< 2015 julho Archive | JMais | Jornalismo Digital

Formulário + Botão Guia+ Desktop

Formulário + Botão Guia+ Mobile

Os bombeiros de Três Barras atenderam a três acidentes de trânsito na tarde desta sexta-feira, 31 – dois na BR-280 e um na SC-303.

Na 280, logo no começo da tarde, na localidade de São João dos Cavalheiros, um motociclista bateu na traseira de um caminhão Mercedes-Benz, placas de Rio Negro. O motociclista da Yamaha Factor com placa de Três Barras, sofreu escoriações nos joelhos e na região lombar, além de um hematoma no tórax. Ele foi levado ao Pronto Atendimento Municipal de Três Barras.

Pouco depois, ainda na BR-280, na localidade de Campininha, um Ford KA, com placas de Blumenau, conduzido por uma mulher de 34 anos e com uma criança de cinco anos na cadeirinha no banco traseiro, capotou às margens da rodovia. Apesar das perdas materiais, mãe e filho saíram ilesos.

Mais tarde, novo acidente de trânsito, dessa vez na SC 303, no bairro Barra Grande. Um Fiat Uno, com placas de Antonio Olinto, colidiu com uma motocicleta Yamaha, placa de Canoinhas. O motociclista de 29 anos sofreu escoriações nos joelhos, nos braços e se queixava de fortes dores na região lombar. Imobilizado com colar e prancha longa, ele foi conduzido até o Pronto Atendimento Municipal de Três Barras. O motorista nada sofreu.

 

Da Agência Brasil

Em agosto, os consumidores vão pagar novamente um adicional de R$ 5,50 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidos. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira,  31, que a bandeira tarifária vermelha estará em vigor no período.

O sistema de bandeiras tarifárias permite a cobrança de um valor extra na conta de luz de acordo com  o custo de geração de energia. Em julho, a bandeira também foi vermelha, por causa do uso intenso da energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a gerada por usinas hidrelétricas.

Com as cores verde, amarelo e vermelho, as bandeiras servem para indicar as condições de geração de energia no país. Se for um mês com poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estarão mais baixos, por isso, será necessário usar mais energia gerada por termelétricas.

A bandeira verde significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos e que a tarifa de energia não terá acréscimo. Se a conta de luz vier com a bandeira amarela, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 2,50 para cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com maior acionamento de termelétricas, e que haverá adicional de R$ 5,50 a cada 100 kWh.

Segundo a Aneel, com o sistema de bandeiras tarifárias, o consumidor poderá identificar qual a bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da energia elétrica, sem desperdício.,

A crise começa a dar seus sinais na região. Atuando no mercado há 22 anos, a Macasil Compensados fechou suas portas nesta quinta-feira, 30.

A empresa produzia compensados para o mercado nacional e internacional. Funcionando na estrutura arrendada da antiga Dissenha SA – Formacomp e Tecpine, no bairro Rocio, a empresa possuía mais de 400 funcionários, que segundo o jornal O Iguassu, receberam na entrada do turno a notícia que a empresa estava parando suas atividades e que todos estavam dispensados do trabalho a partir daquele momento.

O funcionário Gerson Peters, que trabalhava na portaria da empresa há dois anos, disse ao jornal que “todos foram pegos de surpresa. Sabíamos que a empresa estava enfrentando dificuldades, mas ninguém esperava por isso.”

A crise que vem se abatendo em diversos setores da economia brasileira foi um dos principais motivos para que a empresa decidisse por encerrar a operação, confirmou um dos diretores que não quis se identificar, ainda de acordo com O Iguassu. Ao mesmo tempo ele garantiu que os funcionários terão todos os direitos trabalhistas resguardados e as rescisões serão feitas com o acompanhamento do sindicato dos trabalhadores do setor.

Entendendo a necessidade de melhorar a estrutura do Parque de Exposições Ouro Verde, onde será realizada a 20ª Festa Estadual da Erva-mate (Fesmate), em setembro, o deputado federal Mauro Mariani intercedeu junto ao Ministério do Turismo para a aprovação de projeto e liberação dos recursos, utilizados para a realização de obras que devem oferecer mais conforto e segurança às pessoas que participam dos eventos em Canoinhas. Na tarde desta quinta-feira, 30, o parlamentar visitou Canoinhas e conferiu as obras em andamento no Parque de Exposições.

