querendo entrar no que não é dele, no que é privado”, afirmou.

A representante da Advocacia-Geral da União (AGU), Gracie Fernandes, defendeu a validade da lei e disse que a Constituição não proíbe a fiscalização dos direitos autorais pelo Estado. Para a secretária do contencioso da AGU, a norma foi criada para combater “práticas criminosas” na gestão dos direitos autorais, como foi investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ecad, que foi instalada no Senado em 2011.

“Os valores que são administrados interessam ao Estado. Não há a menor possibilidade, pela simples leitura dos dispositivos, de qualquer intervenção do Estado em relação à existência dessas associações [de arrecadação], mas, simplesmente para coibir abusos, simplesmente para coibir excessos, simplesmente para coibir disfunção do sistema, distorções que possam atingir o artista”, argumentou Gracie.

A lei foi publicada no dia 15 de agosto de 2013 no Diário Oficial da União e passou a valer 120 dias após a publicação. A norma altera a maneira como o Ecad repassa os recursos dos direitos dos músicos e estabelece formas de fiscalização da arrecadação desses valores. Entre as mudanças em relação ao que ocorre atualmente, está a fiscalização da entidade pelo Ministério da Cultura.

A mudança na legislação foi feita após a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ecad, instalada em 2011 no Senado. A comissão recomendou mudanças no sistema de gestão de direitos autorais.

Confira imagens feitas pela fotógrafa Fátima Santos no distrito de Marcílio Dias, interior de Canoinhas, durante as manhãs frias desta semana:

inver no 12 invern o 11 inverno 1 inverno 2 inverno 3 inverno 5 inverno 6 inverno 7 inverno 8 inverno 9 inverno 10 inverno 13 inverno 14 inveron 9 invertno 4

Historicamente, a erva-mate tem sido fundamental para a economia de muitos municípios do Sul

 

Tradicionalmente associada ao consumo de chimarrão e chás, a erva-mate pode ganhar mais utilidades nos mercados de alimentos, cosméticos e detergentes. Pesquisadores da Embrapa estão trabalhando no desenvolvimento de plantas com teores conhecidos de cafeína e outros componentes de interesse, como teobromina e compostos fenólicos (antioxidantes).

“Plantas com índices de cafeína acima de 2,0% já são consideradas com alto teor da substância e, em nossas pesquisas, encontramos plantas que apresentam naturalmente índices de até 3,0%”, revela a pesquisadora Cristiane Helm, da Embrapa Florestas (PR).

O estudo também descobriu que a genética da planta é responsável por 60% desse tipo de característica. “Trabalhamos, agora, para identificar as condições ambientais que completam este potencial”, explica o pesquisador da Embrapa Ivar Wendling, da mesma Unidade de pesquisa.  Segundo ele, com algumas ações de manejo e cultivo diferenciado, é possível obter plantas com mais de 5% de cafeína. Além da cafeína, do grupo das metilxantinas, encontradas em diversas plantas e que são uma das responsáveis pelo sabor amargo e pelo efeito psicoativo, também tem destaque na erva-mate a teobromina. Além disso, compostos fenólicos, como os flavonoides, também compõem a pesquisa.

Essas descobertas podem revolucionar o sistema de produção da erva-mate e a forma de consumo, pois abrem caminho para uma variada gama de novos produtos. Existe potencial para desenvolvimento em diferentes frentes: da cafeína, com bebidas e alimentos energéticos ou descafeinados; da teobromina, com produtos como relaxantes musculares, diuréticos e vasodilatadores; e com compostos fenólicos, os flavonoides, que são antioxidantes e podem trazer benefícios para a saúde, além de aprimorar a composição nutricional e sensorial dos alimentos, bem como ajudar em sua conservação.

Outra linha promissora que começa a ser pesquisada é a da saponina, utilizada em produtos de limpeza e em rações para animais. Em todas essas áreas, o uso da erva-mate como matéria-prima poderá fazer com que esses produtos tenham um apelo mais natural, que tem sido muito procurado pelos consumidores. Hoje, por exemplo, alguns produtos passam por processos químicos para serem descafeinados.

“A pesquisa cumpre o papel de disponibilizar novos materiais genéticos e descobrir novos usos para a erva-mate em ‘escala de bancada’. Mas, para chegar até o produto, precisamos firmar parcerias com o setor industrial para estudos em escala-piloto e, posteriormente, avaliar a produção em escala industrial”, explica Miguel Haliski, do Setor de Prospecção e Avaliação Tecnológica da Embrapa Florestas. “Não adianta  produzir cultivares diferenciadas se o mercado ainda está focado somente em chimarrão ou chá na forma em que conhecemos”, analisa.

