< abril 2016 - JMais | Jornalismo Digital Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

De acordo com o representante do Ecad, a lei compromete a liberdade dos criadores

da Agência Brasil

 

 

Um pedido de vista do ministro Marco Aurélio suspendeu o julgamento, pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 5062 e 5065, nas quais o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), conjuntamente com outras associações, e a União Brasileira de Compositores (UBC) questionam dez dispositivos alterados e acrescentados à Lei 9.610/1998 (Lei de Direitos Autorais) pela Lei 12.853/2013. Os dispositivos dizem respeito ao modo de aproveitamento econômico dos direitos autorais incidentes na execução pública de obras musicais e à organização do Ecad e das associações que o compõem.

O Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais (Ecad) e associações de músicos e compositores manifestaram-se pela inconstitucionalidade da Lei dos Direitos Autorais.

De acordo com o representante do Ecad, Pedro Cristofaro, a lei compromete a liberdade dos criadores e tutela dos artistas, fato que, para ele, constitui ingerência do governo. Segundo o advogado, a norma permite o monitoranmento de dados sobre a execução das obras autorais e determina uma forma de cobrança, impedindo outras em comum acordo com os artistas. “A lei é fruto de algumas disfunções que nos assolam, é fruto do autoritarismo, é fruto do oficialismo que espera que o Estado vai resolver tudo.”

Para o advogado Carlos Matias de Sousa, representante da Associação de Músicos Arranjadores e Regentes, a lei é intervencionista, pois não cabe ao governo estabelecer regras sobre a arrecadação de direito autoral. “Aqui é o Estado querendo entrar no que não é dele, no que é privado”, afirmou.

A representante da Advocacia-Geral da União (AGU), Gracie Fernandes, defendeu a validade da lei e disse que a Constituição não proíbe a fiscalização dos direitos autorais pelo Estado. Para a secretária do contencioso da AGU, a norma foi criada para combater “práticas criminosas” na gestão dos direitos autorais, como foi investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ecad, que foi instalada no Senado em 2011.

“Os valores que são administrados interessam ao Estado. Não há a menor possibilidade, pela simples leitura dos dispositivos, de qualquer intervenção do Estado em relação à existência dessas associações [de arrecadação], mas, simplesmente para coibir abusos, simplesmente para coibir excessos, simplesmente para coibir disfunção do sistema, distorções que possam atingir o artista”, argumentou Gracie.

A lei foi publicada no dia 15 de agosto de 2013 no Diário Oficial da União e passou a valer 120 dias após a publicação. A norma altera a maneira como o Ecad repassa os recursos dos direitos dos músicos e estabelece formas de fiscalização da arrecadação desses valores. Entre as mudanças em relação ao que ocorre atualmente, está a fiscalização da entidade pelo Ministério da Cultura.

A mudança na legislação foi feita após a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ecad, instalada em 2011 no Senado. A comissão recomendou mudanças no sistema de gestão de direitos autorais.

Confira imagens feitas pela fotógrafa Fátima Santos no distrito de Marcílio Dias, interior de Canoinhas, durante as manhãs frias desta semana:

inver no 12 invern o 11 inverno 1 inverno 2 inverno 3 inverno 5 inverno 6 inverno 7 inverno 8 inverno 9 inverno 10 inverno 13 inverno 14 inveron 9 invertno 4

Historicamente, a erva-mate tem sido fundamental para a economia de muitos municípios do Sul

 

Tradicionalmente associada ao consumo de chimarrão e chás, a erva-mate pode ganhar mais utilidades nos mercados de alimentos, cosméticos e detergentes. Pesquisadores da Embrapa estão trabalhando no desenvolvimento de plantas com teores conhecidos de cafeína e outros componentes de interesse, como teobromina e compostos fenólicos (antioxidantes).

“Plantas com índices de cafeína acima de 2,0% já são consideradas com alto teor da substância e, em nossas pesquisas, encontramos plantas que apresentam naturalmente índices de até 3,0%”, revela a pesquisadora Cristiane Helm, da Embrapa Florestas (PR).

O estudo também descobriu que a genética da planta é responsável por 60% desse tipo de característica. “Trabalhamos, agora, para identificar as condições ambientais que completam este potencial”, explica o pesquisador da Embrapa Ivar Wendling, da mesma Unidade de pesquisa.  Segundo ele, com algumas ações de manejo e cultivo diferenciado, é possível obter plantas com mais de 5% de cafeína. Além da cafeína, do grupo das metilxantinas, encontradas em diversas plantas e que são uma das responsáveis pelo sabor amargo e pelo efeito psicoativo, também tem destaque na erva-mate a teobromina. Além disso, compostos fenólicos, como os flavonoides, também compõem a pesquisa.

Essas descobertas podem revolucionar o sistema de produção da erva-mate e a forma de consumo, pois abrem caminho para uma variada gama de novos produtos. Existe potencial para desenvolvimento em diferentes frentes: da cafeína, com bebidas e alimentos energéticos ou descafeinados; da teobromina, com produtos como relaxantes musculares, diuréticos e vasodilatadores; e com compostos fenólicos, os flavonoides, que são antioxidantes e podem trazer benefícios para a saúde, além de aprimorar a composição nutricional e sensorial dos alimentos, bem como ajudar em sua conservação.

Outra linha promissora que começa a ser pesquisada é a da saponina, utilizada em produtos de limpeza e em rações para animais. Em todas essas áreas, o uso da erva-mate como matéria-prima poderá fazer com que esses produtos tenham um apelo mais natural, que tem sido muito procurado pelos consumidores. Hoje, por exemplo, alguns produtos passam por processos químicos para serem descafeinados.

“A pesquisa cumpre o papel de disponibilizar novos materiais genéticos e descobrir novos usos para a erva-mate em ‘escala de bancada’. Mas, para chegar até o produto, precisamos firmar parcerias com o setor industrial para estudos em escala-piloto e, posteriormente, avaliar a produção em escala industrial”, explica Miguel Haliski, do Setor de Prospecção e Avaliação Tecnológica da Embrapa Florestas. “Não adianta  produzir cultivares diferenciadas se o mercado ainda está focado somente em chimarrão ou chá na forma em que conhecemos”, analisa.

A intenção é obter uma matéria-prima que apresente naturalmente o teor desejado da substância almejada, com base nas cultivares da Embrapa já em desenvolvimento avançado. Cristiane Helm completa que o interesse internacional por compostos bioativos com propriedades terapêuticas aumenta a cada dia, e há consumo crescente na América do Norte e Europa. “Em breve, será possível cultivar a erva-mate pensando nesses mercados. Mas, para isso, é necessário que em paralelo tenhamos o desenvolvimento de produtos diferenciados com a erva-mate”, analisa. Com a possibilidade de cultivares diferenciadas em seus compostos, a perspectiva é criar nichos de mercado para produtos com apelo mais saudável. Para Cristiane, a erva-mate pode seguir o mesmo caminho do café, que hoje é encontrado com diferentes teores de cafeína ou descafeinado.

 

FONTE DE MAIS DE 200 COMPOSTOS

A pesquisa já encontrou mais de 200 componentes na erva-mate, mostrando o potencial da planta. Por apresentar esta composição química ampla, é possível vislumbrar novos mercados para a erva-mate e também o aumento do valor agregado do produto.

 

Cultura nativa do Brasil, Argentina e Paraguai, a erva-mate é matéria-prima para chás e chimarrão, em especial no Sul do País. É plantada por cerca de 180 mil agricultores familiares no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, mas ainda em sistema de cultivo tradicional, com nenhum ou pouco grau de melhoramento genético. Também existe extrativismo em áreas de ocorrência natural. Independentemente do sistema de produção, a colheita geralmente é enviada a uma empresa especializada, chamada ervateira, para beneficiamento do produto.

Com o desenvolvimento dessas cultivares, mesmo o tradicional mercado de chimarrão pode ser beneficiado. Hoje, muitas pessoas não tomam a bebida no final da tarde por problemas de estômago ou por ela ser energética. “Pode ser lançado um chimarrão naturalmente descafeinado, que poderá ser ingerido por essas pessoas”, explica a pesquisadora.  De acordo com a Anvisa, para que um produto seja considerado descafeinado, o valor máximo permitido de cafeína deve ser de 0,1% (g/100g), e, caso seja um descafeinado solúvel, o valor máximo poderá chegar até 0,3% (g/100g). “Algumas plantas com as quais trabalhamos apresentam teores de 0,03%”, demonstra.

A pesquisa propõe uma identificação de árvores-matrizes com boa produtividade e características de interesse, como por exemplo, o teor de cafeína. A partir disso, é feita a clonagem destas árvores pela técnica de miniestaquia e a produção em viveiro ou canteiro. “Esta é outra inovação que queremos propor”, salienta Ivar Wendling. “O plantio em condições controladas vai ajudar o produtor a atender nichos de mercado e assegurar maior qualidade ao produto”, explica.