Com espaço amplo, abrigando o Museu da Erva-Mate, pavilhões de feiras e de gastronomia, arena onde são realizados rodeios, entre outras edificações, o Parque de Exposições Ouro Verde recebe visitantes e canoinhenses em eventos que evidenciam a cultura local, um destes eventos é a Fesmate, que comemora o aniversário do município e evidencia a tradição da erva-mate e do chimarrão, sempre presente nos lares e nas rodas de amigos no município. “A emenda parlamentar destinada pelo Mauro Mariani possibilita a realização de obras que irão propiciar à comunidade mais conforto e segurança tanto na Fesmate como também durante outras ações que futuramente serão desenvolvidas no parque”, comenta o prefeito Beto Faria.

Para a construção de um banheiro, com 34,60 metros quadrados, destinado aos deficientes, será investido R$40.656,74. Deste valor, R$14.320,00 serão utilizados para o pagamento de mão de obra e R$26.336,74 na aquisição dos materiais. A construtora Konkreta Canoinhas, vencedora do processo licitatório, tem o prazo de dois meses para concluir a obra. A construtora canoinhense também venceu a licitação para a construção do muro no pátio de arremate de gado, onde serão investidos R$39.225,19, sendo R$10.046,16 utilizados no pagamento de mão de obra e R$29.179,03 referente aos materiais. Também foram destinados mais de R$ 459 mil para a Pavimentação da Avenida Moises Damaso e R$ 523.617,30 para construção de palco no Parque de Exposições.

O trabalho em conjunto da coordenação municipal e secretaria estadual de Defesa Civil possibilitou a transformação na vida de dez famílias canoinhenses, que disseram adeus ao medo que sentiam todas as vezes que chovia: o de ter suas casas alagadas em razão do volume de água.

As dez casas foram edificadas no distrito Campo d’Água Verde, próximo ao Centro de Educação Infantil Landi Neppel, seguindo um novo modelo de construções que tem entre suas características a praticidade, sem deixar de lado os padrões de qualidade e segurança na obra. “Foi fantástico ver a maneira que as casas foram montadas e a preocupação da equipe em oferecer uma obra de qualidade para as famílias de nosso município. Então esse ato de inauguração é um momento de muita alegria e satisfação para nós da Defesa Civil e principalmente para as pessoas que deixaram as áreas de risco e iniciam aqui uma nova vida”, comenta o coordenador municipal da Defesa Civil, Nelson Reis.

As casas modulares foram cedidas pela Defesa Civil do Estado que investiu nas 10 unidades, quase R$ 400 mil, com recursos do Fundo Estadual da Defesa Civil (Fundec). A contrapartida da prefeitura de Canoinhas consistiu na doação dos terrenos e obras de infraestrutura necessárias para a idealização do loteamento. De acordo com o Secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, estas novas casas fazem parte de uma ação de relocação de famílias de área de risco. “Não é ação de assistencialismo. Estamos dando segurança e promovendo prevenção com o projeto casa modular,” disse durante a inauguração das casas nesta quinta-feira,30.

De acordo com o prefeito, Beto Faria, os efeitos desta ação conjunta entre defesa civil estadual e municipal puderam ser notados durante o período de chuvas no início deste mês. “Além da resposta rápida da Defesa Civil, não precisamos remover ninguém das casas durante as chuvas”, disse Faria que também pediu ao secretário Milton Hobus a disponibilização de mais casas para Canoinhas, possibilitando a relocação de mais famílias.

O deputado Antônio Aguiar também enalteceu o trabalho desenvolvido pela Defesa Civil em Canoinhas e atenção que o secretário Milton Hobus dá ao município. “Vocês estão de parabéns pelo trabalho que fazem em favor das nossas famílias”, disse Aguiar.

Após a inauguração e visita às casas modulares, foi realizada visita à localidade de Entre Rios, contemplada com um kit de transposição fornecido pela Defesa Civil. Em 2013 a prefeitura iniciou e concluiu o aterro em Entre Rios, na estrada que dá acesso ao Rio D’Areia do Meio, Santa Emídia e demais localidades do Distrito de Pinheiros. O compromisso assumido com a comunidade contemplava esta ação e também a melhoria das condições de tráfego por meio da substituição da ponte de madeira pela ponte em concreto. “É mais uma das metas que foram cumpridas, pensando na segurança da população”, comenta o prefeito Beto Faria.

A ponte possui 12 metros de extensão e cinco de largura. A estrutura permite passagem de carretas carregadas. O kit de transposição custou ao Fundec, pouco mais de R$ 50 mil. A montagem de uma estrutura como essa leva cerca de duas horas. As cabeceiras foram erguidas pela prefeitura, como contrapartida.