A intenção é obter uma matéria-prima que apresente naturalmente o teor desejado da substância almejada, com base nas cultivares da Embrapa já em desenvolvimento avançado. Cristiane Helm completa que o interesse internacional por compostos bioativos com propriedades terapêuticas aumenta a cada dia, e há consumo crescente na América do Norte e Europa. “Em breve, será possível cultivar a erva-mate pensando nesses mercados. Mas, para isso, é necessário que em paralelo tenhamos o desenvolvimento de produtos diferenciados com a erva-mate”, analisa. Com a possibilidade de cultivares diferenciadas em seus compostos, a perspectiva é criar nichos de mercado para produtos com apelo mais saudável. Para Cristiane, a erva-mate pode seguir o mesmo caminho do café, que hoje é encontrado com diferentes teores de cafeína ou descafeinado.

 

FONTE DE MAIS DE 200 COMPOSTOS

A pesquisa já encontrou mais de 200 componentes na erva-mate, mostrando o potencial da planta. Por apresentar esta composição química ampla, é possível vislumbrar novos mercados para a erva-mate e também o aumento do valor agregado do produto.

 

Cultura nativa do Brasil, Argentina e Paraguai, a erva-mate é matéria-prima para chás e chimarrão, em especial no Sul do País. É plantada por cerca de 180 mil agricultores familiares no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, mas ainda em sistema de cultivo tradicional, com nenhum ou pouco grau de melhoramento genético. Também existe extrativismo em áreas de ocorrência natural. Independentemente do sistema de produção, a colheita geralmente é enviada a uma empresa especializada, chamada ervateira, para beneficiamento do produto.

Com o desenvolvimento dessas cultivares, mesmo o tradicional mercado de chimarrão pode ser beneficiado. Hoje, muitas pessoas não tomam a bebida no final da tarde por problemas de estômago ou por ela ser energética. “Pode ser lançado um chimarrão naturalmente descafeinado, que poderá ser ingerido por essas pessoas”, explica a pesquisadora.  De acordo com a Anvisa, para que um produto seja considerado descafeinado, o valor máximo permitido de cafeína deve ser de 0,1% (g/100g), e, caso seja um descafeinado solúvel, o valor máximo poderá chegar até 0,3% (g/100g). “Algumas plantas com as quais trabalhamos apresentam teores de 0,03%”, demonstra.

A pesquisa propõe uma identificação de árvores-matrizes com boa produtividade e características de interesse, como por exemplo, o teor de cafeína. A partir disso, é feita a clonagem destas árvores pela técnica de miniestaquia e a produção em viveiro ou canteiro. “Esta é outra inovação que queremos propor”, salienta Ivar Wendling. “O plantio em condições controladas vai ajudar o produtor a atender nichos de mercado e assegurar maior qualidade ao produto”, explica.

Para garantir a qualidade e padronização, é necessário trabalhar com clones dos materiais selecionados, algo impensável em escala até dez anos atrás, quando não era possível clonar a erva-mate de forma eficiente por causa dos baixos índices de enraizamento e qualidade do sistema radicular deficiente. “Depois de 14 anos de pesquisa, conseguimos definir um protocolo de clonagem e assim garantir esta tecnologia aos viveiristas e produtores”, informa Wendling,

Outra inovação que se busca para os produtores é o desenvolvimento de equipamentos destinado ao pré-processamento da erva-mate, para que o produtor entregue um produto ainda mais diferenciado às indústrias. “Os equipamentos disponíveis hoje são para grande escala. Mas se o produtor vai atender nichos, ele também terá condições de entregar um produto pré-processado, com qualidade”, explica Miguel Haliski. Com essa finalidade, são buscadas parcerias com empresas de equipamentos agrícolas e metalúrgicas.

Historicamente, a erva-mate tem sido fundamental para a economia de muitos municípios do Sul do Brasil como Canoinhas e, atualmente, é o principal produto não madeireiro do agronegócio florestal na região. O setor ervateiro, que já teve um ciclo econômico no qual era chamado de “Ouro Verde”, passou por um longo período de estagnação, com consequente queda nos investimentos e no desenvolvimento de tecnologias. Atualmente, embora sem retomar as dimensões do passado áureo, o mercado ervateiro vem mostrando reação positiva e a descoberta do potencial da erva-mate pelo mercado internacional se mostra uma oportunidade de desenvolvimento.