Para garantir a qualidade e padronização, é necessário trabalhar com clones dos materiais selecionados, algo impensável em escala até dez anos atrás, quando não era possível clonar a erva-mate de forma eficiente por causa dos baixos índices de enraizamento e qualidade do sistema radicular deficiente. “Depois de 14 anos de pesquisa, conseguimos definir um protocolo de clonagem e assim garantir esta tecnologia aos viveiristas e produtores”, informa Wendling,

Outra inovação que se busca para os produtores é o desenvolvimento de equipamentos destinado ao pré-processamento da erva-mate, para que o produtor entregue um produto ainda mais diferenciado às indústrias. “Os equipamentos disponíveis hoje são para grande escala. Mas se o produtor vai atender nichos, ele também terá condições de entregar um produto pré-processado, com qualidade”, explica Miguel Haliski. Com essa finalidade, são buscadas parcerias com empresas de equipamentos agrícolas e metalúrgicas.

Historicamente, a erva-mate tem sido fundamental para a economia de muitos municípios do Sul do Brasil como Canoinhas e, atualmente, é o principal produto não madeireiro do agronegócio florestal na região. O setor ervateiro, que já teve um ciclo econômico no qual era chamado de “Ouro Verde”, passou por um longo período de estagnação, com consequente queda nos investimentos e no desenvolvimento de tecnologias. Atualmente, embora sem retomar as dimensões do passado áureo, o mercado ervateiro vem mostrando reação positiva e a descoberta do potencial da erva-mate pelo mercado internacional se mostra uma oportunidade de desenvolvimento.

O Brasil hoje produz cerca de 860 mil toneladas de erva-mate verde, sendo que Argentina (690 mil toneladas) e Paraguai (85 mil toneladas) também cultivam a planta. Aproximadamente, 80% da produção brasileira de erva-mate destina-se ao mercado interno, dos quais 96% são consumidos como chimarrão, e 4% na forma de chás e outros usos.

Confira o que foi destaque no JMais

 

Emílio Gazaniga deve disputar a prefeitura/Arquivo

Emílio Gazaniga deve disputar a prefeitura/Arquivo

Em reunião na noite desta terça-feira, 26, o Partido Progressista (PP) de Três Barras lançou a pré-candidatura do diretor do Serviço Autônomo de Saneamento  Água (Samasa), Emílio Gazaniga, a prefeito da cidade.

O nome foi aclamado pela maioria dos membros do diretório, que ainda confirmarão a candidatura em convenção marcada para ocorrer em julho. Prefeito Elói Quege (PP) participou da reunião e concordou com o nome de Gazaniga como o ideal para disputar sua sucessão.

Havia rumores de que Quege teria provocado mal-estar no partido depois de intervir pessoalmente para filiar Gilson Nagano no PSD. Nagano já confirmou que é pré-candidato a prefeito. A reunião desta terça, no entanto, na avaliação do diretório, mostrou a união do partido.

 

 

Kurcheski, em foto de rede social/Reprodução

Kurcheski, em foto de rede social/Reprodução

O professor de Química Sezefredo Kurcheski morreu em um acidente na BR-280, proximidades de São Francisco do Sul, na manhã deste domingo, 24.

Ele viajava para participar de um encontro com motociclistas quando colidiu com outra motocicleta ao tentar uma ultrapassagem. A informação é do blog Papa-Berbigão.

A outra motocicleta era conduzida por uma mulher, que foi encaminhada para o Pronto Atendimento Municipal de São Francisco do Sul.

Sezefredo era natural de Três Barras, mas atualmente morava em São Mateus do Sul, onde coordenava o curso do Química do Colégio Estadual São Mateus.

Não se tem informações sobre o estado de saúde da outra motociclista envolvida.

 

site 8Cinco pessoas, identificadas como sendo da mesma família, morreram na noite deste domingo, 24, em acidente na BR-280, próxima da divisa entre Canoinhas e Irineópolis. O acidente ocorreu por volta das 23h30 em território canoinhense.

Morreram Maria Joelma Mangue, de 44 anos; Maria Libia Iraci Mangue, de 69 anos; Mariza Joelma Mangue Lourenço, de 32 anos; Pedrinho dos Santos Lourenço, de 38 anos; e Murilo Mangue Lourenço, de 7 anos.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as cinco vítimas fatais viajavam em um Prisma, placas de Blumenau, que colidiu frontalmente com um caminhão com placas de São Lourenço do Oeste (SC). O caminhão desgovernado ainda atingiu outro caminhão e uma caminhonete. O motorista do primeiro caminhão, Pedro Marcelino Soares, 62 anos, foi levado ao Pronto Atendimento de Canoinhas, medicado e liberado. Nesta segunda-feira, 25, ele já está em casa. Os condutores da caminhonete e do outro caminhão, ambos com placas de União da Vitória, sofreram ferimentos leves.

De acordo com as informações da PRF,  o GM/Prisma realizava uma manobra para ultrapassagem em local permitido, quando colidiu frontalmente com o caminhão, que vinha em sentido contrário. No momento da colisão não havia chuva ou neblina. Após o primeiro choque, o motorista do caminhão perdeu o controle de direção, invadindo a contramão e chocando-se com a caminhonete S10 que trazia ainda um trailer.

Esse foi o maior acidente em número de vítimas fatais da história da rodovia que liga Canoinhas a Porto União, inaugurada em 1986.

 

acidente 27-4Hamilton Alves Ribeiro, 59 anos, morreu em um acidente envolvendo três veículos na noite desta terça-feira, 26, no KM 25,8 da BR-116, em Itaiópolis.

Ele estava em um Citroen Picasso que colidiu contra um Nissan Frontier conduzido por Dilceu Zimerman e uma caminhonete Amarok, conduzida por Artur Leite Bastos Neto. Apesar de os carros ficarem bastante danificados, Dilceu e Artur sofreram ferimentos leves.

A Polícia investiga as circunstâncias do acidente.

 

justica1O Tribunal do Júri da comarca de Canoinhas condenou Rodrigo José Diefentheler, Luiz Carlos Fabrício dos Santos e Gilson Kelzeski em sessão que durou mais de 14 horas nesta quinta-feira, 28. A sessão terminou por volta das 23h.

Os três se envolveram no assassinato de Sebastião Cirineu Alves da Silva em 2011. Os quatro trabalhavam como chapas (ajudantes de motoristas de caminhão) e aguardavam, trabalho em uma borracharia ao lado de um posto de combustíveis no acesso à Três Barras, quando discutiram e Diefentheler teria desferido golpes com um banco de madeira na cabeça de Silva. Com a ajuda de Santos e Kelzeski, ele teria se livrado do corpo jogando no barranco do rio Canoinhas. O corpo foi descoberto no dia seguinte. Rapidamente a Polícia chegou aos três autores, que confessaram o crime. Diefentheler alegou legítima defesa.

Por ser o autor do homicídio, Diefentheler foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão. Kelzeski foi apontado como coautor do crime e condenado a oito anos de cadeia. Já Santos foi condenado por ocultação de cadáver e vai cumprir um ano de pena em regime aberto.

À época do crime, apenas Diefentheler havia cumprido pena de quatro meses, ganhando em seguida o direito de responder pelo crime em liberdade.

Diefentheler e Kelzeski estão detidos na Unidade Prisional Avançada de Canoinhas.

 

06821cb5199e1a826f44f56245fd8bddDurante a madrugada deste sábado, 30, uma quadrilha de caixeiros voltou a agir no Planalto Norte, desta vez na agência do Banco do Brasil de Monte Castelo.

As informações são que a ação aconteceu por volta das 4 horas da madrugada. O modo de agir dos bandidos foi muito semelhante ao aplicado na agência do Banco do Brasil de Irineópolis, recentemente.

Parte da quadrilha disparou diversos tiros contra o grupamento da Polícia Militar da cidade a fim de intimidar os policiais, enquanto outro grupo explodia os caixas eletrônicos.

Os bandidos usaram uma Duster da cor preta e uma Hilux branca na ação.
O Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Mafra foi até o local, mas não conseguiu alcançar os assaltantes. Os dois carros suspeitos passaram pelo pedágio da BR-116, que fica em Monte Castelo. A Duster estava com um giroflex do lado esquerdo. O motorista chegou a brincar com a atendente da praça do pedágio, perguntando se ela não tinha medo de ser assaltada.

A Hilux passou logo em seguida. A Polícia não tem pistas do destino da quadrilha.

 

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26/Rodrigo Melo/Divulgação

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26/Rodrigo Melo/Divulgação

Depois de a Câmara encaminhar requerimento cobrando medidas de segurança no perímetro urbano da BR-280, em Canoinhas, o supervisor da Superintendência Regional do Departamento de Infraestrutura e Transportes (DNIT), engenheiro civil Jeferson Bittencourt, assegurou a instalação de redutores de velocidade em pelo menos três locais entre a ponte sobre o Rio Água Verde e o trevo com a SC-477.

A confirmação partiu durante reunião na prefeitura do município na terça-feira, 26, e que contou com as presenças do vereador Wilmar Sudoski (PSD) e dos secretários Gilson Guimarães e Diogo Seidel, responsáveis pelas pastas de Planejamento e de Administração, Finanças e Orçamento. Também participaram representantes da Castelar, empresa contratada pelo DNIT para fazer a manutenção da rodovia.

Segundo o supervisor, já no mês de maio um redutor eletrônico de velocidade será instalado próximo ao acesso da rodovia com a Rua Sérgio Gapski, no bairro Água Verde. Uma lombofaixa (passarela elevada) com seis metros de largura e cinco centímetros de altura será construída nas proximidades do acesso com a Rua Mário João Mayer.