O vice-prefeito Wilson Pereira, os secretários municipais de Meio Ambiente, Adinor da Silva, de Habitação, Célio Galeski, de Obras, Bene Carvalho e de Saúde,Telma Bley participaram da inauguração e da visita à ponte em Entre Rios. Os atos também contaram com a presença do gerente de administração e finanças da 26ª SDR, Ricardo Souza de Oliveira, do coordenador regional da Defesa Civil, Edson Antocheski e do coordenador da Defesa Civil de Três Barras, Valmir de Matos.

Um rapaz foi baleado na coxa da perna esquerda na manhã desta sexta-feira, 31, no distrito do Campo d`Água Verde, em Canoinhas.

Segundo a Polícia Militar, dois homens teriam brigado na rua, quando um deles foi baleado. Amigos da vítima, em retaliação, dispararam pelo menos seis tiros contra a casa do atirador. A vítima foi atendida pelos bombeiros e está no Pronto Atendimento Municipal.

Policiais civis ainda não localizaram o atirador.

Da Agência Brasil

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte determinou a retirada do ar do site Tudo sobre Todos, que disponibiliza informações pessoais de brasileiros como endereço e CPF. A decisão divulgada nesta quinta-feira, 30, é do juiz federal Magnus Augusto Costa Delgado, da 1ª Vara Federal, em liminar concedida a ação apresentada pelo Ministério Público Federal.

O juiz federal determinou que empresas de internet não permitam o acesso ao site até a conclusão do processo. Na decisão, Magnus Augusto Costa registrou que, ao disponibilizar dados pessoais sem autorização dos titulares, o site “viola a Constituição Federal, atingindo-lhe o núcleo dos direitos e garantias individuais, mais especificamente, os direitos à intimidade e à vida privada”.

Ao acessar o Tudo sobre Todos e digitar o nome completo de uma pessoa é possível visualizar de forma gratuita o CEP (código de endereçamento postal) da residência. Mediante pagamento, ficam disponíveis informações como CPF (cadastro de pessoa física), endereço, data de nascimento, empresas e sociedades e prováveis redes sociais.

O procurador da República no Rio Grande do Norte, Kleber Martins, que solicitou à Justiça Federal a retirada do site do ar, explica que a legislação brasileira proíbe a divulgação de dados pessoais sem que haja consentimento prévio dos titulares e alertou para o risco de esse tipo de informação ser usado por criminosos que cometem golpes.

“Essas informações interessam na realidade às pessoas que praticam golpes como aquelas que colhem dados de terceiros para abrir contas em banco, contrair empréstimos, pedir benefícios à Previdência Social e deixar o rombo em nome do titular da conta sem que ele sequer saiba disso”, disse Kleber Martins em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

O procurador disse que a decisão da Justiça Federal prevê a retirada imediata do site do ar, mas diz que a efetivação depende do emprego dos recursos tecnológicos. “Talvez demore um pouco, mas a decisão judicial deve ser cumprida no menor espaço de tempo possível. Acreditamos que, nas próximas horas ou nos próximos dias, isso deve ser cumprido”, estimou o procurador. Kleber Martins disse que os criadores do site ainda não foram identificados, mas ele já estuda incluir na ação final um pedido de condenação por danos morais coletivos.

O juiz federal Magnus Augusto Costa Delgado determina que seja solicitada à Suécia a retirada provisória do site que está hospedado naquele país. Solicitou também dados completos das pessoas físicas que criaram e mantêm o site, inclusive os números de registro do computador e endereço de e-mail.

Confira as atrações em Canoinhas e região:

felPANCADÃO MUSIC BAR

Quando? Sexta, 31

O que? Felipe e Fabricio

 

mariaDAJ CACHAÇARIA

Quando? Quinta, 30

O que? Noite Acústica Maria Clara

Quando? Sábado, dia 1º

O que? Grupo Ducerê

wuWUNDERBAR CHOPPERIA

Quando? Sexta, 31

O que? Ni Salles e Rafa Melo

Quando Sábado, dia 1º

O que? The Seeker

QUITHE HALL, EM UNIÃO DA VITÓRIA

Quando? Quinta, 30

O que? Quintaneja

 

SBOSBO

Quando? Domingo, 2

O que? Grupo Marcas

 

 

 

 

CINEMA

Os Vingadores – era de Ultron segue em cartaz no Cine Queluz, em Canoinhas. Tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artificial que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron (voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.