O Brasil hoje produz cerca de 860 mil toneladas de erva-mate verde, sendo que Argentina (690 mil toneladas) e Paraguai (85 mil toneladas) também cultivam a planta. Aproximadamente, 80% da produção brasileira de erva-mate destina-se ao mercado interno, dos quais 96% são consumidos como chimarrão, e 4% na forma de chás e outros usos.

Confira o que foi destaque no JMais

 

Emílio Gazaniga deve disputar a prefeitura/Arquivo

Emílio Gazaniga deve disputar a prefeitura/Arquivo

Em reunião na noite desta terça-feira, 26, o Partido Progressista (PP) de Três Barras lançou a pré-candidatura do diretor do Serviço Autônomo de Saneamento  Água (Samasa), Emílio Gazaniga, a prefeito da cidade.

O nome foi aclamado pela maioria dos membros do diretório, que ainda confirmarão a candidatura em convenção marcada para ocorrer em julho. Prefeito Elói Quege (PP) participou da reunião e concordou com o nome de Gazaniga como o ideal para disputar sua sucessão.

Havia rumores de que Quege teria provocado mal-estar no partido depois de intervir pessoalmente para filiar Gilson Nagano no PSD. Nagano já confirmou que é pré-candidato a prefeito. A reunião desta terça, no entanto, na avaliação do diretório, mostrou a união do partido.

 

 

Kurcheski, em foto de rede social/Reprodução

Kurcheski, em foto de rede social/Reprodução

O professor de Química Sezefredo Kurcheski morreu em um acidente na BR-280, proximidades de São Francisco do Sul, na manhã deste domingo, 24.

Ele viajava para participar de um encontro com motociclistas quando colidiu com outra motocicleta ao tentar uma ultrapassagem. A informação é do blog Papa-Berbigão.

A outra motocicleta era conduzida por uma mulher, que foi encaminhada para o Pronto Atendimento Municipal de São Francisco do Sul.

Sezefredo era natural de Três Barras, mas atualmente morava em São Mateus do Sul, onde coordenava o curso do Química do Colégio Estadual São Mateus.

Não se tem informações sobre o estado de saúde da outra motociclista envolvida.

 

site 8Cinco pessoas, identificadas como sendo da mesma família, morreram na noite deste domingo, 24, em acidente na BR-280, próxima da divisa entre Canoinhas e Irineópolis. O acidente ocorreu por volta das 23h30 em território canoinhense.

Morreram Maria Joelma Mangue, de 44 anos; Maria Libia Iraci Mangue, de 69 anos; Mariza Joelma Mangue Lourenço, de 32 anos; Pedrinho dos Santos Lourenço, de 38 anos; e Murilo Mangue Lourenço, de 7 anos.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as cinco vítimas fatais viajavam em um Prisma, placas de Blumenau, que colidiu frontalmente com um caminhão com placas de São Lourenço do Oeste (SC). O caminhão desgovernado ainda atingiu outro caminhão e uma caminhonete. O motorista do primeiro caminhão, Pedro Marcelino Soares, 62 anos, foi levado ao Pronto Atendimento de Canoinhas, medicado e liberado. Nesta segunda-feira, 25, ele já está em casa. Os condutores da caminhonete e do outro caminhão, ambos com placas de União da Vitória, sofreram ferimentos leves.

De acordo com as informações da PRF,  o GM/Prisma realizava uma manobra para ultrapassagem em local permitido, quando colidiu frontalmente com o caminhão, que vinha em sentido contrário. No momento da colisão não havia chuva ou neblina. Após o primeiro choque, o motorista do caminhão perdeu o controle de direção, invadindo a contramão e chocando-se com a caminhonete S10 que trazia ainda um trailer.

Esse foi o maior acidente em número de vítimas fatais da história da rodovia que liga Canoinhas a Porto União, inaugurada em 1986.

 

acidente 27-4Hamilton Alves Ribeiro, 59 anos, morreu em um acidente envolvendo três veículos na noite desta terça-feira, 26, no KM 25,8 da BR-116, em Itaiópolis.

Ele estava em um Citroen Picasso que colidiu contra um Nissan Frontier conduzido por Dilceu Zimerman e uma caminhonete Amarok, conduzida por Artur Leite Bastos Neto. Apesar de os carros ficarem bastante danificados, Dilceu e Artur sofreram ferimentos leves.

A Polícia investiga as circunstâncias do acidente.

 

justica1O Tribunal do Júri da comarca de Canoinhas condenou Rodrigo José Diefentheler, Luiz Carlos Fabrício dos Santos e Gilson Kelzeski em sessão que durou mais de 14 horas nesta quinta-feira, 28. A sessão terminou por volta das 23h.