Estão previstas ainda a colocação de faixas trepidantes antes da ponte, para que os motoristas que transitam no sentido Porto União a Canoinhas fiquem orientados sobre a necessidade de redução de velocidade naquele trecho.

 

Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema

Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema

A onda de frio chegou ao Sul do Brasil registrando temperaturas negativas no Planalto Sul Catarinense já na noite de quarta-feira, 27. A umidade elevada e a temperatura próxima a -1°C deu condições para a precipitação de pequenos flocos de neve, por alguns minutos próximo às 21h00min, em Urupema e São Joaquim. As temperaturas mínimas em Santa Catarina, na madrugada e amanhecer desta quinta-feira, 28, ocorreram no Morro da Igreja (-3,6°C) e em Urupema (-3,2°C). Nessas localidades o vento forte, com intensidade variando entre 60 e 70 km/h, deu sensação de -20°C e -22°C. No Oeste, Meio Oeste e Planalto as temperaturas baixas favoreceram a formação de geada.

Na região do Planalto Norte, a mínima registrada foi de 2,5º em Major Vieira.

O frio segue intenso na sexta-feira, novamente com previsão de mínimas abaixo de zero.

 

PavimentaçãoA Prefeitura de Canoinhas abriu licitação para a pavimentação asfáltica de mais três ruas, sendo duas pavimentações no distrito do Campo d’Água Verde e uma no bairro Jardim Esperança.

As pavimentações serão realizadas por meio de recursos advindos da Agência de fomento de Santa Catarina (Badesc), sendo elas na rua Waldemiro Olsen, no trecho ente as ruas Adolfo Bading e Nazir Cordeiro; rua Alinor Vieira Corte, no trecho entre as ruas Fauri de Lima e Nazir Cordeiro, no Campo d’Água Verde. Já no bairro Jardim Esperança a rua que receberá pavimentação asfáltica será a Basilio Humenhuk, no trecho entre as ruas Roberto Ehlke e Feres João Sphair, com o fornecimento de todo material e mão de obra necessária.

De acordo com o prefeito Beto Faria a pavimentação asfáltica destas vias é muito importante, afinal é uma reivindicação dos moradores e daqueles que transitam pelas vias. “Estamos com várias obras de pavimentação, e nosso objetivo é que Canoinhas seja um dos municípios com mais obras de pavimentação de qualidade do Planalto Norte Catarinense”, disse Beto Faria. O prefeito ainda comentou que as empresas interessadas devem protocolar as propostas até às 10h do dia 3 de junho, no setor de protocolo na Prefeitura, localizada na Rua Felipe Schmidt, nº 10, Centro, e para mais informações, o telefone para contato é (47) 3621-7705. A cópia do edital está no site www.pmc.sc.gov.br no link licitações.

O frio chegou com tudo e nada melhor do que ficar em casa curtindo um bom programa

 

Vingadores – Era de Ultron * TC Pipoca * Sábado * 19h20

 

Sniper Americano * HBO * Sábado * 19h40

 

ET – o Extraterrestre * Warner * Sábado * 20h27

 

A sombra e a escuridão * Sony * Domingo * 0h05

 

Spartacus * TC Cult * Domingo * 22h

Os Jasti 2016 acontecem em Itajaí de 31 de maio a 5 de junho. Neste ano participarão 210 municípios

 

O evento terá oito modalidades: bocha, bolão 23, canastra, dança popular, dança livre coreografada, dança de salão, dominó e truco. “Nossa expectativa, mais uma vez é de sucesso. São 9 anos de muito esforço e dedicação por parte do Governo do Estado de Santa Catarina e das Fundações Municipais de Esporte diante desse segmento importantíssimo, que é a terceira idade. A Fesporte enaltasse todo empenho de Itajaí, cidade sede do evento, em querer fazer a 9ª edição do Jasti entre as melhores dos últimos anos.”  Destacou o diretor de esportes Luciano Heck.

Criados em 2008 os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina tem como finalidade estimular a participação do idoso em atividades esportivas, recreativas, visando ampliar as perspectivas de uma qualidade de vida, contribuir para reverter a imagem do idoso em nossa sociedade, conquistando o respeito das demais gerações.

Visa ainda fortalecer novas formas de participação da pessoa idosa, o convívio social, a troca de experiências entre essas pessoas e as demais gerações e valorizar e estimular a prática esportiva na terceira idade, como fator de promoção de saúde e bem estar, resgatando a autoestima para melhor convívio social. Participam dos Jasti Idoso a partir dos 60 anos. Os Jasti são disputados nas etapas classificatórias microrregional e estadual tendo uma média de 8  mil participantes.

 

9º JOGOS DA TERCEIRA IDADE

ITAJAÍ – SC

CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO DAS MODALIDADES

 

DATAS MODALIDADES 31-05

TERÇA

01-06

QUARTA

02-06

QUINTA

03-06

SEXTA

04-06

SÁBADO

05-06

DOMINGO

CONGRESSO TÉCNICO 15:00

HORAS

CERIMONIAL DE ABERTURA 18:00

HORAS

FESTIVIDADES BAILE COM OS IDOSOS

– 18hs –

 
 

BOCHA

 

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO VESPERTINO MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

 

BOLÃO MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO

VESPERTINO

MATUTINO
CANASTRA MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

DANÇA

POPULAR

MATUTINO – TREINAMENTO

NOTURNA – APRESENTAÇÃO

DANÇA LIVRE

COREOGRAFADA

MATUTINO – TREINAMENTO

NOTURNA – APRESENTAÇÃO

DANÇA SALÃO  

MATUTINO  TREINAMENTO

VESPERTINO

COMPETIÇÃO

 

DOMINÓ MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

TRUCO MATUTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-VESPERTINO

-CLASSIF.-

MATUTINO

-CLASSIF.-

 

MATUTINO

-SEMI FINAL-

-FINAL-

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro e as inscrições estarão abertas de 9 a 20 de maio

 

Mais de 90 mil estudantes já fizeram neste sábado, 30, o simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela internet, no portal Hora do Enem. O teste está disponível para os 2,2 milhões de estudantes do último ano do ensino médio. As inscrições e o início do teste podem ser feitos até as 20h de hoje. O resultado e o gabarito serão divulgados ao final do exame.

Segundo o Ministério da Educação, 350 concluintes do ensino médio se inscreveram para fazer o simulado, 50 mil só hoje, até o meio-dia. O aluno tem quatro horas para realizar o exame, que tem 80 itens, com a mesma metodologia de elaboração de questões do Enem. O conteúdo é composto principalmente por assuntos vistos nas escolas até abril.

Na hora de se cadastrar, o estudante informa o seu objetivo ao fazer o Enem e a plataforma já disponibiliza um plano de estudos para que ele alcance aquela meta. O resultado do simulado mostrará como está o desempenho do aluno em relação ao curso que pretende fazer.

Este é o primeiro simulado online do Enem. Pelo menos mais três serão feitos até a data do exame, nos dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro. Os últimos exames serão no mesmo formato do Enem e terão dois dias de duração, mas não haverá simulado da redação.

A partir de segunda-feira, 2, o MEC também vai disponibilizar a plataforma Mecflix, com 1,2 mil videoaulas para ajudar nos estudos.

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro e as inscrições estarão abertas de 9 a 20 de maio.

Próximo desafio será no sábado, 7, em Mafra, contra a equipe da casa

 

Maicon Candeo

 

A ADC Canoinhas venceu a equipe de Araquari pela quinta rodada do estadual de futsal – divisão especial. O jogo aconteceu em Canoinhas na noite deste sábado, 30.

Com a vitória por dois a zero, a ADC Canoinhas garantiu mais três pontos na competição. Os gols foram marcados por Rato e Guilherme.

Destaque para o goleiro/capitão Leonel Forteski, que retorna ao elenco após período em tratamento médico.

Com a vitória, o Canoinhas sobe para a 7ª colocação na tabela de pontuação com 7 pontos.

O próximo desafio da equipe canoinhense na Divisão Especial é contra o Mafra Ferromax no próximo sábado, 7, às 20h30, no Ginásio Wilson Buch, em Mafra.

Enquanto o Sesc promove o Dia do Pedal, Sesi e FME promovem tradicional Corrida Rústica

 

O dia 1º de Maio em Canoinhas será marcado por duas atividades esportivas neste domingo.

Realizada anualmente no dia 1° de Maio, dia do trabalhador, a tradicional Corrida Rústica de Canoinhas terá o percurso de 1 km para as categorias disputadas por atletas com idade entre 10 a 11 anos; de 1,5 km para atletas com 12 e 13 anos; de 2,5 km de 14 a 15 anos e de 5 km para atletas com mais de 16 anos de idade. A concentração dos atletas para a Corrida Rústica está marcada para às 8h, em frente à Prefeitura. A primeira largada será às 9h.

A premiação da corrida é composta por troféus para os primeiros colocados entre as categorias, nos naipes masculino e feminino, além de medalhas que serão entregues do segundo ao quinto lugar das demais categorias. As inscrições foram encerradas na quinta-feira, 28.