Confira abaixo o trailer, datas e horários de exibição:

 

DATA DIAS DA SEMANA HORÁRIO              F I L M E S
30.07 Quinta 20h Os Vingadores – Era de Ultron (Dub – 12 anos)
31.07 Sexta 20h Os Vingadores – Era de Ultron
01.08 Sábado 17h Os Vingadores – Era de Ultron
20h Os Vingadores – Era de Ultron
02.08 Domingo 17h Os Vingadores – Era de Ultron
20h Os Vingadores – Era de Ultron
03.08 Segunda NÃO TEM SESSÃO
04.08 Terça  20h Os Vingadores – Era de Ultron
05.08 Quarta 20h Os Vingadores – Era de Ultron
06.08 Quinta 20h Os Vingadores – Era de Ultron
PREÇOS DOS INGRESSOS
TERÇA A DOMINGO E FERIADOS – MEIA R$ 7,00 – INTEIRA R$ 14,00
QUARTA  – PREÇO ÚNICO R$ 7,00
O Queluz se reserva o direito de mudar a programação sem aviso prévio.

 

 

Dizendo-se tranquilo, Roberto Agenor Scholze (PT – foto) culpa diretamente os vereadores pelos processos que levaram à cassação de seu mandato como prefeito de Mafra. Responsabiliza, ainda, o atual prefeito Wellington Bielecki (PSD) e afirma que suas declarações de que a prefeitura está em “situação caótica” são absurdas. Acompanhe.

 

Como está o processo de recurso?

Houve uma decisão de primeiro grau e no dia seguinte houve aquela decisão da Câmara de Vereadores, arbitrária e leviana, que me tirou o mandato. Tanto em uma quanto na outra, minha equipe jurídica está trabalhando nos recursos. Minha vida segue normalmente, minha família tem uma farmácia e estou trabalhando, atendendo a população, muito tranquilo em relação a minha inocência no processo. Nasci em Mafra, cresci em Mafra e vou continuar a trabalhar em favor de Mafra. A forma como os vereadores conduziram esse processo (de cassação) me deixa muito triste. Mafra só perde com isso. Infelizmente, temos uma classe política que não pensa nisso e tenta se vingar por que o prefeito não deu um emprego público. Mafra tem crescido muito nos últimos anos, mas infelizmente temos uma parte da classe política mesquinha, que não aceita esse tipo de coisa.

 

Na sua visão, a sua cassação tem a ver diretamente com os vereadores, mas houve uma decisão judicial que cassou seu mandato.

Sim, mas essa decisão nem me afastava do cargo, quem me afastou do cargo realmente foram os vereadores. Não me preocupo porque eu estava embasado em um parecer jurídico quando contratei minha mãe. O Judiciário não aceitou esse parecer, o que é normal. O que me entristece mesmo é a posição da Câmara, que não levou em conta as provas. O único depoimento contrário a mim foi de uma pessoa que tem problemas pessoais comigo.

 

Com relação à contratação da sua mãe, não houve um entendimento por parte do seu assessor jurídico de que a lei municipal se sobreporia à súmula vinculante?

Importante dizer que a súmula vinculante tem valor de emenda constitucional, o que a coloca no topo da pirâmide de leis. A Lei Orgânica do Município nega essa possibilidade. Portanto, há conflito entre as leis. Analisando a situação, minha assessoria deu parecer favorável a contratação da minha mãe. A partir de uma Ação Civil Pública acabei exonerando minha mãe, que faz grande falta na Secretaria de Ação Social. Era uma indicação política e técnica. Repudio qualquer interpretação diferente dessa.

 

Por que o sr acha que a Câmara se voltou contra o sr?

Não tive nenhum secretário indicado pela Câmara. Aí que tá, talvez, o grande problema. Não agradei os vereadores e acabei pagando um preço alto por isso.

 

Uma ex-servidora da prefeitura teria deletado documentos da prefeitura e, com base nisso, a Câmara cassou seu mandato. Como o sr explica isso?

Esses documentos tratavam de supostos servidores que nunca foram de fato servidores da prefeitura. Foram pessoas que colaboraram alguns dias no início do mandato. Osvaldo Kondras, por exemplo, foi funcionário da prefeitura na década de 1980, ficou 20 e poucos dias ajudando a gente no início do mandato. Essa funcionária o incluiu no rol de funcionários de maneira equivocada. Da mesma forma, ela deletou essas informações de maneira unilateral. Com base nisso, eles me cassaram.

 

Há outra condenação por cassação, baseada na CPI das Madeiras. O que aconteceu de fato com a madeira doada pela Autopista?