Os três se envolveram no assassinato de Sebastião Cirineu Alves da Silva em 2011. Os quatro trabalhavam como chapas (ajudantes de motoristas de caminhão) e aguardavam, trabalho em uma borracharia ao lado de um posto de combustíveis no acesso à Três Barras, quando discutiram e Diefentheler teria desferido golpes com um banco de madeira na cabeça de Silva. Com a ajuda de Santos e Kelzeski, ele teria se livrado do corpo jogando no barranco do rio Canoinhas. O corpo foi descoberto no dia seguinte. Rapidamente a Polícia chegou aos três autores, que confessaram o crime. Diefentheler alegou legítima defesa.

Por ser o autor do homicídio, Diefentheler foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão. Kelzeski foi apontado como coautor do crime e condenado a oito anos de cadeia. Já Santos foi condenado por ocultação de cadáver e vai cumprir um ano de pena em regime aberto.

À época do crime, apenas Diefentheler havia cumprido pena de quatro meses, ganhando em seguida o direito de responder pelo crime em liberdade.

Diefentheler e Kelzeski estão detidos na Unidade Prisional Avançada de Canoinhas.

 

06821cb5199e1a826f44f56245fd8bddDurante a madrugada deste sábado, 30, uma quadrilha de caixeiros voltou a agir no Planalto Norte, desta vez na agência do Banco do Brasil de Monte Castelo.

As informações são que a ação aconteceu por volta das 4 horas da madrugada. O modo de agir dos bandidos foi muito semelhante ao aplicado na agência do Banco do Brasil de Irineópolis, recentemente.

Parte da quadrilha disparou diversos tiros contra o grupamento da Polícia Militar da cidade a fim de intimidar os policiais, enquanto outro grupo explodia os caixas eletrônicos.

Os bandidos usaram uma Duster da cor preta e uma Hilux branca na ação.
O Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Mafra foi até o local, mas não conseguiu alcançar os assaltantes. Os dois carros suspeitos passaram pelo pedágio da BR-116, que fica em Monte Castelo. A Duster estava com um giroflex do lado esquerdo. O motorista chegou a brincar com a atendente da praça do pedágio, perguntando se ela não tinha medo de ser assaltada.

A Hilux passou logo em seguida. A Polícia não tem pistas do destino da quadrilha.

 

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26/Rodrigo Melo/Divulgação

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26/Rodrigo Melo/Divulgação

Depois de a Câmara encaminhar requerimento cobrando medidas de segurança no perímetro urbano da BR-280, em Canoinhas, o supervisor da Superintendência Regional do Departamento de Infraestrutura e Transportes (DNIT), engenheiro civil Jeferson Bittencourt, assegurou a instalação de redutores de velocidade em pelo menos três locais entre a ponte sobre o Rio Água Verde e o trevo com a SC-477.

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26, e que contou com as presenças do vereador Wilmar Sudoski (PSD) e dos secretários Gilson Guimarães e Diogo Seidel, responsáveis pelas pastas de Planejamento e de Administração, Finanças e Orçamento. Também participaram representantes da Castelar, empresa contratada pelo DNIT para fazer a manutenção da rodovia.

Segundo o supervisor, já no mês de maio um redutor eletrônico de velocidade será instalado próximo ao acesso da rodovia com a Rua Sérgio Gapski, no bairro Água Verde. Uma lombofaixa (passarela elevada) com seis metros de largura e cinco centímetros de altura será construída nas proximidades do acesso com a Rua Mário João Mayer.

Estão previstas ainda a colocação de faixas trepidantes antes da ponte, para que os motoristas que transitam no sentido Porto União a Canoinhas fiquem orientados sobre a necessidade de redução de velocidade naquele trecho.

 

Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema

Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema

A onda de frio chegou ao Sul do Brasil registrando temperaturas negativas no Planalto Sul Catarinense já na noite de quarta-feira, 27. A umidade elevada e a temperatura próxima a -1°C deu condições para a precipitação de pequenos flocos de neve, por alguns minutos próximo às 21h00min, em Urupema e São Joaquim. As temperaturas mínimas em Santa Catarina, na madrugada e amanhecer desta quinta-feira, 28, ocorreram no Morro da Igreja (-3,6°C) e em Urupema (-3,2°C). Nessas localidades o vento forte, com intensidade variando entre 60 e 70 km/h, deu sensação de -20°C e -22°C. No Oeste, Meio Oeste e Planalto as temperaturas baixas favoreceram a formação de geada.