 

DIA DO PEDAL

Realizado tradicionalmente na data em que é celebrado o Dia do Trabalhador, o Dia do Pedal, ocorre em 31 cidades catarinenses, incluindo Canoinhas. O projeto incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte sustentável aliado à Educação Patrimonial. Em 2016, o tema do evento é “Descobrindo a cidade”, que convida os participantes a conhecer os centros, ruas e calçadas com mais calma, observando as diferentes nuances que cada elemento da cidade esconde atrás do barulho e correria do dia a dia.

Segundo a gerente de eventos do Sesc Canoinhas, Helena Costenaro, neste ano o comércio da cidade doou 10 bicicletas que serão sorteadas entre os participantes. “É um número recorde de prêmios. No ano passado, sorteamos sete bicicletas”, comemora Helena.

A saída será às 9h30 da sede do Sesc na avenida Expedicionários e as inscrições podem ser feitas na hora.

O projeto também abre espaço para que as pessoas possam ir com qualquer meio de transporte não motorizado sobre rodas. A proposta visa fortalecer a ideia do lazer ativo e da prática de atividade física lúdica, além de reforçar a sugestão de aliar eventos e espaços para a prática do skate, patins, patinete e similares na programação paralela do evento, que se juntam ao dia do pedal em um passeio lúdico, agradável e divertido para toda família.

 

30 de abril de 2016

O Globo

Manchete:Temer monta equipe com foco no ajuste fiscal

Dilma, por sua vez, prepara ‘pacote de bondades’ que eleva gasto público

Ex-presidente do BC, Meirelles é dado como certo para a Fazenda no caso de o vice assumir o governo e escolhe economistas como Afonso Beviláqua e Mansueto Almeida, que têm perfil de contenção de gastos públicos

Num cenário de rombos sucessivos nas contas públicas, o vice-presidente Michel Temer monta a equipe econômica de seu eventual governo com perfil de defesa do rigor fiscal. Entre os cotados por Temer e pelo ex-presidente do BC Henrique Meirelles, dado como certo na Fazenda, estão Mansueto Almeida, para a Secretaria do Tesouro, e Afonso Beviláqua, para o BC. Enquanto isso, a presidente Dilma prepara um “pacote de bondades” a ser lançado amanhã, no 1º de maio, que inclui aumento de gastos e liberação de R$ 180 milhões extras para publicidade. (Págs. 3 e 4)

Supremo abre nova investigação sobre Renan e Jucá (Pág. 9)

 

Cardozo defende Dilma e critica relator de comissão

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, defendeu a presidente Dilma na comissão do impeachment e questionou a isenção do relator, o tucano Antonio Anastasia. (Pág. 6)

Obra pública poderá ter seguro total

Casos como o da Ciclovia Tim Maia, que desabou três meses após ser inaugurada, estão na mira de comissão da Câmara dos Deputados que pretende mudar a Lei de Licitações para exigir de empresas seguro de 100% do valor da obra. Assim como nos EUA, as seguradoras fariam a fiscalização. A garantia máxima hoje é de 10%. (Pág. 12)

 

Dólar cai mais, para R$ 3,44

O dólar comercial caiu 1,68% ontem, para R$ 3,44, o menor patamar em nove meses. O BC atuou com US$ 1,63 bilhão, mas não conseguiu evitar a queda. No dólar turismo, a cotação chegou a R$ 3,56 em algumas casas de câmbio. (Pág. 21)

 

Rombo chega a R$ 10,6 bilhões

As contas públicas tiveram, em março, déficit de R$ 10,6 bilhões. Houve piora acentuada nas finanças de estados e municípios, que em janeiro e fevereiro tiveram superávit e, no mês passado, rombo de R$ 893 milhões. (Pág. 22)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Temer tenta cancelar recesso para antecipar impeachment

Aliados do vice manobram para suspender férias parlamentares do meio do ano e acelerar julgamento de Dilma

Mesmo antes da votação pelo Senado do afastamento da presidente Dilma Rousseff, interlocutores do vice Michel Temer já articulam com parlamentares a suspensão do recesso parlamentar do meio do ano. O objetivo é acelerar o julgamento final da petista e tentar votar medidas econômicas que deverão ser encaminhadas por Temer ao Congresso até o início da campanha municipal, em 16 de agosto. A iniciativa poderia encurtar em pelo menos 15 dias o prazo para o julgamento de Dilma, previsto para setembro. Em caso de afastamento da presidente, que pode ocorrer em 11 de maio, o vice assume o comando interino do País por até 180 dias, período em que ela será julgada. Para peemedebistas, o recesso parlamentar ajuda Dilma a ganhar prazo, porque a Comissão Especial do Impeachment teria de suspender os trabalhos. A ideia do grupo de Temer é acelerar esse processo para antecipar a confirmação do vice na função de presidente. (Política/Pág. A4)

 

Kátia Abreu: ‘Quem nunca atrasou conta?’

Ministra da Agricultura participou da defesa de Dilma em comissão especial

Os ministros Nelson Barbosa (Fazenda) e Kátia Abreu (Agricultura) e o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, fizeram a defesa de Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment do Senado e sustentaram que a presidente não cometeu crime de responsabilidade. Cardozo causou tumulto ao falar em “golpe” e cogita questionar o processo na Justiça. Kátia Abreu argumentou que atrasos em pagamentos do Tesouro não podem ser encarados como empréstimo: “Quem é que nunca atrasou um pagamento de conta na vida?”. Presidente da comissão, Raimundo Lira disse que a denúncia contra Dilma não vai incluir fatos da Lava Jato. (Pág. A7)

 

Marqueteiro do PT vira réu na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro abriu ação penal contra o marqueteiro do PT João Santana, a mulher dele, Mônica Moura, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, entre outros. Eles são acusados de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás. (Pág. A14)

 

Jungmann deve assumir Defesa; PMDB e PP disputam Saúde

O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) é o nome praticamente definido para o Ministério da Defesa no eventual governo Michel Temer. Em meio à disputa entre os partidos por espaço, o principal embate ocorre entre o PMDB e o PP, que pleiteiam a pasta da Saúde e os cargos de direção na Caixa Econômica Federal. (Política/ Págs. A5 e A6)

 

Meirelles: ‘É preciso restaurar confiança’

Para Henrique Meirelles,provável ministro da Fazenda de Michel Temer, é preciso restaurar a confiança na economia e adotar medidas que impulsionem investimentos e empregos. (Economia/Pág. B1)

 

Pela 1ª vez, contas do governo têm déficit no início do ano

Pela primeira vez desde 2002, quando o Banco Central começou a série, o País não conseguiu acumular, no primeiro trimestre, economia para pagar juros da dívida. O rombo das contas em março foi de R$ 10,6 bilhões, contribuindo para o resultado negativo do trimestre em R$ 5,8 bilhões. (Economia/Pág. B1)

 

Desemprego já atinge 11 milhões

O número de desempregados no País chegou a 11,089 milhões – novo recorde no primeiro trimestre.Com isso, a taxa de desocupação chegou a 10,9% no período. (Economia/Pág. B10)

 

Chavismo quer reduzir poderes do Legislativo (Internacional / Pág. A16)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Sob pressão, Temer reduz meta de cortar ministérios

Sob pressão de aliados, o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), admitiu a interlocutores que, caso substitua Dilma Rousseff (PT) na Presidência, não conseguirá cortar ministérios como planejava.

Às vésperas da votação do impeachment na Câmara, há duas semanas, estimava reduzir os ministros de 32 para 22, no máximo. A conta já está em 26 e ainda não fecha.

A dificuldade crescente decorre de acordos para garantir o avanço do processo.
Antes na base de apoio de Dilma, PP, PR, PSD e PRB votaram majoritariamente pelo afastamento da petista.

O vice precisa ainda abrir espaços para PSDB, DEM e PPS, que acertaram com o PMDB apoio a Temer no Congresso. O senador José Serra (SP) deve assumir o Ministério das Relações Exteriores.

As secretarias de Portos e Aviação Civil, que antes seriam fundidas em nova pasta de infraestrutura, são negociadas com o PRB e o PR.
Temer recuou também nos planos de unir Educação à Cultura e Esporte ao Turismo.

Já a equipe econômica está quase definida. Em encontro, o vice disse a Henrique Meirelles, cotado para a Fazenda, que ele será o “fiador” e a figura central da economia em sua futura gestão.