Essa madeira foi doada para a prefeitura em novembro de 2013. Eu estava em Portugal, viajando com recursos próprios, e depois tive um problema de saúde. A madeira foi depositada no Centro de Serviços e um secretário doou para a Associação de Servidores, que vendeu essa madeira para angariar recursos. Houve erro, mas ao ponto de cassar um prefeito, é exagero. A única testemunha que fala que o prefeito sabia de algo, hoje é secretário de Obras. Então, entenda, o grande conchavo para me derrubar. Quem me denunciou hoje é secretário.

 

Se o sr tivesse sustentabilidade política na Câmara, acredita que seria cassado?
Jamais. Se tivesse colocado um vereador como secretário hoje estaria como prefeito, com certeza.

 

O sr vê ligação do atual prefeito, Wellington Bielecki, com os vereadores, na tentativa de tirá-lo do cargo?

Total. Ele foi o candidato derrotado em 2012, tentou me derrubar na Justiça e agora, de fato, conseguiu.

 

O prefeito Wellington disse recentemente que a situação da prefeitura é caótica.

Deixei quase R$ 2 milhões em caixa e com as contas em dia. Logicamente que ele falou em R$ 20 milhões, mas são dívidas a longo prazo. Há dívidas que foram feitas na década de 1990, inclusive com a Previdência. Falar que a situação é caótica é querer denegrir meu nome e da minha equipe.

 

Com três condenações, o sr acredita que voltará à prefeitura?
Na Justiça só há um processo relacionado a nepotismo. Na Câmara já enfrentei, pelo menos, meia dúzia de processos. Entrei na prefeitura pela porta da frente, conquistei voto a voto. Não quero sair da prefeitura dessa forma. Vou recorrer, é um direito meu e tenho apoio da população. Ouço isso das pessoas, que elas querem que eu volte, e não vou desistir. Ser chutado dessa forma da prefeitura, pelos vereadores, não dá pra aceitar. Saí da prefeitura mais forte do que entrei.

 

 

O local onde acontece o projeto Porto União Sesc Móvel foi alterado para a Praça do Contestado. Para não prejudicar o tráfego de veículos no entorno da Praça Hercílio Luz, ficou decidido esse novo local, por orientação do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).  De segunda, 3, até sábado, 8, vários serviços esportivos, culturais e de saúde serão oferecidos para toda a população. O projeto acontece em uma parceria entre Prefeitura de Porto União, Sesc e Senac, com apoio das secretarias e departamentos municipais.

O trabalho será desenvolvido em parceria com as secretarias da Prefeitura de Porto União no agendamento e transporte dos alunos das escolas de Porto União. No período de diurno as atividades serão mais intensificadas para crianças e adolescentes com a prática de atividades físicas e lúdicas. No período noturno a programação será mais cultural, contando com apresentações musicais, teatrais e de dança.

O Sesc Móvel estará presente com um caminhão e tendas com várias atividades com ações sistematizadas de cultura, lazer e saúde, possibilitando o crescimento e o desenvolvimento interpessoal das comunidades. Fará parte da estrutura: palco, mostras de cinema, kit multimídia com mesa de som e caixas amplificadas, cama elástica, jogos gigantes, jogos de mesa, jogos de raciocínio lógico, material para oficinas de recreação, piscina de bolinhas inflável, balança antropométrica, kit educacional de nutrição, pirâmide alimentar, painel de boa postura, entre outros.

 

SERVIÇO

O quê?

Porto União Sesc Móvel, com atividades esportivas, recreativas, culturais e de saúde.

Quando?

De 03 a 08 de agosto de 2015.

Segunda-feira, às 13h30. De terça a sexta-feira das 8h30 às 11h30, das 13h30 às 16h30 e das 19h às 21h30. No sábado das 8h30 às 13h.

Onde?

Praça do Contestado (novo local)

Quanto?

Gratuito

Para quem?

Faixa etária livre

 

 

Confira a programação:

 

Atividades monitoradas para as escolas

Responsável: DME

Segunda a Sexta

9h às 10h Atividades Monitoradas Jogos
10h às 10h15 Zumba Dança
10h15 às 11h15 Atividades Monitoradas Jogos
11h15 às 14h ALMOÇO Intervalo
14h às 15h Atividades Monitoradas Jogos
15h às 15h15 Zumba Dança
15h15 às 16h15 Atividades Monitoradas Jogos
 

Sábado

9h às 12h Atividades Monitoradas Jogos
9h às 10h Projeto Paralímpico Apresentação
10h às 11h Zumba Dança