Na região do Planalto Norte, a mínima registrada foi de 2,5º em Major Vieira.

O frio segue intenso na sexta-feira, novamente com previsão de mínimas abaixo de zero.

 

PavimentaçãoA Prefeitura de Canoinhas abriu licitação para a pavimentação asfáltica de mais três ruas, sendo duas pavimentações no distrito do Campo d’Água Verde e uma no bairro Jardim Esperança.

As pavimentações serão realizadas por meio de recursos advindos da Agência de fomento de Santa Catarina (Badesc), sendo elas na rua Waldemiro Olsen, no trecho ente as ruas Adolfo Bading e Nazir Cordeiro; rua Alinor Vieira Corte, no trecho entre as ruas Fauri de Lima e Nazir Cordeiro, no Campo d’Água Verde. Já no bairro Jardim Esperança a rua que receberá pavimentação asfáltica será a Basilio Humenhuk, no trecho entre as ruas Roberto Ehlke e Feres João Sphair, com o fornecimento de todo material e mão de obra necessária.

De acordo com o prefeito Beto Faria a pavimentação asfáltica destas vias é muito importante, afinal é uma reivindicação dos moradores e daqueles que transitam pelas vias. “Estamos com várias obras de pavimentação, e nosso objetivo é que Canoinhas seja um dos municípios com mais obras de pavimentação de qualidade do Planalto Norte Catarinense”, disse Beto Faria. O prefeito ainda comentou que as empresas interessadas devem protocolar as propostas até às 10h do dia 3 de junho, no setor de protocolo na Prefeitura, localizada na Rua Felipe Schmidt, nº 10, Centro, e para mais informações, o telefone para contato é (47) 3621-7705. A cópia do edital está no site www.pmc.sc.gov.br no link licitações.

O frio chegou com tudo e nada melhor do que ficar em casa curtindo um bom programa

 

Vingadores – Era de Ultron * TC Pipoca * Sábado * 19h20

 

Sniper Americano * HBO * Sábado * 19h40

 

ET – o Extraterrestre * Warner * Sábado * 20h27

 

A sombra e a escuridão * Sony * Domingo * 0h05

 

Spartacus * TC Cult * Domingo * 22h

Os Jasti 2016 acontecem em Itajaí de 31 de maio a 5 de junho. Neste ano participarão 210 municípios

 

O evento terá oito modalidades: bocha, bolão 23, canastra, dança popular, dança livre coreografada, dança de salão, dominó e truco. “Nossa expectativa, mais uma vez é de sucesso. São 9 anos de muito esforço e dedicação por parte do Governo do Estado de Santa Catarina e das Fundações Municipais de Esporte diante desse segmento importantíssimo, que é a terceira idade. A Fesporte enaltasse todo empenho de Itajaí, cidade sede do evento, em querer fazer a 9ª edição do Jasti entre as melhores dos últimos anos.”  Destacou o diretor de esportes Luciano Heck.

Criados em 2008 os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina tem como finalidade estimular a participação do idoso em atividades esportivas, recreativas, visando ampliar as perspectivas de uma qualidade de vida, contribuir para reverter a imagem do idoso em nossa sociedade, conquistando o respeito das demais gerações.

Visa ainda fortalecer novas formas de participação da pessoa idosa, o convívio social, a troca de experiências entre essas pessoas e as demais gerações e valorizar e estimular a prática esportiva na terceira idade, como fator de promoção de saúde e bem estar, resgatando a autoestima para melhor convívio social. Participam dos Jasti Idoso a partir dos 60 anos. Os Jasti são disputados nas etapas classificatórias microrregional e estadual tendo uma média de 8  mil participantes.

 

9º JOGOS DA TERCEIRA IDADE

ITAJAÍ – SC

CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO DAS MODALIDADES

 

DATAS MODALIDADES 31-05

TERÇA

01-06

QUARTA

02-06

QUINTA

03-06

SEXTA

04-06

SÁBADO

05-06

DOMINGO

CONGRESSO TÉCNICO 15:00

HORAS

CERIMONIAL DE ABERTURA 18:00

HORAS

FESTIVIDADES BAILE COM OS IDOSOS

– 18hs –

 
 

BOCHA

 

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO VESPERTINO MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

 

BOLÃO MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO
CANASTRA MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

DANÇA

POPULAR

MATUTINO – TREINAMENTO

NOTURNA – APRESENTAÇÃO

DANÇA LIVRE

COREOGRAFADA

MATUTINO – TREINAMENTO

NOTURNA – APRESENTAÇÃO

DANÇA SALÃO  

MATUTINO  TREINAMENTO

VESPERTINO

COMPETIÇÃO

 

DOMINÓ MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

TRUCO MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro e as inscrições estarão abertas de 9 a 20 de maio

 

Mais de 90 mil estudantes já fizeram neste sábado, 30, o simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela internet, no portal Hora do Enem. O teste está disponível para os 2,2 milhões de estudantes do último ano do ensino médio. As inscrições e o início do teste podem ser feitos até as 20h de hoje. O resultado e o gabarito serão divulgados ao final do exame.