Em seguida, Meirelles disse a jornalistas que “restaurar a confiança na solvência futura do Estado brasileiro” será o principal desafio do novo governo.
(Poder A4 e A5)

 

Juiz Moro aceita denúncias e torna réu ex-marqueteiro do PT João Santana (Poder A15)

 

Lava Jato passa a investigar 9 aliados de Cunha no caso do grupo Schahin (Poder A15)

 

Petrobras e BB cortam verba de atos do Dia do Trabalho

O Banco do Brasil e a Petrobras não vão patrocinar os atos do Dia do Trabalho da Força Sindical e da CUT em São Paulo. Em outros anos, destinaram entre R$ 50 mil e R$ 250 mil. Procuradas, as instituições não informaram a causa. A Folha apurou que o banco fez o corte por considerar os eventos “mais politizados”.
(Poder A14)

 

Dilma tira R$100 mi da Eletrobras para publicidade

Dilma enviou ao Congresso medida provisória que lhe permite gastar mais R$ 100 milhões em publicidade da Presidência no ano —anteriormente estavam previstos R$ 252 milhões. A verba foi cortada de investimento na Eletrobras. O Planalto diz que usará o valor em campanha contra a zika.
(Poder A8)

Real se valoriza e resulta em saldo financeiro inédito

Causada sobretudo pelo avanço do impeachment da presidente Dilma (PT), a forte valorização do real levou União, Estados e municípios a resultado positivo nas operações financeiras de março, algo inédito. O dólar comercial fechou em R$ 3,44 nesta sexta (29), a menor cotação em nove meses.
(Mercado A21)

Possível fusão com pasta da Educação provoca clima de medo na Cultura (C 1)

Originalmente, o Fisco esperava receber 28,5 milhões de declarações este ano, mas a projeção foi revista para 28,2 milhões

da Agência Brasil

O total de contribuintes que enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2016 foi 27.960.663, crescimento de 0,23% em relação ao ano passado. Somente nas quatro horas finais de entrega, 792,3 mil contribuintes acertaram as contas com o Fisco.

O número ficou abaixo das estimativas da Receita. Originalmente, o Fisco esperava receber 28,5 milhões de declarações este ano, mas a projeção foi revista para 28,2 milhões, porque o número de declarações retificadoras foi menor que o previsto. Em 2015, 27.895.994 contribuintes haviam entregado a declaração do IRPF dentro do prazo.

Quem não enviou o documento só poderá fazê-lo na próxima segunda-feira, 2, a partir das 8h. O contribuinte será multado em 1% do imposto devido por mês de atraso (limitado a 20% do imposto total) ou em R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. Não será necessário baixar um novo programa. O sistema automaticamente gerará a guia para o pagamento da multa.

O pagamento das restituições começa em 15 de junho e vai até 15 de dezembro, em sete lotes mensais. Quanto antes o contribuinte tiver entregado a declaração com os dados corretos à Receita, mais cedo será ressarcido. Têm prioridade no recebimento pessoas com mais de 60 anos de idade, contribuintes com deficiência física ou mental e os que têm doença grave.

A partir da próxima semana, o contribuinte que quiser adiantar o preenchimento da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física do próximo ano poderá reunir as informações em uma plataforma única. Também às 8h de segunda-feira, a Receita Federal lançará o rascunho da declaração de 2017.

O módulo de preenchimento das informações está disponível na página do órgão na internet, no serviço Rascunho IRPF. Os dados podem ser acessados de qualquer computador ou dispositivo móvel com o aplicativo App IRPF e ficam armazenados no sistema da Receita. Quando começar o prazo de entrega da declaração de 2017, o contribuinte pode importar as informações para o formulário.

Este sábado, 30, é o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa oficialmente neste sábado, 30, com a realização, pelo Ministério da Saúde, do Dia D de mobilização. Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde. Povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional também serão imunizados.

A meta do ministério é vacinar pelo menos 80% de um total de 49,8 milhões de pessoas. A escolha dos grupos prioritários, segundo a pasta, segue recomendação da Organização Mundial da Saúde e é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias. “São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias”, informou.

O envio das doses pelo governo federal começou no dia 1º de abril e pelo menos 22 estados decidiram antecipar o início da vacinação. Nas quatro primeiras remessas (até o dia 22 de abril), os estados receberam 30,7 milhões de doses – 57% do total a ser enviado para a campanha deste ano. O ministério informou que mais duas remessas contendo o restante do quantitativo devem ser enviadas nas próximas semanas.

A previsão é de que, até o dia 6 de maio, 100% das doses tenham sido entregues em todo o país. Serão distribuídas, ao todo, 54 milhões de doses que protegem contra três subtipos do vírus da gripe – A (H1N1), A (H3N2) e influenza B. Em todo o país, 65 mil postos de vacinação vão funcionar durante a campanha, que segue até o dia 20 de maio e conta com a participação de 240 mil profissionais de saúde.

Em entrevista a emissoras de rádio durante o programa Brasil em Pauta, o secretário de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi, disse nesta sexta-feira, 29, que não há risco de faltar dose para os grupos que fazem parte do público-alvo. Ele lembrou que muitos estados e municípios optaram por antecipar o início da distribuição das doses e, por essa razão, em algumas localidades onde foi registrado alto índice de cobertura vacinal, os postos de saúde não vão funcionar hoje.

Quando a noite em Budapest já se anunciava, em busca de um restaurante a necessidade orgânica nos impelia. Aleatoriamente fomos em busca de algo perto de nosso hotel.

Seriam estes locais todos assim? Ou por sortilégio escolhemos um maravilhoso espaço intuídas por fadas de almas sensíveis?

Não era um grande salão. Era um aconchegante salão. Não havia uma suntuosa decoração barroca. Nem vitrais ou lustres reluzentes. Nem paredes lisas e nuas. Era sóbrio e era alegre.

E era pleno de música. De viva música. Tiradas das cordas de afinados violinos. De um quarteto de violinos. De inebriantes cordas solando de Monti, as Czardas, de Sarasate, as Canções Ciganas, de Lizst, as Rapsódias e ainda de Brahms as Danças Ciganas. E, ao fundo, um piano a tudo acompanhando.

Impressão de um banquete em minha mente. Com flores e velas acesas em finos castiçais em todas as mesas.

E o delicioso manjar húngaro sendo servido em fina porcelana. Com talheres de prata lavrada. E em taças de cristal, o saboroso vinho da região do Balaton. E a cristalina água mineral oriunda dos Cárpatos. E uma divina torta folheada gelada com creme de cerejas como sobremesa.

A surpresa maior veio ao final quando nossos olhares incidiram sobre o total de nossa despesa. Quanto seria de se imaginar por todo este deslumbre gastronômico e musical? Estarrecida ainda fico ao me lembrar. Incluindo a gorjeta não pagamos mais de dez dólares … para duas pessoas.

Piscina de águas termais em Budapeste/Divulgação

Piscina de águas termais em Budapeste/Divulgação

Budapest esbanja fontes de águas termais de grande valor terapêutico. Embora nosso modesto hotel não oferecesse locais específicos para delas desfrutarmos, tenho certeza que as águas que fluíam das torneiras e chuveiros provinham de uma dessas fontes. Porque foi um inefável bem estar que por mim passou após sentir aquelas águas envolverem meu corpo todo dentro de uma confortável banheira.

O impensável e o imprevisível foi a mesa do buffet do café da manhã. Havia a costumeira variedade de pães claros e escuros, havia o salame e a salsicha, havia a manteiga e o queijo, havia o creme de leite e o chá. E muito mais eu vi naquele buffet de café da manhã. Eu vi pepinos e pimentões cozidos e picantes sendo saboreados com avidez por muitos hóspedes vindos da própria Hungria e ou das regiões eslavas circunvizinhas.

Mas e o café? A nossa Coffea arabica? Havia sim, mas não fazia parte da diária. Era servido à parte. Em xicrinhas. Claro que em uma única dose não daria para ficar. Somos movidos a café.

Então deixamos o hotel. Muitos giros ainda a se fazer. Do outro lado do Danúbio.

Estávamos já na calçada, defronte ao hotel, com nossas mochilas às costas, estudando o rumo a tomar, quando, esbaforida, uma camareira corre ao nosso encontro, portando consigo várias peças de roupa. Que eram minhas. O meu indefectível conjunto que em todas as noites comigo passeava. Com todo o cuidado, na véspera, eu o dependurara no armário. Para o mínimo amarrotamento. E la na Hungria teria ele permanecido para sempre se aquela jovem camareira não tivesse, em fogo gravado em seu caráter, em sua educação, em seu modo de ser, as mais lídimas convicções do certo e do errado.

Tive que colocar, sob protestos, alguns florins no bolso de seu uniforme. Porque, para ela o seu ato era uma obrigação, um dever.

Ponte das Correntes, a Láckép a Lánchiddal/Divulgação

Ponte das Correntes, a Láckép a Lánchiddal/Divulgação

E o nosso ciganear vagabundo daquela manhã foi em metrô, sob as águas do Danúbio para vermos alguma coisa na parte de Pest, a cidade da outra margem. Andando por entre parques e jardins, harmonicamente desenhados e coloridos não encontramos adjetivos para definir o conjunto arquitetônico circundante. Aproximamo-nos da famosa Ponte das Correntes, a Láckép a Lánchiddal, construída no século dezenove, com a intenção de, através dela, retornarmos a Buda.

Algo, no entanto, atrai a nossa atenção. Carregando uma enorme cesta de vime cheia de maduros pêssegos, vinha em nossa direção um sorridente rapaz. Não, ele não foi atraído por nossos belos olhos. Não, ele não veio nos vender pêssegos. O que encantava a juventude húngara eram as nossas calças jeans. Desolado ele entendeu que não havia tempo suficiente para adquirirmos outros trajes em alguma loja. Um traje que ele insistia em comprar para nós em troca de nossa indumentária índigo-blue.

Conversamos muito, ele com seu inglês de sotaque húngaro e nós com o nosso abrasileirado inglês. Mas nossos olhares divagavam entre o sorriso e os olhos dele e os pêssegos no interior da cesta. Eram dourados frutos, com todas as nuances que tem o arco-íris desde o amarelo-esverdeado até o laranja-avermelhado. Não eram enormes pêssegos e nem tão sumarentos como aqueles que experimentamos em Cannes. Tinham o tamanho adequado e a adequada quantidade de sumo e um sabor … Bem, era o sabor de um fresco pêssego trazido da colônia. Sabor de um pêssego que parecia ainda estar com o orvalho daquela manhã em que do pé fora colhido.

Amante do futebol e, como todo mundo, logo ao saber que éramos do Brasil, já foi ele também falando sobre a precoce eliminação de nossa seleção naquela Copa sediada no México. Meneando a cabeça só dizia “Socrráts, Socrráts, Socrráts …” … com ar triste, como a dizer da decepção, também dele, com o nosso Sócrates.

Despedimo-nos com nossas mãos carregadas de pêssegos. Chegada era a hora de rumarmos para o cais. Ao meio dia começaríamos a subida do Danúbio em nosso retorno a Viena.

Logo ao entrar no Aliscafo o som familiar de nossa portuguesa língua com sotaque bem catarina, bem açoriano, com aquela entonação característica da Ilha, chegou aos meus ouvidos. Eram duas catarinenses usufruindo suas últimas horas na Europa. Uma era morena, franzina, de longos cabelos pretos. A outra era alta e loira. Conversa inteligente enquanto subíamos o Danúbio e depois na Westbahnhof, em Viena enquanto aguardávamos a hora de embarcarmos em nosso comboio.

 

 

 

Os dois carros suspeitos passaram pelo pedágio da BR-116, que fica em Monte Castelo. Duster usada pelos bandidos estava com um giroflex do lado esquerdo

 

06821cb5199e1a826f44f56245fd8bddDurante a madrugada deste sábado, 30, uma quadrilha de caixeiros voltou a agir no Planalto Norte, desta vez na agência do Banco do Brasil de Monte Castelo.

As informações são que a ação aconteceu por volta das 4 horas da madrugada. O modo de agir dos bandidos foi muito semelhante ao aplicado na agência do Banco do Brasil de Irineópolis, recentemente.

Parte da quadrilha disparou diversos tiros contra o grupamento da Polícia Militar da cidade a fim de intimidar os policiais, enquanto outro grupo explodia os caixas eletrônicos.

Carro usado na fuga/Divulgação

Carro usado na fuga/Divulgação

Os bandidos usaram uma Duster da cor preta e uma Hilux branca na ação.
O Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Mafra foi até o local, mas não conseguiu alcançar os assaltantes. Os dois carros suspeitos passaram pelo pedágio da BR-116, que fica em Monte Castelo. A Duster estava com um giroflex do lado esquerdo. O motorista chegou a brincar com a atendente da praça do pedágio, perguntando se ela não tinha medo de ser assaltada.

A Hilux passou logo em seguida. A Polícia não tem pistas do destino da quadrilha.

Vereadores acompanharam o ato de assinatura; Valores são originários de emendas parlamentares

 

Aconteceu na tarde desta sexta-feira, 29, no gabinete do prefeito Beto Faria (PMDB), a assinatura de convênios celebrados entre o município de Canoinhas e o Estado de Santa Catarina. O ato foi acompanhado pelo presidente da Câmara, Célio Galeski (PR), e pelos vereadores Renato Pike (PR), Gilmar Martins, o Gil Baiano (PR) e Neuzo Genérico (PSDC).

A destinação de recursos superiores a R$ 246,8 mil foi intermediada pela Agência do Desenvolvimento Regional (ADR) de Canoinhas. Os valores são originários de emendas parlamentares.

O recurso de R$ 47.486,00 foi repassado para a aquisição de instrumentos musicais. Os equipamentos deverão ser destinados à banda musical da Igreja Assembleia de Deus de Canoinhas, que realiza trabalho social e cultural com jovens de diversas idades. A emenda faz parte da cota individual do deputado estadual Ismael dos Santos (PSD).

Para a aquisição de equipamentos agrícolas o deputado estadual Darci de Matos (PSD) reservou R$ 99.375,00 de suas cotas individuais. Com esse valor a prefeitura fará a compra de uma grande aradora, cinco distribuidores de calcário, cinco plainas traseira e cinco conchas traseira. O recurso havia sido solicitado pelos vereadores Célio Galeski e Gil Baiano.

O prefeito Beto Faria explicou que apesar da compra acontecer nos próximos dias, a cessão de uso dos instrumentos musicais e dos equipamentos agrícolas só deverá ocorrer após o período eleitoral.

Já outros R$ 99.999,12 foram destinados pelo deputado estadual Dalmo Claro de Oliveira (PMDB) para serem aplicados na manutenção e conservação de diversas ruas no bairro Jardim Esperança.

Também participaram da solenidade de assinatura o secretário executivo da ADR Canoinhas, Ricardo Pereira Martin; os secretários municipais Gilson Guimarães, Diogo Seidel e Hamilton Wendt, que respectivamente respondem pelas pastas de Planejamento, Administração, Finanças e Orçamento e de Educação; o consultor jurídico da ADR Canoinhas, Keiny Burgardt; os pastores Elienai José Dias e Wilson Dias, da Igreja Assembleia de Deus; além do maestro Luis Carlos Martins, que no ato representou o deputado Ismael dos Santos.

Também será feito o recorte, varredura, limpeza, pintura e a pavimentação da rua Marechal Deodoro

 

A Prefeitura de Canoinhas abriu licitação para a pavimentação asfáltica de mais três ruas, sendo duas pavimentações no distrito do Campo d’Água Verde e uma no bairro Jardim Esperança.

As pavimentações serão realizadas por meio de recursos advindos da Agência de fomento de Santa Catarina (Badesc), sendo elas na rua Waldemiro Olsen, no trecho ente as ruas Adolfo Bading e Nazir Cordeiro; rua Alinor Vieira Corte, no trecho entre as ruas Fauri de Lima e Nazir Cordeiro, no Campo d’Água Verde. Já no bairro Jardim Esperança a rua que receberá pavimentação asfáltica será a Basilio Humenhuk, no trecho entre as ruas Roberto Ehlke e Feres João Sphair, com o fornecimento de todo material e mão de obra necessária.

De acordo com o prefeito Beto Faria a pavimentação asfáltica destas vias é muito importante, afinal é uma reivindicação dos moradores e daqueles que transitam pelas vias. “Estamos com várias obras de pavimentação, e nosso objetivo é que Canoinhas seja um dos municípios com mais obras de pavimentação de qualidade do Planalto Norte Catarinense”, disse Beto Faria. O prefeito ainda comentou que as empresas interessadas devem protocolar as propostas até às 10h do dia 3 de junho, no setor de protocolo na Prefeitura, localizada na Rua Felipe Schmidt, nº 10, Centro, e para mais informações, o telefone para contato é (47) 3621-7705. A cópia do edital está no site www.pmc.sc.gov.br no link licitações.

 

REPERFILAMENTO

Na manhã desta quinta-feira, 28, o prefeito Beto Faria assinou o contrato com a empresa Volpesa, vencedora do processo licitatório, para a realização de recorte, varredura, limpeza, pintura e a pavimentação da rua Marechal Deodoro, iniciando no cruzamento com a rua São José até a BR 280, com aproximadamente 800 metros de extensão e seis metros de largura.

De acordo com o prefeito, serão investidos mais de R$ 276 mil em massa asfáltica com aplicação, na rua que é uma das mais antigas do município. “Cada pavimentação e melhoria de ruas é uma grande conquista para os canoinhenses que reivindicam o desenvolvimento dos bairros e área central. Além da pavimentação da rua Marechal Deodoro, a equipe da prefeitura irá iniciar os trabalhos de melhoria na rua Vidal Ramos, Major Vieira e Coronel Albuquerque”, comentou Faria.

Chegam ao fim, entre esta sexta-feira, 29, e domingo, dia 1º, os prazos de inscriçãde 28 concursos públicos. Ao todo, eles selecionarão pelo menos 3.475 profissionais para cargos de todos os níveis escolares, com remunerações iniciais de até R$ 19,9 mil por mês.

As ofertas estão nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul,Alagoas, Santa Catarina, Pará, Piauí, Paraíba, Minas Gerais, Rio de Janeiro,Roraima, Paraná e Tocantins.

 

SÃO PAULO
No Estado de São Paulo, as oportunidades estão nas prefeituras de Birigui, Taboão da Serra, Dourado, Embu das Artes, São Vicente, Cajamar, Barueri, Boraceia eCruzeiro; e na Organização Municipal de Seguridade Social (OMSS) de Registro.