Segundo o Ministério da Educação, 350 concluintes do ensino médio se inscreveram para fazer o simulado, 50 mil só hoje, até o meio-dia. O aluno tem quatro horas para realizar o exame, que tem 80 itens, com a mesma metodologia de elaboração de questões do Enem. O conteúdo é composto principalmente por assuntos vistos nas escolas até abril.

Na hora de se cadastrar, o estudante informa o seu objetivo ao fazer o Enem e a plataforma já disponibiliza um plano de estudos para que ele alcance aquela meta. O resultado do simulado mostrará como está o desempenho do aluno em relação ao curso que pretende fazer.

Este é o primeiro simulado online do Enem. Pelo menos mais três serão feitos até a data do exame, nos dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro. Os últimos exames serão no mesmo formato do Enem e terão dois dias de duração, mas não haverá simulado da redação.

A partir de segunda-feira, 2, o MEC também vai disponibilizar a plataforma Mecflix, com 1,2 mil videoaulas para ajudar nos estudos.

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro e as inscrições estarão abertas de 9 a 20 de maio.

Próximo desafio será no sábado, 7, em Mafra, contra a equipe da casa

 

Maicon Candeo

 

A ADC Canoinhas venceu a equipe de Araquari pela quinta rodada do estadual de futsal – divisão especial. O jogo aconteceu em Canoinhas na noite deste sábado, 30.

Com a vitória por dois a zero, a ADC Canoinhas garantiu mais três pontos na competição. Os gols foram marcados por Rato e Guilherme.

Destaque para o goleiro/capitão Leonel Forteski, que retorna ao elenco após período em tratamento médico.

Com a vitória, o Canoinhas sobe para a 7ª colocação na tabela de pontuação com 7 pontos.

O próximo desafio da equipe canoinhense na Divisão Especial é contra o Mafra Ferromax no próximo sábado, 7, às 20h30, no Ginásio Wilson Buch, em Mafra.

Enquanto o Sesc promove o Dia do Pedal, Sesi e FME promovem tradicional Corrida Rústica

 

O dia 1º de Maio em Canoinhas será marcado por duas atividades esportivas neste domingo.

Realizada anualmente no dia 1° de Maio, dia do trabalhador, a tradicional Corrida Rústica de Canoinhas terá o percurso de 1 km para as categorias disputadas por atletas com idade entre 10 a 11 anos; de 1,5 km para atletas com 12 e 13 anos; de 2,5 km de 14 a 15 anos e de 5 km para atletas com mais de 16 anos de idade. A concentração dos atletas para a Corrida Rústica está marcada para às 8h, em frente à Prefeitura. A primeira largada será às 9h.

A premiação da corrida é composta por troféus para os primeiros colocados entre as categorias, nos naipes masculino e feminino, além de medalhas que serão entregues do segundo ao quinto lugar das demais categorias. As inscrições foram encerradas na quinta-feira, 28.

 

DIA DO PEDAL

Realizado tradicionalmente na data em que é celebrado o Dia do Trabalhador, o Dia do Pedal, ocorre em 31 cidades catarinenses, incluindo Canoinhas. O projeto incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte sustentável aliado à Educação Patrimonial. Em 2016, o tema do evento é “Descobrindo a cidade”, que convida os participantes a conhecer os centros, ruas e calçadas com mais calma, observando as diferentes nuances que cada elemento da cidade esconde atrás do barulho e correria do dia a dia.

Segundo a gerente de eventos do Sesc Canoinhas, Helena Costenaro, neste ano o comércio da cidade doou 10 bicicletas que serão sorteadas entre os participantes. “É um número recorde de prêmios. No ano passado, sorteamos sete bicicletas”, comemora Helena.

A saída será às 9h30 da sede do Sesc na avenida Expedicionários e as inscrições podem ser feitas na hora.

O projeto também abre espaço para que as pessoas possam ir com qualquer meio de transporte não motorizado sobre rodas. A proposta visa fortalecer a ideia do lazer ativo e da prática de atividade física lúdica, além de reforçar a sugestão de aliar eventos e espaços para a prática do skate, patins, patinete e similares na programação paralela do evento, que se juntam ao dia do pedal em um passeio lúdico, agradável e divertido para toda família.

 

30 de abril de 2016

O Globo

Manchete:Temer monta equipe com foco no ajuste fiscal

Dilma, por sua vez, prepara ‘pacote de bondades’ que eleva gasto público

Ex-presidente do BC, Meirelles é dado como certo para a Fazenda no caso de o vice assumir o governo e escolhe economistas como Afonso Beviláqua e Mansueto Almeida, que têm perfil de contenção de gastos públicos

Num cenário de rombos sucessivos nas contas públicas, o vice-presidente Michel Temer monta a equipe econômica de seu eventual governo com perfil de defesa do rigor fiscal. Entre os cotados por Temer e pelo ex-presidente do BC Henrique Meirelles, dado como certo na Fazenda, estão Mansueto Almeida, para a Secretaria do Tesouro, e Afonso Beviláqua, para o BC. Enquanto isso, a presidente Dilma prepara um “pacote de bondades” a ser lançado amanhã, no 1º de maio, que inclui aumento de gastos e liberação de R$ 180 milhões extras para publicidade. (Págs. 3 e 4)

Supremo abre nova investigação sobre Renan e Jucá (Pág. 9)

 

Cardozo defende Dilma e critica relator de comissão

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, defendeu a presidente Dilma na comissão do impeachment e questionou a isenção do relator, o tucano Antonio Anastasia. (Pág. 6)

Obra pública poderá ter seguro total

Casos como o da Ciclovia Tim Maia, que desabou três meses após ser inaugurada, estão na mira de comissão da Câmara dos Deputados que pretende mudar a Lei de Licitações para exigir de empresas seguro de 100% do valor da obra. Assim como nos EUA, as seguradoras fariam a fiscalização. A garantia máxima hoje é de 10%. (Pág. 12)

 

Dólar cai mais, para R$ 3,44

O dólar comercial caiu 1,68% ontem, para R$ 3,44, o menor patamar em nove meses. O BC atuou com US$ 1,63 bilhão, mas não conseguiu evitar a queda. No dólar turismo, a cotação chegou a R$ 3,56 em algumas casas de câmbio. (Pág. 21)

 

Rombo chega a R$ 10,6 bilhões

As contas públicas tiveram, em março, déficit de R$ 10,6 bilhões. Houve piora acentuada nas finanças de estados e municípios, que em janeiro e fevereiro tiveram superávit e, no mês passado, rombo de R$ 893 milhões. (Pág. 22)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Temer tenta cancelar recesso para antecipar impeachment

Aliados do vice manobram para suspender férias parlamentares do meio do ano e acelerar julgamento de Dilma

Mesmo antes da votação pelo Senado do afastamento da presidente Dilma Rousseff, interlocutores do vice Michel Temer já articulam com parlamentares a suspensão do recesso parlamentar do meio do ano. O objetivo é acelerar o julgamento final da petista e tentar votar medidas econômicas que deverão ser encaminhadas por Temer ao Congresso até o início da campanha municipal, em 16 de agosto. A iniciativa poderia encurtar em pelo menos 15 dias o prazo para o julgamento de Dilma, previsto para setembro. Em caso de afastamento da presidente, que pode ocorrer em 11 de maio, o vice assume o comando interino do País por até 180 dias, período em que ela será julgada. Para peemedebistas, o recesso parlamentar ajuda Dilma a ganhar prazo, porque a Comissão Especial do Impeachment teria de suspender os trabalhos. A ideia do grupo de Temer é acelerar esse processo para antecipar a confirmação do vice na função de presidente. (Política/Pág. A4)

 

Kátia Abreu: ‘Quem nunca atrasou conta?’

Ministra da Agricultura participou da defesa de Dilma em comissão especial

Os ministros Nelson Barbosa (Fazenda) e Kátia Abreu (Agricultura) e o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, fizeram a defesa de Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment do Senado e sustentaram que a presidente não cometeu crime de responsabilidade. Cardozo causou tumulto ao falar em “golpe” e cogita questionar o processo na Justiça. Kátia Abreu argumentou que atrasos em pagamentos do Tesouro não podem ser encarados como empréstimo: “Quem é que nunca atrasou um pagamento de conta na vida?”. Presidente da comissão, Raimundo Lira disse que a denúncia contra Dilma não vai incluir fatos da Lava Jato. (Pág. A7)