 

DEMAIS ESTADOS
Os candidatos ainda podem se inscrever nos concursos das prefeituras deIguatemi/MS, Porto de Pedras/AL, Morro da Fumaça/SC, Campo Belo do Sul/SC,São Miguel do Guamá/PA, Esperantina/PI, Conde/PB, Diogo de Vasconcelos/MG,Picos/PI, Marilac/MG, Pacaraima/RR, Campo Magro/PR, Fortaleza do Tabocão/TO,Coronel Bicaco/RS e Resende/RJ; da Câmara de Paraty/RJ; da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (DPE/MT); e da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Confira abaixo todos os concursos que encerram inscrições nos próximos dias:

 

SEXTA, 29
Até R$ 13,5 mil
Prefeitura de Iguatemi/MS inscreve para 66 postos

Todos os níveis
Prefeitura de Porto de Pedras/AL tem 73 ofertas

Saúde
Prefeitura de Birigui/SP abre concurso com 21 vagas

Área da saúde
Taboão da Serra/SP abre concurso com 100 vagas

Até R$ 1 mil
Prefeitura de Morro da Fumaça/SC inscreve até 29/04

Inscrições até 29 de abril
Prefeitura de Dourado/SP divulga edital de concurso

Inscrições abertas
Embu das Artes/SP abre concurso com seis vagas

Litoral paulista
Concurso de São Vicente/SP inscreve para 250 vagas

São Paulo
Prefeitura de Cajamar lança edital com 225 vagas

Grande SP
Prefeitura de Barueri abre concurso com 10 vagas

Inscrições abertas
OMSS de Registro/SP lança concurso com quatro vagas

Prefeitura
Campo Belo do Sul/SC abre 116 vagas de até R$ 10,9 mil

Até R$ 3,5 mil
São Miguel do Guamá/PA tem concurso com 389 vagas

Iniciais de até R$ 2,4 mil
Esperantina/PI altera data das provas para 126 vagas

Todos os níveis
Conde/PB reabre inscrições de concurso para 343 vagas

Até 29 de abril
Diogo de Vasconcelos/MG amplia inscrições de concurso

Até R$ 4,3 mil
Prefeitura de Picos/PI reabre concurso para 571 vagas

 

 

SÁBADO, 30
Níveis médio e superior
Câmara de Paraty/RJ abre concurso para até R$ 2,8 mil

Iniciais de até R$ 6,2 mil
Prefeitura de Marilac/MG abre concurso para 148 vagas

Todos os níveis
Pacaraima/RR prorroga inscrições para 129 vagas

 

DOMINGO, DIA 1º
Inscrições abertas
Boraceia/SP lança editais de concursos com 13 vagas

Todos os níveis
Campo Magro/PR abre concurso com 45 vagas

Iniciais de até R$ 6,2 mil
Prefeitura de Fortaleza do Tabocão/TO tem 76 ofertas

Todos os níveis
Coronel Bicaco/RS lança edital de concurso com 68 vagas

São Paulo
Prefeitura de Cruzeiro: concurso com 69 vagas

Salário de R$ 19,9 mil
DPE/MT: concurso reúne 20 vagas de defensor substituto

Todos os níveis
Resende/RJ inscreve para concurso com 408 vagas

Inscrições a partir de 6/4
UFMS divulga edital de concurso para 50 vagas
 

O funcionalismo público municipal já pode comemorar, pois um antigo anseio dos servidores efetivos da Prefeitura de Canoinhas está sendo atendido. Na manhã de sexta-feira, 29, o prefeito Beto Faria sancionou o projeto de lei que cria o Instituto Canoinhense de Previdência (ICPREV). O ato de sanção aconteceu no Centro Administrativo Dr. Haroldo Ferreira e foi prestigiado por servidores, secretários municipais e vereadores.

“Esta é uma solenidade de muita importância e fizemos questão de realiza-la neste momento, porque no próximo domingo, dia 1º, comemoramos o Dia do Trabalhador e gostaríamos de parabenizar nossos valorosos servidores públicos. Este projeto foi construído a muitas mãos, com o apoio do Sindicato dos Servidores Públicos (Sispuc), da Associação dos Servidores Públicos Municipais (Asemca) e Câmara de Vereadores para que conseguíssemos concretizar um sonho que hoje vira realidade para nossos servidores”, comentou o prefeito Beto Faria, que ainda ressaltou que o município hoje vive em uma maturidade política, com todas as contas em dia em um momento em que o país vive em crise. “Canoinhas é privilegiada. Este é o fruto de um trabalho sério, onde o dinheiro público é gasto com responsabilidade e transparência”, finalizou o prefeito antes de sancionar a lei que cria o Instituto de Previdência.

O presidente da Câmara de Vereadores, Célio Galeski destacou a relevância do Instituto de Previdência e a participação do poder legislativo nas discussões e aprovação do projeto de lei. “Hoje é um dia de muita alegria, a Câmara de Vereadores aprovou este projeto de suma importância para a vida do servidor público. Me sinto muito feliz em ver este projeto sancionado”, disse Galeski.

Entre as diretrizes que norteiam o funcionamento do regime próprio de previdência social de Canoinhas (RPPS/Canoinhas) está a garantia da totalidade dos riscos cobertos no plano de benefícios, preservando o equilíbrio atuarial das operações, mediante recursos provenientes das contribuições previdenciárias dos segurados, dos beneficiários e dos poderes executivo e legislativo e demais órgãos da administração pública; a cobertura exclusiva aos segurados e a seus respectivos dependentes, vedado o pagamento de benefícios mediante convênio ou consórcio e também o pleno acesso dos segurados e dos beneficiários às informações relativas à gestão do RPPS/Canoinhas.

Participaram do ato de sanção da lei que cria o Instituto de Previdência, o vice-prefeito, Wilson Pereira, os vereadores Chiquinho da Silva, Renato Pike, Laudecir Maciel e Adinor da Silva, além dos secretários municipais de Administração, Diogo Seidel, de Assistência Social, Ângela Soares, de Saúde, Angela Cristina Damaso da Silveira, de Desenvolvimento Econômico, James Lanke, de Habitação, João Ary Krautchychyn, de Planejamento, Gilson Guimarães.

Neste sábado, 30, os 2,2 milhões de estudantes do último ano do ensino médio poderão fazer o primeiro simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), pela internet.  Para participar é preciso fazer a inscrição no portal Hora do Enem.  O teste terá 80 itens, com a mesma metodologia de elaboração de questões do Enem. O conteúdo será composto principalmente por assuntos estudados vistos nas escolas até abril.

O estudante terá quatro horas para fazer a prova e o resultado será divulgado ao final do exame. O simulado poderá ser acessado onlineda 0h desta sexta, 29, às 20h desábado, 30, possibilitando a participação dos estudantes sabatistas – aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração. Eles podem fazer o exame após o pôr do sol.

O site aceitará inscrições até o dia 30, mas a recomendação do Ministério da Educação (MEC) é de que o cadastro seja feito o quanto antes.

Para este primeiro teste, serão oferecidas 120 mil pontos de internet, em todo o país. São locais com acesso à internet em universidades e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia. O simulado online, gratuito, pode ser feito também em instituições particulares e comunitárias e escolas estaduais de ensino médio. Nesses locais, o início do exame está previsto para as 8h até as 12h (horário de Brasília) do dia 30.

 

PLANO DE ESTUDOS

Na hora de se cadastrar, o estudante informa o que busca com o Enem. A plataforma disponibilizará, então, um plano de estudos para que possa alcançar o objetivo. O resultado do simulado do Enem mostrará como está o desempenho do aluno em relação ao curso que pretende cursar.

A partir de segunda-feira (2), o MEC vai disponiblizar a plataforma chamada Mecflix, com 1,2 mil videoaulas para ajudar nos estudos.

O Enem de 2016 será nos dias 5 e 6 de novembro. As inscrições estarão abertas de 9 a 20 de maio. A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do programa Ciência sem Fronteiras. Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Grubba admitiu que a recomposição dos efetivos

 

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba, atendendo convocação da Assembleia Legislativa, participou de sessão especial realizada nesta quinta-feira, 28, no Plenário Osni Régis, para apresentar o planejamento e as metas da Secretaria no combate à criminalidade, assim como para responder aos questionamentos dos parlamentares. A convocação foi uma iniciativa do deputado Mario Marcondes (PSDB).

Antecipando-se aos questionamentos dos parlamentares, Grubba admitiu que a recomposição dos efetivos é e continuará sendo a principal demanda da área de segurança pública. Desde 2011, o governo de Raimundo Colombo lançou 22 editais de concurso público na área e contratou 5.235 novos servidores. Outros 1.294 serão nomeados no dia 1º de junho. “São números extraordinários, mas não conseguimos avançar além da reposição dos servidores que saíram do quadro no período, que foram 5.123”, disse o secretário.

O efetivo atual da segurança pública totaliza 16.542 servidores, incluindo policiais militares, civis, bombeiros, delegados e servidores do Instituto Geral de Perícias (IGP). O número ideal de policiais civis, para Grubba, seria 4,5 mil – hoje a categoria conta com 3,1 mil servidores. Os policiais militares somam 10.184 e seriam necessários 14 mil, na avaliação do secretário.

Durante a apresentação no plenário, o secretário fez uma explanação sobre os investimentos em infraestrutura e equipamentos, assim como detalhou os índices de violência no estado. Como principal desafio, destacou o combate mais eficiente aos homicídios, que cresceram em Santa Catarina, assim como no Brasil, mais de 20% este ano. No ranking do mapa da violência do Brasil, Santa Catarina ocupava a 26ª posição entre os estados brasileiros na taxa de homicídios, em 2015, com 27 homicídios em cada 100 mil habitantes. Enquanto no ano passado ocorreram 630 homicídios, em 2016 foram registrados 296 somente no primeiro quadrimestre. Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa ideal é de 10 homicídios por 100 mil.
“Estamos fazendo, na medida do possível, o que nos é de dever. Mas as polícias não podem ser responsabilizadas pela violência que assola o país. Não basta apenas polícia, o Estado precisa combater as causas primárias da criminalidade”, frisou o secretário.

 

QUESTIONAMENTOS
Vários deputados apresentaram questionamentos ao secretário, que respondeu pontualmente a cada um.  O autor do requerimento, deputado Mario Marcondes, manifestou preocupação com o crescimento de grupos criminosos organizados em Santa Catarina e levantou questionamentos sobre o déficit de efetivo policial, estrutura física e de pessoal em delegacias e sucateamento de viaturas. Em relação à renovação do quadro de pessoal, Marcondes pediu a convocação urgente de todo o excedente dos concursos públicos.

Grubba rechaçou a crítica de Marcondes à situação da frota, informando que o Estado renovou quase metade da frota desde 2011, entregando 2.329 novas viaturas. Em relação ao quadro de pessoal, disse que o governo está combatendo a defasagem de pessoal. “Estamos fazendo o que é possível ser feito, o governo não pode comprometer a folha de pagamento além do limite.” Conforme o secretário, o governo atual realizou 479 obras civis, mas outras mil unidades de segurança precisam de reformas e melhorias.

 

SUL
Luiz Fernando Vampiro (PMDB) disse que o Sul de Santa Catarina infelizmente tem contribuído de forma muito negativa com os números da segurança pública, apesar dos avanços que ocorreram desde o ano passado. Reivindicou 90 policiais militares para a composição do quadro na região e 40 agentes de polícia civil.

Em resposta a Vampiro, o secretário informou que a secretaria está fazendo um estudo técnico para determinar a distribuição dos novos policiais, mas adiantou que nenhum município ficará satisfeito com a quantidade, “pois a evasão anual de praças (por aposentadoria ou outros motivos) corresponde a praticamente o número de novos policiais que serão contratados”.

 

CHAPECÓ
Luciane Carminatti (PT) perguntou o que é possível fazer para diminuir a criminalidade em Chapecó, questionou o funcionamento das câmeras de videomonitoramento, criticou o horário de funcionamento da Delegacia da Mulher de Chapecó, que atende somente à tarde, e reivindicou mais policiais para a região Oeste.

O secretário concordou com Luciane em relação à falta de efetivo em Chapecó, mas disse que não há quadro disponível no momento e torce para que todos os 66 delegados nomeados em junho tomem posse. Ele informou ainda que o Centro Integrado de Comando e Controle vai integrar todos os 149 municípios que têm sistema de videomonitoramento. Sobre a Delegacia da Mulher, disse que a unidade atende em sistema de plantão fora do horário de funcionamento (12h às 19h).

 

CONCURSO
Kennedy Nunes (PSD) agradeceu a troca de comando geral na polícia de Joinville, que desde então aumentou a resolutividade, com aumento da inteligência e ações integradas. Sobre o efetivo militar, Kennedy afirmou que o concurso público para aspirantes a oficiais vai vencer no mês de maio. “Existem excedentes, por isso gostaria de saber se haverá prorrogação desse concurso”, questionou. Ismael dos Santos (PSD) fez a mesma sugestão ao secretário.

Sobre o concurso da Polícia Militar, Grubba informou aos parlamentares que a avaliação jurídica da Procuradoria Geral do Estado é de que não cabe prorrogação da validade do concurso, mas se comprometeu a verificar essa possibilidade.

 

BLUMENAU
Ana Paula Lima (PT) apresentou demandas de Blumenau, que já registrou 13 homicídios este ano, e teve aumento de diversos tipos de crime. Questionou se há planejamento para resolver o déficit de efetivo, se a Delegacia da Mulher de Blumenau continuará funcionando só à tarde e pediu solução para a Delegacia da Mulher de Indaial, “que divide espaço com o departamento que faz carteira de motorista, o que não é certo”.

Em resposta a Ana Paula, Grubba comparou o enfrentamento da criminalidade a uma guerra. “Quando estamos em uma guerra, a gente luta com as armas que tem.” Ele frisou que a situação catarinense é confortável, se comparada a de outros estados, e que é preciso intensificar as ações integradas e planejadas. Quanto ao funcionamento das delegacias, disse que o funcionamento corresponde à disponibilidade de efetivo.

 

BALNEÁRIO CAMBORIÚ
Mauricio Eskudlark (PR) questionou como está o andamento do complexo da Polícia Civil em Balneário Camboriú. Também pediu informações sobre a possibilidade de construção de uma nova delegacia no município de Navegantes.

Em relação ao complexo de polícia de Balneário Camboriú, o secretário respondeu que os recursos estão assegurados e o processo licitatório será iniciado em breve, enquanto a delegacia de Navegantes está prevista no planejamento, mas a secretaria ainda não tem recursos assegurados.

 

EXTREMO SUL
Manoel Mota (PMDB) afirmou que o Extremo Sul do estado está sofrendo com o aumento dos assaltos e que os criminosos, em geral, são do Rio Grande do Sul, por isso reivindicou uma força-tarefa para coibir os criminosos provenientes do estado vizinho. Mota opinou que são necessárias punições mais duras para diminuir a criminalidade.

Grubba concordou com os deputados e disse que a banalização da violência aumenta no Brasil desde 1980 e que os criminosos têm sete possibilidades de saídas domiciliares todos os anos, o que possibilita que saiam dos presídios para praticar crimes.

José Milton Scheffer (PP) reforçou a necessidade de aumento de policiais no Extremo Sul. Destacou que a delegacia de Passo de Torres tem apenas um policial. “Quando ele precisa sair, a delegacia fecha.” Sobre o programa de videomonitoramento, disse que deixou a desejar em alguns municípios, por falta de estrutura das prefeituras. Pediu olhar diferenciado para municípios litorâneos, como Jaguaruna, pois as residências de veraneio são alvo dos criminosos. “Deveríamos investir mais em videomonitoramento.”

À argumentação de Scheffer, o secretário respondeu que o programa de videomonitoramento continuará em expansão. Quanto a Passo de Torres, informou que nos municípios que não são sede de comarca, apenas um policial responde pela delegacia, quando não há disponibilidade de efetivo.

 

COMÉRCIO
Nilso Berlanda (PR) falou sobre os assaltos ao comércio de rua. “Muitos comerciantes acabam fechando as portas porque não suportam mais. Estamos gastando muito em monitoramento.” Celulares e computadores são os produtos mais visados, conforme o deputado.

O secretário afirmou que a orientação aos policiais tem sido fazer blitz com foco na criminalidade. “Concordo que precisamos fazer diferente e planejar atenção ao comércio”, disse Grubba. O coronel Paulo afirmou fez um relato sobre as ações da Polícia Militar, incluindo operações de busca e apreensão. “Dentro da disponibilidade, em algumas regiões ainda é feito o policiamento a pé, que dá grandes resultados.”

 

CAPITAL
Gean Loureiro (PMDB) disse que os números oficiais não correspondem à situação de insegurança na Grande Florianópolis. Ele questionou se os dados da segurança pública estão servindo de base para as ações de ação social e se há comunicação entre as guardas municipais e a polícia militar. Também perguntou se ocorrerá fechamento de delegacias em Florianópolis.

Grubba respondeu que não faz sentido manter delegacias em lugares onde não há efetivo para dar qualidade no atendimento, isso é uma decisão de gestão, mas a população não aceita o fechamento dessas unidades. Afirmou ainda que há parceria entre a guarda municipal e a polícia militar, com troca de informações e trabalho conjunto.

 

AUDIÊNCIA
O deputado Rodrigo Minotto (PDT) solicitou que o secretário receba os deputados do Sul, na próxima semana, a fim de tratar dos encaminhamentos de uma audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa. Questionou o andamento da obra do presídio de Forquilhinha, o número de câmeras de videomonitoramento instaladas, os policiais necessários para o monitoramento, e o critério de proporcionalidade de policiais por habitante adotado para as diferentes regiões do estado.

O secretário respondeu que a obra do presídio está em andamento, “toda a parte estrutural já foi construída e o cronograma está dentro da normalidade”. Grubba disse ainda que as câmeras de monitoramento existem em 130 cidades e que 150 policiais são designados para acompanhar o monitoramento. “E o diagnóstico da redução da criminalidade foi feito há dois anos”, assegurou.

 

BRUSQUE
O deputado Serafim Venzon (PSDB) apresentou ao secretário a situação de Brusque. Atualmente, o município tem um policial militar para cada 1388 habitantes. O aconselhável é um PM para cada 500 pessoas. “É uma situação crítica. Isso se reverte no aumento na criminalidade e roubos que convivemos todos os dias na nossa cidade”, afirma.

Venzon também falou sobre a situação da Polícia Civil de Brusque, que tem um policial para cada 4 mil habitantes. A média brasileira é de um policial para cada 1.700 pessoas. O secretário admitiu o baixo efetivo, devido a aposentadorias dos profissionais e dificuldade de contratação, mas argumentou que há critérios para a distribuição dos policiais. “Há um estudo técnico baseado na população, boletins de ocorrência e outros índices, por isso algumas cidades recebem mais policiais que outras.”