 

Marqueteiro do PT vira réu na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro abriu ação penal contra o marqueteiro do PT João Santana, a mulher dele, Mônica Moura, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, entre outros. Eles são acusados de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás. (Pág. A14)

 

Jungmann deve assumir Defesa; PMDB e PP disputam Saúde

O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) é o nome praticamente definido para o Ministério da Defesa no eventual governo Michel Temer. Em meio à disputa entre os partidos por espaço, o principal embate ocorre entre o PMDB e o PP, que pleiteiam a pasta da Saúde e os cargos de direção na Caixa Econômica Federal. (Política/ Págs. A5 e A6)

 

Meirelles: ‘É preciso restaurar confiança’

Para Henrique Meirelles,provável ministro da Fazenda de Michel Temer, é preciso restaurar a confiança na economia e adotar medidas que impulsionem investimentos e empregos. (Economia/Pág. B1)

 

Pela 1ª vez, contas do governo têm déficit no início do ano

Pela primeira vez desde 2002, quando o Banco Central começou a série, o País não conseguiu acumular, no primeiro trimestre, economia para pagar juros da dívida. O rombo das contas em março foi de R$ 10,6 bilhões, contribuindo para o resultado negativo do trimestre em R$ 5,8 bilhões. (Economia/Pág. B1)

 

Desemprego já atinge 11 milhões

O número de desempregados no País chegou a 11,089 milhões – novo recorde no primeiro trimestre.Com isso, a taxa de desocupação chegou a 10,9% no período. (Economia/Pág. B10)

 

Chavismo quer reduzir poderes do Legislativo (Internacional / Pág. A16)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Sob pressão, Temer reduz meta de cortar ministérios

Sob pressão de aliados, o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), admitiu a interlocutores que, caso substitua Dilma Rousseff (PT) na Presidência, não conseguirá cortar ministérios como planejava.

Às vésperas da votação do impeachment na Câmara, há duas semanas, estimava reduzir os ministros de 32 para 22, no máximo. A conta já está em 26 e ainda não fecha.

A dificuldade crescente decorre de acordos para garantir o avanço do processo.
Antes na base de apoio de Dilma, PP, PR, PSD e PRB votaram majoritariamente pelo afastamento da petista.

O vice precisa ainda abrir espaços para PSDB, DEM e PPS, que acertaram com o PMDB apoio a Temer no Congresso. O senador José Serra (SP) deve assumir o Ministério das Relações Exteriores.

As secretarias de Portos e Aviação Civil, que antes seriam fundidas em nova pasta de infraestrutura, são negociadas com o PRB e o PR.
Temer recuou também nos planos de unir Educação à Cultura e Esporte ao Turismo.

Já a equipe econômica está quase definida. Em encontro, o vice disse a Henrique Meirelles, cotado para a Fazenda, que ele será o “fiador” e a figura central da economia em sua futura gestão.

Em seguida, Meirelles disse a jornalistas que “restaurar a confiança na solvência futura do Estado brasileiro” será o principal desafio do novo governo.
(Poder A4 e A5)

 

Juiz Moro aceita denúncias e torna réu ex-marqueteiro do PT João Santana (Poder A15)

 

Lava Jato passa a investigar 9 aliados de Cunha no caso do grupo Schahin (Poder A15)

 

Petrobras e BB cortam verba de atos do Dia do Trabalho

O Banco do Brasil e a Petrobras não vão patrocinar os atos do Dia do Trabalho da Força Sindical e da CUT em São Paulo. Em outros anos, destinaram entre R$ 50 mil e R$ 250 mil. Procuradas, as instituições não informaram a causa. A Folha apurou que o banco fez o corte por considerar os eventos “mais politizados”.
(Poder A14)

 

Dilma tira R$100 mi da Eletrobras para publicidade

Dilma enviou ao Congresso medida provisória que lhe permite gastar mais R$ 100 milhões em publicidade da Presidência no ano —anteriormente estavam previstos R$ 252 milhões. A verba foi cortada de investimento na Eletrobras. O Planalto diz que usará o valor em campanha contra a zika.
(Poder A8)

Real se valoriza e resulta em saldo financeiro inédito

Causada sobretudo pelo avanço do impeachment da presidente Dilma (PT), a forte valorização do real levou União, Estados e municípios a resultado positivo nas operações financeiras de março, algo inédito. O dólar comercial fechou em R$ 3,44 nesta sexta (29), a menor cotação em nove meses.
(Mercado A21)

Possível fusão com pasta da Educação provoca clima de medo na Cultura (C 1)